Tudo sobre Marketing e Empreendedorismo

O que é Inbound Marketing? Entenda como conquistar novos clientes com esta estratégia

O Inbound Marketing é uma técnica que foca na atração de novos leads, mas de forma qualificada para vender mais. Assim, essa estratégia usa diversos elementos importantes como a criação de conteúdo. Então, saiba mais detalhes sobre como aplicar isso em seus negócios para fidelizar seus clientes.

Guia Rápido

O que é Inbound Marketing?

Ele consiste em um tipo de estratégia que procura atrair os clientes para a sua marca. Desse modo, foge um pouco dos planos mais comuns para oferecer um produto ou serviço.

Este tipo de plano é uma forma eficaz de captação de leads para levá-los até à compra. Por isso, usa uma série de táticas planejadas, que são entregues a determinado público já definido antes, como:

A estratégia de marketing voltada para o inbound já era usada há algum tempo, mas não de forma consciente. Então, é um processo natural de mudança na forma de abordar os clientes e é um reflexo da inovação na sociedade e do hábito de consumo.

Origem do Inbound Marketing

Esta forma de divulgação surgiu nos Estados Unidos e ficou mais popular após 2009, quando foram lançados livros sobre o tema. No entanto, já há registro de seus pilares desde 1999 na obra Permission Marketing, de Seth Godin.

imagem de um alvo e vários dardos, amarelos e vermelhos, presos no centro dele
Legenda: O Inbound Marketing foca na atração de novos clientes a partir de conteúdos de valor. Imagem de jcomp em Freepik.

Qual a diferença entre Inbound Marketing e Outbound Marketing?

A principal diferença entre o Inbound Marketing e o Outbound é a forma de abordar os clientes. Desse modo, o segundo oferece seus produtos por meio da publicidade e tende a interromper algo da vida dos leads.

O Inbound também é conhecido por marketing de atração, que é a tradução literal do seu nome. Dessa forma, diverge do modelo de interrupção, como é chamado o Outbound, que por sua vez possui como características:

  • Diálogo unilateral entre as partes;
  • Prospecção ativa;
  • Oferta direta.

Este tipo de estratégia gera bem menos engajamento com o público, então, atrai um número menor de leads para o seu negócio. Além disso, outro ponto que os difere é a interação entre empresa e clientes.

Principais características

No caso do Inbound, a marca oferece conteúdos ricos de interesse do público, para que este busque o produto ou serviço. Assim, tende a gerar muito mais conversões que o método comum antes usado.

Já na técnica de marketing Outbound, a divulgação é feita por meio de anúncios ou até mesmo comerciais. No entanto, de forma mais ampla e visa atingir diversos nichos e pessoas.

Como se aplica ao seu negócio?

Para aplicar a tática, é preciso entender o processo de compra dos seus clientes. Além disso, você pode começar a investir em criação de conteúdo a partir de um blog ou redes sociais da sua marca.

Quais os benefícios do Inbound Marketing?

O Inbound marketing propicia um menor custo de aquisição de novos clientes. Por isso, contribui para o aumento do lucro do seu negócio. Afinal, aumenta a sua chance de converter leads em vendas.

A tática ainda te permite aumentar o ticket médio de sua marca. Desse modo, segmentar o conteúdo que você oferece e deixá-lo o mais preciso possível ajuda a atingir mais gente e de uma forma mais contundente.

Outro fato que a tática oferece é um maior contato com o cliente. Assim, a interação com o público aumenta a sua credibilidade e a forma como você é visto no mercado como um todo.

Esta forma de trabalhar te oferece resultados que vão gerar vendas por muito tempo. Mas, é preciso investir em técnicas de SEO, para melhorar o rankeamento de sua página no buscador.

Aumente suas vendas

Esta tática oferece chances de converter mais, porque ela oferece um maior poder de persuasão. Então, investir na técnica pode ser um diferencial para o seu negócio e para seu lucro.

1 – Como alcançar o público certo com o Inbound Marketing?

Uma forma de usar o inbound marketing para atingir o público ideal é definir a persona do seu negócio. Desse modo, elenque pontos para destacar qual seria o seu cliente ideal e planeje a tática com foco nele.

A partir da persona, crie um conteúdo que seja de interesse deste possível cliente ideal. Em seguida, é preciso fazer uma divulgação de alto nível e nos locais certos, onde sua persona está inserida.

Criar um cronograma de postagens, para gerar frequência, também é um ponto que diferencia o seu plano. No entanto, é preciso focar na qualidade do material que sua marca produz e não em número de posts.

