Tudo sobre Marketing e Empreendedorismo

Como o algoritmo do Facebook funciona? Veja como seus posts podem aparecer no topo do feed

O algoritmo do Facebook é o que analisa, categoriza e ordena os conteúdos da rede para que sejam exibidos no feed para o usuário, de acordo com o interesse dele.

O algoritmo do Facebook é uma tecnologia que usa a IA para analisar os conteúdos da rede e distribuí-los de acordo com o interesse dos usuários. Entender como ele funciona é essencial para as estratégias de marketing com alcance orgânico.

O que é o algoritmo do Facebook?

O algoritmo do Facebook é a tecnologia que classifica e ordena os posts mais relevantes para exibir para um usuário. O nome dele é EdgeRank e entender como ele funciona é essencial para estratégias de marketing na rede social.

Há alguns anos, o conteúdo de marcas não possui um bom alcance orgânico nessa rede social. Entre alguns motivos, pode-se citar que o foco da empresa está na distribuição de conteúdos pagos, bem como com foco no que é relevante para as interações do usuário.

Por outro lado, há diversos tipos de conteúdo que ainda circulam na plataforma de forma orgânica, embora seu alcance hoje seja entre 5% e 6%. Assim, o EdgRank é o responsável por analisar tudo isso e distribuir de acordo com o interesse dos usuários.

Quais são os critérios do algoritmo do Facebook para criar o seu feed?

Da mesma forma que as outras redes sociais mais usadas no Brasil, existe tanto uma variedade de conteúdos quanto de gostos dos usuários. Então, o algoritmo do Facebook leva em conta os seguintes fatores:

  • maior nível de interações entre usuários;
  • data e hora da publicação;
  • tipo de conteúdo que o usuário mais consome;
  • maior engajamento do usuário e seus amigos.

Os posts recentes costumam aparecer no topo do feed, bem como os que possuem alto engajamento de amigos e familiares. Entenda quais são as principais etapas dessa análise e saiba como usá-la para aumentar a visibilidade de sua empresa.

Como o algoritmo do Facebook funciona na prática?

O algoritmo do Facebook usa quatro etapas para selecionar os conteúdos que vão aparecer no feed de cada usuário. Entenda qual é o processo que ocorre em cada uma delas a seguir.

1- Coleta

A primeira etapa, também chamada de varredura inicial, ocorre quando o algoritmo do Facebook analisa todas as postagens da rede de um usuário. Em seguida, ele pontua cada uma delas de acordo com o tipo de conteúdo, formato e data, por exemplo.

2- Descarte

O segundo passo é descartar os conteúdos que possuem menos chance de fazer o usuário interagir, ou seja, não são de seu interesse. Além disso, o algoritmo também retira notícias falsas, conteúdo sensacionalista ou que o usuário já tenha indicado que não quer ver.

3- Seleção

A inteligência artificial do algoritmo do Facebook consegue identificar quais são os padrões de comportamento e selecionar os conteúdos com maior probabilidade de interação. Então, nesta etapa, ele fará uma escolha mais criteriosa para oferecer um feed personalizado.

4- Ordenação

A ordenação, por fim, consiste em organizar uma sequência variada de conteúdos para o seu feed. Afinal, não é interessante mostrar apenas os posts com a maior chance de engajamento.

Há uma variedade com os posts de familiares e amigos, notícias e entretenimento. Esse também é um fator que impede que o conteúdo seja repetitivo e o usuário passe menos tempo na rede.

Como o algoritmo do Facebook ordena os posts mais relevantes?

O algoritmo do Facebook considera os posts de familiares e amigos, em primeiro lugar. Além disso, há outras prioridades que aparecem no feed com maior frequência.

Além das quatro etapas do processo de seleção, os algoritmos das redes sociais, de modo geral, também usam categorias para definir o que será exibido. 

Sem dúvida, de acordo com o que a IA aprende sobre o comportamento de cada usuário, essa sequência pode variar um pouco. Mas o padrão geral que se pode identificar é o seguinte.

Posts de familiares e amigos

Também chamada de rede privada do usuário, eles são a principal prioridade no feed. Afinal, desde o início, o objetivo do Facebook era conectar amigos e familiares, algo que se mantém muito bem até hoje.

Por esse motivo, ao acessar a sua conta, é provável que você veja as atualizações mais recentes das pessoas com as quais mais interage.

Novidade e diversão

A segunda categoria que aparece no topo do ranking do feed no Facebook são os conteúdos informativos. Em síntese, os seguintes formatos têm mais chance de serem entregues de forma orgânica:

  • vídeos engraçados;
  • notícias;
  • histórias de celebridades;
  • tendências.

Isso significa que compartilhar novidades sobre a área de atuação da empresa, por exemplo, pode melhorar os seus resultados.

Relevância e autenticidade

Outro ponto importante para aparecer no feed é que o post seja relevante, como uma notícia, mas também que seja verdadeiro. Para evitar as fake news na rede, o Facebook exclui qualquer conteúdo que contenha:

  • spam;
  • clickbait;
  • manchetes enganosas.

Por esse motivo, o ideal é criar títulos claros e precisos para seus vídeos ou links. Assim, você consegue evitar que os seus posts sejam considerados como spam.

