Tudo sobre Marketing e Empreendedorismo

Apple oferece novos posicionamentos de anúncios na App Store

A Apple está oferecendo dois novos posicionamentos de anúncios na guia Hoje e nas páginas de produtos na sua loja de aplicativos. Por sua vez, esse movimento controverso veio logo após as medidas de privacidade aprimoradas pela empresa.

Novos posicionamento de anúncios

No início do mês passado (10/2022), a Apple sugeriu novos e cobiçados posicionamentos na loja de aplicativos App Store por meio de um convite por e-mail para os desenvolvedores. 

Os rumores são verdadeiros – a empresa anunciou oficialmente duas novas mudanças na exibição de publicidades: a guia Hoje e as posições de seus anúncios da página do produto.

Imagem de prédio com logotipo enorme da empresa Apple em sua parede espelhada
Apple divulga novas opções de posicionamento para anúncios em sua loja de aplicativos. Imagem de Laurenz Heymann em Unsplash

Expansão de alcance com os anúncios da guia Hoje

Com início imediato, os anunciantes já podem começar a exibir seu aplicativo na primeira página da loja da Apple – um posicionamento que a equipe editorial da App Store havia escolhido anteriormente.

Por que isso é importante?

Até agora, o inventário do Apple Ads se concentrava em campanhas de pesquisa, em que a demanda só podia ser capturada pelo volume de pesquisa e pelos tipos de correspondência de palavras-chave.

A guia Hoje pode ser um dos primeiros lugares que os usuários chegam quando visitam a loja de aplicativos. Estar à frente e no centro de um novo usuário em potencial é crucial ao construir o reconhecimento da marca.

Os posicionamentos de anúncios da guia Hoje permitem que os profissionais de marketing diversifiquem ainda mais os orçamentos de publicidade para aumentar a conscientização.

Então, como será esse novo posicionamento de anúncio? Na nova guia, os canais de anúncio terão esta aparência quando um usuário rolar pelo feed “Hoje”:

Print de tela com mudança no posicionamento de anúncios na App Store
Crédito da imagem: Searchads.apple.com, outubro de 2022

Os profissionais de marketing devem primeiro configurar uma página de produto personalizada no App Store Connect para aproveitar os anúncios da nova guia “Hoje”. Mas, existem requisitos adicionais para que uma página de produto personalizada veicule anúncios na guia Hoje:

  • Inclua pelo menos quatro recursos de retrato;
  • Inclua pelo menos cinco ativos de paisagem.

Depois que sua página de produto personalizada for aprovada no App Store Connect, ela passará por uma aprovação secundária no Apple Search Ads para ser usada para fins publicitários.

Pague para usar os canais de anúncios da página do produto

Este novo posicionamento de publicidade é onde as coisas começam a ficar interessantes. Isso porque os anunciantes podem exibir seus aplicativos em páginas de produtos individuais na loja de aplicativos da Apple.

Enquanto os usuários navegam na página do produto de um aplicativo específico, um novo posicionamento de anúncio aparece na parte inferior de uma seção chamada “Você também pode gostar”. Um exemplo desse posicionamento de anúncio está na captura de tela a seguir:

Captura de tela que demonstra mudanças na App Store
Crédito da imagem: Searchads.apple.com, outubro de 2022

Atualmente, esse canal de anúncio está disponível para todos os países, exceto a China. No Brasil, já é possível aproveitar o novo recurso.

A configuração de anúncios da página do produto deve funcionar de maneira semelhante aos tipos de anúncio existentes, como campanhas de pesquisa ou da guia “Pesquisa”.

Os anúncios serão selecionados com base nos recursos atualmente na página do produto do seu aplicativo, incluindo o nome, o ícone e a legenda do aplicativo. Logo, estes anúncios da página do produto podem ser exibidos em todas as categorias ou você pode refiná-los para incluir categorias específicas de sua escolha.

Então, o que torna esse posicionamento de anúncio tão controverso?

Alguns usuários, incluindo um tweet de Florian Mueller , foram rápidos em criticar esse movimento de poder da Apple e afirmaram que é outra maneira de os anunciantes pagarem pelos termos de sua marca para exibir um anúncio em sua página de produto para protegê-lo dos concorrentes.

A Apple, por sua vez, deseja triplicar sua receita publicitária em um futuro próximo, e uma maneira segura de chegar lá pode ser que as marcas façam lances em seus próprios termo. Assim planeja tornar o cenário ainda mais competitivo.

O minucioso levantamento adicional da expansão de anúncios da Apple vem do Meta.

A empresa que é responsável pelo controle do Facebook examinou publicamente a estratégia da Apple de introduzir recursos de privacidade aprimorados que impedem que terceiros rastreiem com precisão o desempenho do anúncio, ao mesmo tempo em que expandem seu próprio negócio de publicidade.

Resumo

A expansão de posicionamentos de anúncios da Apple agora dobrou suas opções de inventário de anúncios. Embora esse movimento ajude os profissionais de marketing a diversificar sua estratégia de marketing, ele não vem sem um preço.

Isso levanta a questão se os aprimoramentos de privacidade da Apple são puramente focados na privacidade do usuário ou alimentando sua rede de publicidade para lucros recordes.

Considerações finais

Os lojistas podem ver na atualização uma nova forma de divulgar seus produtos e aumentar sua conversão. Porém, a empresa deve ter um lucro ainda maior se tiver em mente que a maioria das funções na App Store são pagas.

A vantagem fica por conta da opção de exibir ainda mais anúncios para os usuários e atrair mais investidores. Logo, vale seguir o desenrolar desta caminhada e processo de atualizações por parte da responsável.

Seja o primeiro a ser notificado, sempre que um novo artigo ser publicado

Deixe uma resposta

Usamos cookies para melhorar sua experiência neste site. Ao continuar no site, você concorda com essas condições. Sim Mais detalhes