Tudo sobre Marketing e Empreendedorismo

4 Ps do Marketing: descubra quais são os pilares que guiam uma estratégia de sucesso

Os 4 Ps do marketing se referem ao conjunto de estratégias que visam melhorar as vendas de um negócio. Mas, além delas, foram criadas variações que as complementam. Conheça, então, nesse artigo tudo sobre os pilares essenciais deste setor.

Guia Rápido

Você sabe o que são os 4 Ps do Marketing?

A ideia desse sistema é de alavancar uma empresa por meio do planejamento e execução de alguns aspectos. Esse famoso conceito se resume aos pilares de uma estratégia de marketing, todos eles começando com P, são eles:

  • Primeiro: preço;
  • Segundo: produto;
  • Terceiro: praça;
  • Quarto: promoção.

Esses pontos possuem essa identificação, porque se referem às variáveis das ofertas que os negócios geram ao público para alcançar os objetivos. Aliás, eles são de total controle da empresa, que pode definir de modo interno como serão usados.

Mix de Marketing

O Mix é essencial para as empresas terem estratégias efetivas. Ainda mais, esse termo é usado como sinônimo dos 4 Ps, já que é um framework mais falado. No geral, esse conceito são elementos que formam um plano de marketing.

Em sua forma tradicional, ele é constituído pelos quatros pilares. Porém, com o passar dos anos, ele evolui e possui novas variações, que são os 4 As, 4Cs e os 7 Ps.

Origem da ideia

Criado pelo professor Jerome McCarthy em 1960, surgiu como uma nova forma de estudar o mercado de vendas. Apesar disso, Philip Kotler foi quem mais difundiu essa ideia e por isso, muitos acreditam que ele foi o desenvolvedor por causa de sua influência.

Segundo Kotler, essa técnica parte de variáveis interdependentes, ou seja, um passo precisa do outro para funcionar com sucesso. Além disso, ela também possui variáveis controláveis, visto que são decididas de forma interna na corporação.

pessoa usando o celular e o laptop ao mesmo tempo
Os 4 Ps são a base de qualquer estratégia de marketing. Imagem de Lilly Rum no Unsplash

Por que os 4 Ps do Marketing são importantes?

Os 4 Ps do Marketing não perduram até hoje por acaso, afinal, existem muitas vantagens nele. Ainda mais, eles chegam a ser essenciais para boa parte das empresas e deve ser uma estratégia sempre presente. Em seguida, veja quatro pontos de como aplicá-lo.

Planejamento de Marketing

Fazer um bom planejamento de marketing ajuda o seu negócio a definir objetivos e metas. Isso porque, a partir disso, é possível ter uma visão mais clara do mercado.

1- Como exibir o posicionamento da marca para o público?

Essa ideia busca colocar a marca dentro do mercado, da forma que ela deseja se posicionar. Sendo assim, definir cada pilar corretamente transmite essa posição para o público-alvo da empresa. Além disso, a imagem é fortificada da mente deles.

O branding, então, está muito relacionado a isso, visto que é um conjunto de ações que são alinhadas aos propósitos, posicionamento e valores da marca. Ou seja, é a tradução dos quatro pilares nos pontos de contato do cliente.

Pilares da marca

Trata-se dos ideais da empresa que definem a missão, valor e normas de conduta. Dessa forma, eles servem como base para formar a identidade de um negócio. Quando bem construídos, a corporação se torna mais forte e consegue transparecer suas ideias.

2- O que são estratégias integradas com os 4 Ps?

Nada mais é que um alinhamento que ocorre após a definição de posição de mercado e público-alvo. Então, é um plano de marketing, que evita que a loja apenas divulgue e venda produtos sem qualquer direção.

Para isso, o ideal é relacionar várias estratégias que possam contribuir com o seu trabalho. Em seguida, confira algumas delas que são bastante conhecidas:

  • Branding;
  • Endomarketing;
  • Storytelling.

O alvo deve ser, acima de tudo, o tipo de imagem que se deseja passar na mente das pessoas e do cliente. Dessa forma, todas as definições passam a ser coerentes e efetivas.

3- Como cobrir os pontos de contato com os 4 Ps do Marketing?

Os pontos de contato com o cliente é qualquer momento onde o usuário atual se comunica com a empresa antes, durante ou depois da compra. Dessa forma, eles podem ser por:

  • Loja física;
  • Contato via website;
  • Redes sociais;
  • Canais de atendimento como WhatsApp.