Mulher diante de notebook sobre mesa branca e ao lado de agenda e plantas pequenas decorativas usando o Facebook
O algoritmo do Facebook descarta conteúdo enganoso – Imagem de cottonbro studio em Pexels

Engajamento

O número de reações, curtidas, comentários e compartilhamentos também afeta a posição de um post no feed. O Facebook analisa o ritmo que essas interações acontecem durante as primeiras horas da publicação.

Caso as interações sejam positivas, isto é, muitas pessoas realizam essas ações durante as primeiras horas, mais chances de aparecer no topo do feed.

Por outro lado, caso muitos usuários ignorem o conteúdo ou o denunciem, menos relevante ele se torna e perde posições de destaque.

Qual a importância do algoritmo do Facebook para sua estratégia de marketing?

O algoritmo do Facebook afeta o alcance dos seus posts orgânicos na rede social. Como você viu, apenas 5% das pessoas que seguem uma marca veem suas publicações no feed.

Mesmo que essa rede social tenha perdido espaço para outras, ela ainda é relevante para as estratégias de marketing de diversos negócios. Alguns recursos como o Facebook Marketplace são úteis a quem possui uma loja física ou virtual.

No entanto, mesmo com um alcance baixo, boa parte dos brasileiros ainda usa a rede social no dia a dia, logo, é um canal importante para se comunicar com eles.Existem estratégias que você pode aplicar a fim de melhorar seus resultados de marketing digital no Facebook.

Como usar o algoritmo do Facebook a seu favor e aparecer no topo do feed?

Entender como o algoritmo do Facebook funciona ajuda a desenvolver estratégias que favoreçam o alcance da sua marca. Então, veja algumas ideias do que fazer para ampliar o público da sua empresa nesta rede social.

Incentive a interação

Como você viu, o engajamento é um dos critérios essenciais para que um post apareça no feed do usuário. Portanto, incentive a interação de todas as formas com bons calls to action para:

  • comentar;
  • reagir;
  • compartilhar.

Aproveite para avaliar quais são os interesses do seu público e criar conteúdos de maior qualidade e relevância. Estude as personas que deseja alcançar e passe a direcionar sua estratégia para elas.

Segmente públicos por interesse

O Facebook oferece uma opção valiosa para o alcance orgânico, a segmentação por interesses. Com esse recurso, você pode definir características como idade, gênero e idioma para que seu conteúdo chegue às pessoas certas.

Por esse motivo, estudar o público-alvo e as personas que têm potencial de engajar e se tornar seus clientes no futuro é essencial.

Publique em horários estratégicos

O horário de postagem é outro fator crucial para o alcance, já que os posts mais recentes são os que aparecem no topo do feed. Então, analise quais são os horários que o seu público costuma acessar o Facebook para definir o melhor momento de postar. 

Frequência

Um dos erros de marketing nas redes sociais é publicar muito todos os dias ou apenas uma vez por semana, ambos não contribuem para que seu perfil cresça. A frequência ideal também deve ser analisada de acordo com os objetivos da marca e o público.

Priorize a qualidade

O número de posts não é mais importante que a qualidade deles, por isso, priorize entregar bons materiais para a sua audiência. 

Use os stories

Os stories são os conteúdos considerados autênticos, viciantes, imersivos e inclusivos de acordo com uma pesquisa do Facebook. Portanto, aproveite esse recurso para se aproximar do público que acompanha a sua marca.

Mulher sentada diante de mesa pequena de centro na cor preta com notebook no colo e unhas azuis, enquanto usa o Facebook e acessa página
O algoritmo do Facebook valoriza os stories na rede – Imagem de Kaboompics .com em Pexels

Poste vídeos

Os vídeos são muito mais atrativos na rede social e isso se traduz em muitos comentários e reações, além de maior potencial para que as pessoas compartilhem.

Saber como produzir um vídeo se tornou essencial para as marcas, não apenas para essa rede, mas também para o TikTok, Youtube e Instagram. O formato possui o poder aumentar também suas conversões, use o Facebook para compartilhar vídeos e canais.

Pessoa sentada diante de mesa de madeira com tela do notebook na tela de carregamento do Facebook, ao lado de seu smarthphone com tablet e monitor do outro lado, ambos com mesma tela de descanso
Entender algoritmo do Facebook contribui para saber como a sua marca pode agir na rede – Imagem de Luca Sammarco em Pexels

Anúncios

Usar o Facebook Ads para impulsionar seus conteúdos, produtos ou serviços também pode contribuir para os resultados orgânicos. Em síntese, pode-se usar a mídia paga para ampliar o seu público.

Os anúncios também oferecem a opção de segmentar muito bem o público que deseja atingir, dessa forma você pode alcançar as pessoas certas. Ou seja, quem de fato tem interesse no que sua marca produz e tem potencial de se tornar cliente no futuro.

Portanto, agora você já entende o funcionamento do algoritmo nas redes sociais e pode usá-lo a seu favor. Assim, estude bem as personas do seu negócio e quais os melhores dias, horários e conteúdos com os quais pode interagir com elas.

Leia mais: artigos e notícias relacionados

Usamos cookies para melhorar sua experiência neste site. Ao continuar no site, você concorda com essas condições. Sim Mais detalhes