Use o Marketing de Conteúdo na sua estratégia

O Marketing de conteúdo é uma tática que consiste em criar um material que tire dúvidas do seu lead sobre algum tema. Assim, você pode aplicar esta técnica para materiais de vários tipos, como:

  • Textos e artigos;
  • Vídeos;
  • E-book.

É preciso usar técnicas para melhorar a entrega deste material ao seu lead. Desse modo, otimize o seu conteúdo para garantir que os motores de busca vão fazê-lo chegar até seu público-alvo.

Seja constante e criativo

Vale destacar que é preciso sim ser constante, mas não adianta fazer mais do mesmo. Então, trabalhe com formas criativas de atrair o seu público, porque isso influencia na imagem da sua marca.

homem sentado com aspecto alegre, trabalhando no laptop e celular ao mesmo tempo
Legenda: O Inbound Marketing ajuda a atrair leads qualificados para sua marca. Imagem de aleksandralittlewolf em Freepik.

2 – O Inbound Marketing como ferramenta de relacionamento com o cliente

O Inbound Marketing te permite criar uma relação sólida com seus clientes. Além disso, é uma forma eficaz de alcançar uma boa imagem para sua marca. Afinal, não é preciso convencer os leads de que você é a melhor opção.

Esta técnica gera bons resultados pelo fato do cliente sentir gratidão pelo conteúdo oferecido a ele. Desse modo, o mesmo passa a associar determinado tema à sua empresa, o que ajuda na decisão de uma compra futura.

A internet oferece a vantagem de você estar mais próximo do seu lead. Por isso, investir em material de interesse dos mesmos os atrai até sua empresa, mas é preciso criar táticas de interação com eles.

Quando o seu lead entende que o material que você oferece tem valor e o ajuda, é mais fácil que ele pare para ouvi-lo de novo. No entanto, a maior parte das pessoas que querem comprar algo fazem buscas na internet sobre o item e é aí que você deve entrar.

Comunicação aberta e interação constante

É ideal criar um canal em que as pessoas dêem feedback sobre o material ou possam tirar dúvidas. Então, esta é uma das melhores formas de nutrir os leads para que estes possam virar clientes futuros.

Invista em um atendimento humanizado

Não basta apenas manter este contato, porque o lead tem a necessidade de se sentir entendido. Dessa forma, investir em uma maneira mais humanizada de atender é crucial para ter bons resultados.

3 – Maior poder de persuasão com o Inbound Marketing

O Inbound é uma das melhores formas para vender mais na internet. Assim, não é preciso abordar os clientes e convencê-los, afinal, o próprio conteúdo sólido ajuda a quebrar as objeções dos leads.

Neste tipo de tática, o possível cliente recebe tudo que precisa ao buscar pelo tema na internet. Então, é ideal que você escolha bem as palavras-chaves do seu conteúdo, além de:

  • Escrever de forma clara;
  • Pesquisar sobre as dúvidas dos clientes;

É preciso entender quais são as dúvidas recorrentes sobre determinado tema ou produto. Por isso, use o próprio buscador do Google e insira a palavra-chave, para ver quais são as sugestões que este te oferece.

Transforme leads em clientes

O processo de Inbound Marketing vai te ajudar de forma direta na conversão de leads em clientes. Isso porque, durante todo o caminho de decisão de compra, o mesmo recebe vasto material que o leva à etapa final.

Ao usar essa técnica, é possível iniciar uma conversa com um lead que já sabe o que quer, ou pelo menos já entende sobre o assunto. Então, se torna mais fácil convertê-los em clientes.

Mais conversões

O fato do conteúdo atrair o cliente ajuda a converter ainda mais, porque ele já está decidido a adquirir o item ou serviço. Desse modo, o processo é menos árduo e o histórico pesa a favor da sua marca.

homem sentado atendendo o telefone. Na imagem também há várias ilustrações de gráficos, pastas, balões de conversa, entre outros desenhos
Legenda: O Inbound Marketing te ajuda a ter um maior poder de persuasão sobre o lead. Imagem de rawpixel.com em Freepik.

4 – Como reduzir o tempo de venda com o Inbound Marketing?

É possível alavancar o seu negócio de forma rápida com esta técnica, afinal, com apenas alguns cliques o lead já lê sobre o tema em questão. Além disso, o Inbound deixa o caminho do público até você muito mais curto.

Usar a estratégia ainda permite que você capture apenas leads mais qualificados. No entanto, é preciso entender qual o nível que cada um se encontra, para traçar um plano para cada grupo de forma específica.