Ao seguir os 4 Ps do Marketing, esses traços serão contemplados. Afinal, a venda não consiste apenas em ações de divulgações e promoções. Pois, outros fatores como pesquisa de preço, ver um post nas redes ou experimentar um item estão relacionados.

Experiência com a marca

O vendedor precisa criar uma boa experiência, pois esse é um ponto muito importante. Isso porque, o mercado está cada vez mais exigente e acirrado. Pesquisas afirmam que um fator decisivo nisso é a forma que o cliente se sente na compra.

Relação com o cliente

Na disputa do mercado, ganha quem na hora de fechar o negócio com o consumidor, oferece valores, empatia e conexão. Uma boa relação com o cliente traz vários benefícios, como:

Além de todas essas vantagens, ainda há uma economia no capital. Isso porque, manter clientes antigos é mais barato do que investir para atrair, bem como, conquistar novos.

4- Como ser diferente dos concorrentes?

Nos dias de hoje é muito difícil ser o primeiro do mercado, por isso, se diferenciar é essencial. Então, mesmo com os mesmos produtos e público-alvo, ainda é possível se destacar e atrair mais pessoas para a sua empresa. Para isso, siga os seguintes pontos:

  • Invista em um bom atendimento ao cliente;
  • Foque no Branding;
  • Conheça os seus clientes;
  • Ofereça algo a mais;
  • Faça pesquisa de satisfação;
  • Veja quem são os seus concorrentes.

Perceba que, baixar o preço não é a solução, Afinal, não há garantias de que o adversário ofereça um valor ainda menor. Sendo assim, o foco deve estar em oferecer um serviço diferente e agradável para o cliente, buscando sempre se atentar ao consumidor.

Quais são os 4 Ps do Marketing?

Você já viu o que são os 4 Ps do Marketing, então, agora conheça cada um de forma mais detalhada e com exemplos. Dessa forma, será mais fácil se aproximar da sua audiência.

pessoas em sala de reunião olhando para um quadro branco recheado de post-its
Ao conhecer os 4 Ps, sua marca pode se tornar mais próxima do seu público-alvo. Imagem de Jason Goodman no Unsplash

1- P de Preço como um dos 4 Ps do Marketing

O primeiro ponto está relacionado ao valor de venda do serviço ou produto, ou seja, o quanto vai custar para o cliente adquirir. Aliás, esse é o único P que gera a chance de lucro para o seu negócio. Desse modo, esse pilar envolve decisões de:

  • Preços que compõem a lista;
  • Como será a cobrança;
  • Variações regionais;
  • Como o custo é formado;
  • Meios de pagamento;
  • Condições de descontos.

Esse fator é determinante no momento de construir uma marca. Afinal, envolve um componente psicológico, onde o consumidor avalia qual o custo-benefício. Isso envolve aspectos inconscientes e até emocionais.

Nesse momento, o vendedor deve mostrar que o preço a ser pago vale a pena, ao tornar claro o diferencial do seu produto. Aliás, quanto mais o cliente percebe o valor do item, mais ele fica disposto a pagar a quantia.

A percepção de valor do produto

Uma hamburgueria artesanal, por exemplo, trabalha com um marketing que tem como ponto principal o oferecimento de um produto diferente. Isso está inserido na:

  • Preparação;
  • Bons ingredientes;
  • Ricos sabores.

Com essa percepção, muitos irão preferir pagar mais caro por essa experiência única. Mesmo que existam opções mais em conta, as pessoas costumam ir em direção aquilo que elas dão mais valor.

2- P de Produto entre os 4 Ps do Marketing

O produto se refere a aquilo que a empresa oferece, seja um item ou um serviço. Aliás, pode até mesmo ser um software, como o Ubersuggest. Esta é a base da existência dos negócios, é ele quem satisfaz a dor, o desejo ou as necessidades do consumidor.

Esse pilar envolve decisões como:

  • Qualidade;
  • Como será o design da embalagem e do produto;
  • Opções variadas (cores e tamanhos);
  • Branding;
  • Quais as linhas de itens;
  • Os serviços que são agregados (garantia, assistência e treinamento).

Nessa parte, também é ideal notar qual é o ciclo de vida do item em questão. Com esses atributos bem alinhados, o cliente passa a perceber pontos notáveis e inconscientes daquilo que é oferecido.

