Tudo sobre Marketing e Empreendedorismo

Google dá detalhes sobre como criar um texto alternativo de boa qualidade

O podcast do Google discute as melhores abordagens para criar um texto alternativo de uma imagem da forma correta. Portanto, veja todos os detlahes para não errar mais na criação deste material.

Dicas para criar um texto alternativo

Em um podcast do Google Search Off the Record, Lizzi Sassman e John Mueller do Google discutiram a escrita na hora de criar um texto alternativo e compartilharam o processo de pensamento por trás do texto alternativo excepcional.

A conversa subsequente revelou que há questões a serem consideradas, como equilibrar as necessidades de SEO com o uso do texto alternativo corretamente para fins de acessibilidade.

Lizzi Sassman, do Google, inicia a discussão considerando qual é a melhor abordagem para escrever texto alternativo, imaginando se o caminho certo é ser descritivo ou se há outra maneira. Veja a fala de Lizzi Sassman:

“E se você tiver um texto alternativo, mas não tiver certeza se é bom?

Poderia ser melhorado em termos de descrição, ou está descrevendo a imagem, mas não necessariamente da melhor maneira?

Porque uma vez que você começa a se sentar e realmente escrever o texto alternativo, você descobre que pode dizer muitas coisas sobre, como, ‘Ah, é um resultado de pesquisa’ ou você está descrevendo como algo que está acontecendo.

Talvez seja um diagrama de como a Pesquisa funciona, como algo que descreve um conceito.

Ou é uma foto de um evento ou algo assim. Você aborda isso descrevendo o que está lá dentro?

Ou existem outras estratégias que poderíamos aplicar para melhorar as palavras que estamos usando para uma determinada imagem?”

Acessibilidade e texto alternativo

John Mueller toca no tópico de acessibilidade e texto alternativo. Afinal, o objetivo do texto alternativo em imagens é fornecer aos leitores de tela uma maneira de entender as imagens.

Algo para ajudar a entender como texto alternativo e acessibilidade se cruzam é ​​oferecido pelo órgão oficial de padrões para HTML, o Worldwide Web Consortium (W3C) na forma de um pequeno truque para escrever texto alternativo para fins de acessibilidade.

“Imagine que você está lendo a página da web em voz alta pelo telefone para alguém que precisa entender a página.

Isso deve ajudá-lo a decidir quais (se houver) informações ou funções as imagens têm.

Se eles parecem não ter valor informativo e não são links ou botões, provavelmente é seguro tratá-los como decorativos.”

John Mueller comentou ainda:

“Então eu acho que você tem que ter cuidado com a acessibilidade… não sei… Como tudo que envolve acessibilidade.

Então, isso pode ser algo para verificar com alguém que é um pouco mais informado sobre acessibilidade.

Como o texto alternativo deve ser escolhido.”

Texto alternativo e contexto de imagem

John discute em seguida a forma de criar um texto alternativo da perspectiva de SEO. Ele continuou:

“Do ponto de vista de SEO, minha recomendação é sempre fornecer contexto para a imagem também no texto alternativo.

Então, se você tem uma foto de uma praia, não fique tipo, ‘Ah, esta é uma foto de uma praia.’

Mas tipo, ‘Esta é a praia antes do derramamento químico acontecer.’ E…

Porque é um contexto muito diferente se alguém está procurando uma praia para passar as férias, é como, ‘Oh, eu quero ver uma praia bonita. Vou lá nas férias.

E se você notar, bem, na verdade, isso é antes do derramamento químico acontecer, então é como, ‘Bem, talvez isso se prestasse a diferentes tipos de consultas de pesquisa.’ “

John então se concentra em identificar o que os usuários desejam das imagens exibidas na Pesquisa de imagens do Google. Ele explicou:

“Porque, em última análise, quando você está falando sobre a Pesquisa de imagens, não é que as pessoas querem uma imagem, mas sim informações que estão anexadas a essa imagem.

Eles querem meio que entender um tópico específico para encontrar algumas informações.

E esse contexto adicional é algo que você pode fornecer no texto alternativo.

E isso é algo que eles podem estar procurando.

E se eles estão procurando por isso, facilite para eles encontrarem isso.”

Lizzi Sassman respondeu: “Isso é verdade.

E colocar contexto em torno da imagem também, porque você não precisa necessariamente colocar tudo no texto alternativo.

Pode ser o parágrafo que está apresentando a praia.

E pode ter mais informações sobre onde aconteceu, como em que praia estamos, em que ano foi, e todas essas coisas.

E usando esse espaço ao redor da imagem, porque você não quer necessariamente um parágrafo enorme como o texto alternativo.

…Certo?

E então, como você sabe qual texto deve ir para onde?

Mas fornecer contexto, eu acho, é sempre bom para apresentar a coisa para leitores de tela também, porque é uma leitura de cima para baixo.

Então, se houver algum texto antes dele para prepará-lo, tipo, ‘Tudo bem, assim é…’ eu não sei… ‘fundo sobre o que estava acontecendo antes do derramamento de óleo.’

E agora, é o pré-derramamento de óleo na praia, mais informações, e depois o posto de praia… não, durante o derramamento de óleo. E então a atividade de limpeza… não sei… Esse tipo de coisa.”

John Mueller: “Algo nesse sentido.

Então, se você estiver olhando para a documentação de pesquisa e tiver uma amostra de uma captura de tela com um resultado de receita, poderá fornecer algum contexto adicional, acho, no texto alternativo, onde você diz: ‘Esta é uma receita resultado com esses cinco campos.’ “

Lizzi Sassman:

“Sim. E, quero dizer, isso é… Até a maneira como você expressou a frase lá.

Tipo, ‘Este é um resultado rico em receita.’ Esse provavelmente não é o melhor texto alternativo porque é como uma frase completa.

Começa com palavras que não estão relacionadas com a coisa.

E talvez as pessoas, como também usando o leitor de tela, simplesmente o ignorassem.

Portanto, uma das melhores práticas é não iniciar todas as imagens com uma captura de tela de, uma captura de tela de, porque isso se torna repetitivo.

Tipo, já estamos cientes de que é uma imagem. Você não precisa dizer: ‘É uma imagem de’ e depois a coisa.

Basta iniciar com qualquer que seja a descrição. E também não precisa necessariamente ser uma frase completa, eu acho.

Pode ser apenas uma frase descritiva. Não precisa ser um pensamento completo, eu acho.”

Frase descritiva com contexto

Uma lição interessante dessa discussão de podcast é pensar no contexto da imagem para escrever uma frase descritiva para o texto alternativo. Com isso, a outra dica que é notável é evitar escrever um texto alternativo com palavras indicando que é uma imagem ou captura de tela, mas sim focar no contexto dessa imagem dentro do significado geral da página da web.

Então, se a página da web é sobre os danos ecológicos de um derramamento de óleo e a imagem é de uma praia antes de um derramamento de óleo, então esse é o contexto.

Fonte: SearchEngineJournal.com

Seja o primeiro a ser notificado, sempre que um novo artigo ser publicado

Deixe uma resposta

Usamos cookies para melhorar sua experiência neste site. Ao continuar no site, você concorda com essas condições. Sim Mais detalhes