As empresas que usam o Inbound Marketing conseguem um ciclo de menos de 30 dias, em mais de 50% dos casos, segundo pesquisa Martech de 2017. Assim, são números mais altos que marcas que usam o Outbound.

Acelere as etapas de vendas

Devido ao fato de todo o material sobre o produto ou serviço estar de fácil acesso, os clientes decidem comprar de forma mais rápida. Então, esta é uma forma comprovada de diminuir o ciclo de vendas.

5 – Como ter custos reduzidos com o Inbound Marketing?

O custo de aquisição de novos clientes pode ser reduzido com o Inbound Marketing. Isso porque, você irá investir em algo mais preciso e mais exclusivo, o que atrai apenas pessoas interessadas na sua marca.

Também é possível investir no contato com o lead que mostrou interesse no seu blog ou rede social. Dessa forma, pode-se ainda entender em qual etapa do funil este se encontra.

Investir na qualificação de leads ajuda a poupar muito tempo, o que equivale a dinheiro. Por isso, planeje bem o seu próximo passo e faça materiais que exponha um problema e uma solução para o mesmo.

Solução mais barata que o tradicional

Enquanto no marketing Outbound é preciso investir muito dinheiro em propagandas, no Inbound o custo é 47% menor, relatório Estado do Inbound. Mas, se torna muito mais eficaz, porque é um plano melhor direcionado.

Vale destacar que esta redução se dá pelo fato de um investimento feito de forma certa. Assim, mesmo que seja mais simples de converter, é preciso fazer um bom trabalho no Marketing digital.

6 – Mensuração de resultados em tempo real

Para ter um bom resultado, mensurar os dados é uma etapa que não pode faltar na estratégia. Desse modo, você pode investir em relatórios que dêem dados em tempo real, para traçar melhor os próximos passos.

Ao postar em um blog, é possível ver todas as métricas em tempo real também. Por isso, faça mais de um título ou headline, para trabalhar com testagem tipo A/B e entender o que converte mais com seu público.

Você pode conseguir também um Retorno Sobre Investimento ainda maior. Dessa forma, é ideal sempre verificar os insights para pensar em novas formas de atrair clientes com o Inbound.

Analise as métricas

Sempre analise com frequência os dados gerados pelo conteúdo que você postou. Assim, é possível entender todas as mudanças do seu público, além de se atualizar sobre novas formas de otimizar o material.

Tipos de dados para analisar

É possível analisar vários dados usando o inbound marketing como plano principal. Por isso, veja a seguir quais dados devem ser analisados, para saber onde melhorar e o que fazer:

  • Custo por lead;
  • Visitas ou tráfego;
  • ROI, além de CPL e CLV.

Sempre busque por novas regras de SEO para trabalhar o seu material em cima delas. Então, faça também uma pesquisa de mercado para saber como agem as marcas que concorrem com a sua.

7 – Como aumentar o ticket médio com o Inbound Marketing?

Atrair leads qualificados te leva a ter uma chance maior de aumentar seu ticket médio com o Inbound Marketing. Desse modo, é preciso tirar proveito da melhor forma deste plano para educar os leads.

Esta tática ainda te protege de tentar vender às pessoas erradas. Mas, também te resguarda de oferecer produtos ao seu lead mais quente, porém, no momento errado, o que põe tudo por água abaixo.

Você pode também oferecer outros itens em serviço em conjunto, que vão interessar o seu possível cliente. Dessa forma, meça o volume de busca de cada palavra-chave e veja como conseguir atrair mais vendas.

Faça nutrição de leads

Nutrir os leads é uma etapa que deve fazer parte da rotina da sua empresa. Assim, o envio de material constante às pessoas que já mostraram interesse por seu produto ou serviço faz diferença na hora de converter.

Vale destacar que para isso é preciso saber bem em qual momento cada lead está. Portanto, analise todas as métricas e produza materiais para cada nível, como newsletter e e-mails marketing.

homem trabalhando no celular e laptop ao mesmo tempo, parece estar criando uma estratégia de marketing
Legenda: O Inbound Marketing proporciona 13 vezes mais acessos ao seu conteúdo. Imagem de rawpixel.com em Freepik.

O que mais você precisa saber sobre Inbound?

Grande parte das pessoas fazem uma busca detalhada sobre a maioria dos temas hoje em dia. Desse modo, não é diferente no caso de uma decisão de compra e mais ainda se for um item de ticket alto.