Um exemplo disso é quando alguém compra um carro de luxo. Ela pode até buscar por um veículo potente, mas no inconsciente ela se preocupa com o status social e prestígio que a marca vai oferecer.

Necessidades do consumidor

A necessidade do consumidor não está ligada a ele precisar de um novo produto. Na verdade, o vendedor muitas vezes é o responsável por gerar esse desejo por algo que o cliente nem sabia que queria.

Com esse ponto, a empresa em suas campanhas e estratégias deve ter um foco, que é resolver uma dor de um possível comprador. Essa pode ser algo psicológico, fisiológico, de autoestima ou até social, como no exemplo do carro de luxo.

3- O que significa o P de Praça nos 4 Ps do Marketing?

Este é o terceiro ponto, que é a Praça. Essa se refere aos pontos de vendas e meios de distribuição, que podem ser físicos ou online. Aliás, é por ele que se define como o produto chegará ao cliente. Esse pilar envolve questões como:

  • Quais serão os canais para distribuição;
  • Os pontos para vendas;
  • Estoques;
  • Quais as regiões das vendas;
  • Logística e frete.

O ponto chave aqui é escolher o canal onde seu cliente está ou o que pode melhor atender a ele. Mas, definir as estratégias vai depender do tipo de serviço ou produto. Além disso, o tempo de entrega e as possibilidades logísticas estão envolvidas também.

Com essas variáveis, o negócio pode optar entre vender em lojas multimarcas ou em seu próprio espaço. Ou ainda, no e-commerce, em locais físicos e até oferecer retiradas de encomendas ou fazer entregas.

Canais de vendas

Trata-se de quais meios as empresas irão utilizar para colocar os produtos ou serviços à disposição do público. Por exemplo, o WhatsApp é uma forma online de fazer isso, assim como os sites. Nesse sentido, ter vários canais é essencial para obter sucesso nas vendas.

Escolha o melhor para o seu negócio

Neste caso, o ideal é escolher aquilo que mais combina com o seu negócio. Por isso, veja onde os seus clientes estão, qual é a preferência deles e qual é o custo a ser pago. Assim, você garante uma experiência diferenciada.

duas pessoas usando o laptop, apontando o dedo para tal
Com base no terceiro P, ter vários canais de venda é essencial. Imagem de John Schnobrich no Unsplash

4- P de Promoção nos 4 Ps do Marketing

Com as etapas anteriores resolvidas, é hora de promover uma oferta. Aliás, ele não está associado a liquidações e descontos, mas sim ao plano de estimular a demanda pelo item junto com o público-alvo. Esse pilar envolve questões como:

  • Propaganda;
  • As promoções nas vendas;
  • Redes sociais, como Facebook;
  • A relação com o público;
  • Blog;
  • Merchandising;
  • Influenciadores.

A relação aqui é com a melhor versão do produto, o preço que mais se adequa e a localização do cliente. Os pontos citados acima são os responsáveis por comunicar sobre a marca a audiência.

Por promoção, então, entenda as várias ações feitas com o propósito de divulgar a identidade da empresa. Dessa forma, ela se torna uma escolha natural do consumidor quando uma necessidade surgir.

Comunicar sobre a marca

Saiba que se comunicar com os clientes por canais diversos e com uma identidade é muito importante, tanto quanto a qualidade do produto. Aliás, é preciso que a marca fique fixada na mente do público-alvo, para que ela esteja sempre dentro de suas opções.

Para fazer isso de uma forma eficiente, lembre-se de usar as estratégias já antes comunicadas, como branding e persona. Afinal, elas são essenciais para uma interação efetiva.

Diferenciais da marca

Ter um diferencial em comparação aos concorrentes coloca a empresa em um lugar de destaque. Isso porque, elas marcam a mente do consumidor, que se lembra da mesma quando pensa em comprar algo semelhante aos seus itens.

O vendedor tem diversas formas de aplicar esses diferenciais dentro do próprio negócio. Por exemplo, ele pode fazer uma campanha criativa, que converse com o consumidor.

Como colocar em ação os 4 Ps do Marketing?

A partir do seu conhecimento recente sobre os quatro pilares do marketing, aprenda agora na prática como aplicá-las no seu negócio. Em seguida, veja quatro elementos essenciais sobre isso.

1- Como definir o seu público-alvo?