Produzir textos em seu blog e incluir formulários em landing pages também são técnicas comuns do Inbound marketing. Então, veja a seguir mais alguns pontos sobre que são relevantes para entender sobre ele:

  • Constrói autoridade;
  • Aumenta sua visibilidade.

Sempre tente juntar todas as técnicas que dizem respeito a esta estratégia para garantir sucesso com os leads. No entanto, invista em uma equipe que já tenha experiência, para seu plano não ser em vão.

Alguns dados importantes

As empresas que investem no inbound marketing conseguem, de modo geral, 13,2 vezes mais acessos e quase seis vezes mais clientes, segundo E-commerce Trens 2017. Além disso, quase 70% dos usuários descobrem lojas virtuais pelas redes sociais.

Quase 60% das pessoas já fizeram uma compra por causa de um e-mail recebido. Assim, quase 100% dos experts também relatam que o tráfego melhora seus resultados, segundo a mesma pesquisa.

Como é o processo de Inbound Marketing?

De modo geral, o plano de marketing voltado para o Inbound é dividido por etapas. Com isso, é possível traçar uma meta diferente para cada uma dessas fases para que o seu funil seja o mais simples que puder.

Etapas principais

A forma de atuação no mercado é que vai definir o sucesso da sua marca com este plano. Por isso, veja a seguir quais são as etapas principais neste tipo de tática, para saber como planejar as ações da sua marca:

  • Atrair visitas;
  • Converter em leads;
  • Relacionar;
  • Vender;
  • Analisar.

Há alguns experts que vão colocar apenas quatro etapas, onde após converter, viriam as etapas de vender e encantar. No entanto, é preciso, além de gerar venda, manter este cliente.

Explore todas as fases para ter sucesso

Todas as fases do Inbound Marketing devem ser seguidas para que a manutenção dos clientes seja algo natural. Desse modo, entregar um material que ajude o lead, além de um produto que cumpre a promessa, aumenta a chance do cliente comprar de novo.

1 – Como atrair clientes por meio do Inbound Marketing?

O ponto de partida desta estratégia é trazer novas pessoas ao seu negócio. Dessa forma, é possível usar suas redes sociais e conteúdos em blogs para atrair que novos visitantes acessem seu conteúdo;

A estratégia consiste, de modo geral, em criar respostas para as dúvidas das pessoas sobre dado serviço ou produto. Desse modo, com as técnicas certas, o seu resultado será entregue e a primeira etapa do laço está formada.

Há também a técnica do envio de e-mails marketing, para pessoas que já manifestaram interesse na sua marca. Assim, você mantém este público quente e traz mais visitas de leads qualificados.

Tráfego qualificado

No processo de Inbound Marketing é possível conquistar um tráfego que está interessado no seu produto. Isso porque, a sua estratégia está voltada em entregar o que estas pessoas precisam.

Há algumas formas de conseguir isso, por meio de blogs e redes sociais, com conteúdo otimizado para os motores de busca. Por isso, investir nesta técnica é uma boa maneira de gastar energia da forma certa.

Conheça o seu público

Para conseguir tal público, é preciso entender quem ele é. Então, faça um estudo de campo para saber qual é o nicho que você deve atingir, até mesmo na sua base de seguidores na rede social, por exemplo.

2 – Como fazer conversões com o uso de Inbound Marketing?

A etapa da conversão é uma das mais importantes no marketing de atração. Desse modo, ela é quem determina o sucesso no fim do plano, que é a venda para aquele visitante que chegou até você.

Para conseguir converter uma pessoa que acessou seu site em lead, ela precisa sentir a importância do seu material. Com isso, mesmo que ela não compre de imediato, o laço já foi criado em sua mente.

É preciso usar um material certo para cada nível de lead. Portanto, veja a seguir algumas dicas para cumprir esta etapa da forma certa e garantir que tenha os resultados esperados com sua ação:

  • Use formulários para conseguir dados da pessoa;
  • Crie newsletters e e-mail marketing;
  • Faça um bom CTA.

A tática mais usada é a de pedir os dados do visitante para envio de um material de valor, que desperte interesse. Dessa forma, a partir desse ponto é sua função mantê-lo com vontade em consumir seu produto.

homem sentado com um celular na mão, acessando a página de uma newsletter
Legenda: O uso de newsletters ajuda a manter o lead em contato com a sua marca. Imagem de Rawpixel no Freepik.

3 – Como encantar clientes com o Inbound Marketing?