O público-alvo é um grupo de consumidores que possuem pontos em comum onde a empresa identifica isso e direciona as campanhas. Além disso, eles podem ser chamados de target, mercado-alvo ou segmento-alvo.

A definição disso é feita a partir da segmentação de mercado. Ou seja, devem ser feitos de acordo com perfis semelhantes em comportamento e localização. Então, pesquise informações como:

  • Idade;
  • Gênero;
  • Estilo de vida;
  • Personalidade;
  • Escolaridade;
  • Classe social;
  • Hábitos de consumo;
  • Localização.

Isso deve ser feito por meio de análises de mercado e não achismos. Em seguida, a marca deve escolher aqueles no qual ela deve mirar as estratégias. Dessa forma, ela fisga as pessoas que possuem mais afinidades e chances de virarem clientes.

Definir um público ideal é ser estratégico, pois evita desperdiçar esforços. Aliás, isso acontecia anos atrás, quando as empresas desejavam apenas divulgar os produtos para toda a sociedade, sem qualquer análise.

Segmentar o mercado

A segmentação do mercado é feita por meio de diversas variáveis. Por exemplo, demográficas, geográficas, psicográficas e comportamentais. Sendo assim, a corporação deve fazer esses recortes e identificar em quais ela mais tem afinidade.

2- Como fazer uma estratégia competitiva com os 4 Ps do Marketing?

Uma estratégia vai definir quais serão as escolhas do Composto de Marketing, além de como a empresa irá enfrentar o mercado. Sendo assim, uma marca pode adotar um plano de:

  • Foco;
  • Diferenciação;
  • Liderança em custo.

O primeiro aborda os segmentos menores, o que traz um foco maior às suas necessidades. Dessa forma, o alvo é alcançar liderança, seja em diferenciação ou em custos em um nicho específico. Ou seja, ela atende um mercado e define um Marketing Mix.

Já o segundo, busca atingir a qualidade e desempenho superior em alguma área que é de importância para o consumidor. Ainda mais, ela visa gerar mais valor e oferecer custos mais altos por causa disso. Neste caso, é um mercado mais geral.

Por último, o propósito é diminuir os custos de distribuição e produção. Além disso, oferecer itens com uma boa qualidade e valores mais baixos, a fim de conseguir mais rentabilidade.

pessoa trabalhando no celular e no laptop
Crie uma estratégia com base no foco, diferenciação e liderança em custo. Imagem de Maxim Ilyahov no Unsplash

3- Posicionamento de mercado e os 4 Ps do Marketing

Posicionamento de mercado é um termo de marketing que está relacionado à posição que a marca ocupa na mente do cliente. Ou seja, é ser diferente dos concorrentes e chegar à liderança, para assim, ocupar um lugar de destaque na lembrança do usuário.

A intenção, então, é criar a oferta da empresa, pois assim o consumidor é conquistado. Isso é feito quando se há um estudo do mercado-alvo e um mapeamento da concorrência. Ainda mais, é necessário identificar o que deve ser associado a marca, como:

  • Valores;
  • Comportamentos;
  • Símbolos.

Deve-se comunicar quais são as diferenças do negócio em relação aos adversários. Que, aliás, precisa resumir a essência da empresa e fazer com que as pessoas entendam com clareza essa interação.

Tipos de posicionamentos

Existem vários tipos de posicionamento de mercado, cabe ao vendedor identificar aqueles que ele deve priorizar. Em seguida, confira quais são eles junto de um exemplo:

  • Usuário (loja da mulher moderna);
  • Atributo (o primeiro do cidade);
  • Concorrente (Pepsi e Coca-Cola);
  • Benefício (o detergente que mais remove manchas);
  • Preço ou qualidade (o mais em conta);
  • Utilização ou aplicação (o melhor tênis para correr).

Um dos mais famosos é o de liderança. Neste, a empresa visa ser a melhor nos produtos ao oferecer itens de qualidade superior. Para isso, ela precisa superar todos os concorrentes.

Qualidade

Vale lembrar que a percepção da qualidade é definida pelo consumidor e não pela própria marca. Afinal, são os critérios dos clientes que se deve atender, acima de tudo.

4- Como definir estratégias no Mix de Marketing?

As estratégias de Mix de Marketing devem ter como foco o público-alvo. Ainda mais, devem ser alinhadas ao posicionamento e a estratégia de competição.

Comece pelo produto

O produto pode ser um ótimo início, pois é em torno dele que as outras técnicas são pensadas. Em seguida, o preço deve ser definido, a promoção destacada e a praça oficializada.

4 dicas para ter sucesso ao criar o seu Mix de Marketing

Agora que entendeu como desenvolver um plano de Mix de Marketing, veja a seguir quatro dicas valiosas e bem detalhadas de como criá-lo com mais eficiência.

Passo 1- Aprenda a criar uma persona

Criar uma persona não é algo muito simples, mas está ao seu alcance. Aliás, fazê-la o quanto antes é essencial para definir qual é o perfil do seu cliente ideal. Sendo assim, deve-se analisar fatores como:

  • Cargo que ocupa;
  • Idade;
  • Sexo;
  • Objetivos;
  • Responsabilidades;
  • Desafios pessoais e profissionais;
  • Rotina de trabalho;
  • Hábitos de compra;
  • Background;
  • Redes sociais preferidas.

Ao levantar todas essas informações, é preciso estudar bem os dados e identificar aquilo que mais se repete. Em suma, a ideia é de encontrar as características em comuns que as pessoas pesquisadas possuem.

Feito isso, defina quais são os pontos principais entre as pessoas. Para isso, não existe um limite, o importante é fazer um levantamento completo. Por fim, entenda quais são as mais relevantes para o seu negócio como um todo.

Diferença entre persona e público-alvo

Embora parecidos, eles precisam ser diferenciados para um plano adequado. No geral, a maior distinção entre eles está no quão profundo é o estudo sobre os leads e os clientes. Dessa forma, o público-alvo trabalha com dados mais gerais e amplos.

Já a persona, define informações mais precisas e detalhadas do cliente ideal para concluir vendas otimizadas. Sendo assim, este é mais incisivo no momento de difundir uma estratégia de marketing.

Conheça o seu cliente

Saber quem é o seu consumidor é a forma mais ideal de aproximar ele da sua marca. Pois, é a maneira mais assertiva de descobrir como eles preferem ser abordados e tratados.

Passo 2- Por que fazer pesquisas de mercado com os 4 Ps do Marketing?

A base do plano é a pesquisa de mercado, pois, para ser efetiva, tudo a respeito dos 4 Ps do Marketing devem ser baseados nos dados que ela oferece. Aliás, cada P possui um estudo específico, por exemplo:

  • Quanto o cliente aceita pagar, quanto de valor ele vê (preço);
  • Aceitação da mercadoria, satisfação do cliente (produto); 
  • Pesquisas sobre os pontos de vendas (praça);
  • Os costumes de consumo (promoção).

Uma das maiores vantagens desse passo é o de ajudar a empresa a tomar decisões com mais segurança. Afinal, será possível conhecer melhor os concorrentes, o próprio negócio e o mercado.

Ela permite que a corporação entenda de forma fácil e acessível os seus pontos fortes. Assim, torna-se mais fácil criar insights que ajudem a tomar rumos mais certeiros.

imagem de um laptop e um celular posicionado do lado dele
A pesquisa de mercado é a base de qualquer plano de marketing. Imagem de Timothy Hales Bennett no Unsplash

Passo 3- Como envolver a equipe nos 4 Ps do Marketing?

Quando os colaboradores se envolvem, eles entendem de uma forma mais assertiva o caminho que o negócio quer traçar. Dessa forma, se engajam e há maior motivação. Nessa etapa, a liderança é de suma importância.

O Composto de Marketing obtém mais sucesso quando a equipe participa das decisões. Aliás, vale muito a pena incluí-los, já que eles conhecem a realidade do negócio. Ainda mais, tem mais contato com os clientes.

Tomada de decisão em equipe

As decisões são tomadas por um conjunto de pessoas com o objetivo de melhorar a empresa. Nesse sentido, é uma atividade que deve ser contínua para o bom funcionamento dos setores. Para facilitar esse processo, algumas etapas devem ser seguidas:

  1. Encontrar o problema;
  2. Buscar por informações;
  3. Estudar as alternativas;
  4. Identificar a melhor opção;
  5. Planejar e fazer;
  6. Monitorar os resultados.

Vale lembrar que um líder é muito importante nesse processo, para que ele possa reger o seu time. Assim, a tomada de decisão em equipe com certeza irá engajar os funcionários.

Passo 4- Pense no contexto digital com os 4 Ps do Marketing

Desde quando os 4 Ps foram criados, eles já evoluíram bastante. Afinal, a internet cresceu muito e colocou o marketing digital em destaque nas estratégias das empresas. É por esse motivo que o Mix de Marketing deve estar inserido nesse contexto.

Isso não significa apenas fazer:

É sobre entender como o digital afeta as decisões e hábitos das pessoas. Por exemplo, comparar preços no Google é algo muito simples e ágil. Por esses motivos, é sempre necessário estar atento ao movimento de mercado para estar com a precificação em dia. 

A experiência que se tem com o item é outro exemplo disso. Afinal, não dá para tocar e nem provar a distância. Torne, então, o produto ou o serviço tangível, de modo que o consumidor entenda e perceba o que está sendo passado para ele.

Quais são as evoluções dos 4 Ps do Marketing?

Apesar de ser uma técnica que existe há muitos anos, alguns encontraram lacunas nela. Por isso, algumas variações foram criadas, a fim de aprimorar essa estratégia.

1- 7 Ps do Marketing

Foi adicionado mais três pilares, sendo eles Process, People e Physical Evidence. Estes, foram acrescentados para suprir as lacunas que existiam no modelo anterior. Assim, o tornaram mais coerente e completo em relação à realidade atual:

  1. Praça;
  2. Produto;
  3. Pessoas;
  4. Promoção;
  5. Preço;
  6. Processos;
  7. Evidências físicas.

Quando se fala em processo, inclui-se planejamento, estrutura e tomada de decisões. Todas elas necessárias para por um produto à venda com eficiência. O P de pessoas refere-se a algo mais humano ao framework, afinal, há muitos envolvidos na jornada.

As evidências físicas estão ligadas a todos os bens e atributos que formam a experiência do consumidor da marca. Essas são de suma importância para que o cliente seja fidelizado.

2- 8 Ps do Marketing

Nesta outra proposta de tentativa de fechar as lacunas da estratégia pioneira, foi inserido Processos, Pessoas, Programas e Performance. A intenção dos autores Kotler e Keller era proporcionar uma visão do marketing holístico.

Com isso, os pilares são relacionamento, interno, integrado e performance. No geral, essa é mais focada em atender as necessidades e desejos dos clientes.

Marketing Holístico

Essa é uma técnica que considera todos os processos de um negócio um só. Dessa forma, ele tem o propósito de integrar as diferentes partes de uma empresa ou equipe para que eles busquem a mesma meta. Ou seja, esqueça a divisão por setores.

Todos os departamentos atuam juntos para formar ideias homogêneas e positivas na mente do cliente. Em suma, a visão é garantir que ele escolha o seu serviço ao invés do concorrente. Adotando essa prática, o objetivo é de construir uma marca e trazer fidelidade.

3- Você conhece os 4 Cs do Marketing?

São um conjunto de estratégias que se voltam para o cliente. Ou seja, o enfoque central é a pessoa e não o produto. Portanto, consciência (desejos do cliente), custo, conveniência e comunicação.

Diante disso, é importante lembrar que esse modelo dos 4 Cs, de fato, não precisa excluir os 4 Ps do Marketing. Afinal, eles servem de complemento um para o outro.

Visão do consumidor

Uma das características mais marcantes dessa estratégia é que ela prioriza a visão do consumidor. Aliás, quando se fala a língua do cliente, fica muito mais fácil se comunicar com ele e gerar resultados.

4- SAVE como estratégia de marketing

Em último lugar fica a estratégia SAVE, que adapta os 4 Ps aos negócios B2B. Sendo assim, cada letra inicial substitui um P. Confira a seguir quais os pontos principais.

  • Solução (produto);
  • Acesso (praça);
  • Valor (preço);
  • Educação (promoção).

A proposta aqui é de que as empresas solucionem os problemas de seus clientes. Então, ao invés de focar no produto, a ideia é trazer um conteúdo mais relevante ao consumidor.

Quais desses planos se adequam ao seu negócio?

Agora que você conhece tudo sobre os 4 Ps do Marketing e as suas variações, escolha aquela que melhor se adapta a sua empresa. Lembre-se de que muitas vezes elas não se excluem, mas se complementam e podem ser usadas juntas.

Seja o primeiro a ser notificado, sempre que um novo artigo ser publicado

Deixe uma resposta

Usamos cookies para melhorar sua experiência neste site. Ao continuar no site, você concorda com essas condições. Sim Mais detalhes