Uma das melhores formas de trazer o cliente para o seu lado ou encantá-lo é criar ofertas especiais. Além disso, é ideal entregar a melhor experiência, para que ele se sinta no dever de comprar a você.

Investir em Customer Success é uma ótima dica para que o cliente crie laços com sua marca de longa data. Por isso, ter um contato onde você possa interagir de forma aberta com os clientes pode ser uma boa idéia.

Fidelização de clientes

Criar laços com o cliente ou com o lead que está pronto para fazer a primeira compra é uma ótima forma de alavancar seu negócio. Portanto, também é preciso saber a hora de agir e ofertar na hora certa.

Você deve surpreender o cliente e para isso há uma série de coisas que podem ser feitas. Assim, ofereça comunicação ágil e antecipe as necessidades da sua base, além de apresentar problemas que ele nem sabia que tinha, junto das soluções.

Conteúdo, produtos e serviços personalizados

Você pode criar materiais exclusivos para quem já é cliente, porque isso fortalece ainda mais este laço. No entanto, ainda é possível gerar algumas outras formas de interação, como estas a seguir:

  • Pesquisas de satisfação;
  • Ofertas exclusivas.

A vantagem de interagir com as pessoas é entender a dor ou a necessidade dos clientes. Então, use essas dicas ao seu favor para conseguir entender como melhorar ainda mais seu serviço.

Como é o funil de vendas no Inbound Marketing?

O Inbound Marketing oferece menor tempo na jornada de compra do cliente. No entanto, cada etapa deve ser planejada para que não haja risco de um erro que te faça perder a venda.

Etapas do funil de vendas

Devido ao fato de trazer um público mais qualificado, a venda acontece neste plano de forma mais natural. Por isso, o funil de vendas neste plano possui apenas três etapas, como você pode ver na lista a seguir:

  1. O topo, etapa de aprendizado e descoberta;
  2. Meio ou etapa de consideração;
  3. Fundo do funil, onde acontece a avaliação da compra.

Como em todos os casos, o topo do funil é onde o maior número de pessoas está. Então, o que você deve fazer é conseguir chegar ao fundo, mas sem perder altos números de leads durante o processo.

1 – Topo do Funil: fase de aprendizado e descoberta

Esta é uma etapa que determina o fim do seu processo. Desse modo, é preciso ter a certeza de que o material está o melhor possível e isso pode ser feito por meio de inúmeros testes.

Para saber como agir, é preciso que você entenda o processo do Inbound. Além disso, nesta fase o cliente ainda não sabe que tem uma dor e que esta precisa ser sanada com uma compra futura.

Fase inicial do contato

Nesta fase, de modo geral, o cliente encontra o seu conteúdo a partir de uma busca no Google. Dessa forma, ele deve se deparar com algo que esclareça a sua dúvida, mas que traga à tona algo que ele não saiba.

Esta etapa é chamada de fase de descoberta, porque o visitante vê que o tema que ele tem dúvidas pode causar um problema em sua vida. Por isso, é uma etapa também de aprendizado, em que ele deve ver como sanar o problema.

Dor do cliente

A ideia é que a pessoa que visitou o seu site saia dele com a consciência de que tem um problema, mas que este pode ser resolvido. Desse modo, se bem feito, o conteúdo deve levar o lead à próxima etapa.

2 – Meio do Funil: busca de soluções para o problema encontrado

Depois de entender mais sobre sua dor, o lead é levado à pesquisar sobre suas soluções. Mas, ele também deve entender que quem tem ela é a sua marca e você deve trabalhar a partir de novos conteúdos.

Há uma boa técnica para levá-lo a outro artigo que complemente o primeiro, que é o uso de links internos ou externos. Por isso, usar esta tática é uma forma simples de construir autoridade sobre sua fala.

Consideração e intenção

Nesta fase, é preciso ir um pouco mais a fundo na dor do cliente e nutrir os leads com algo mais direto. Assim, você pode usar materiais ricos para que ele dê um bom salto em direção à compra, que é a sua etapa final do funil.

Vale lembrar que aqui o lead ainda não se sente pronto para comprar. No entanto, por já entender sobre sua dor, é mais fácil que ele tome a decisão que você deseja e em menos tempo que o normal.

ilustração de um funil com o nome business e, seu fundo, leva ao desenho de um cifrão. No topo do funil tem escrito o nome leads várias vezes
Legenda: Entender e saber aplicar o funil de vendas garante uma ação melhor com seus leads. Imagem de dashu83 no Freepik.

3 – Fundo de Funil: foco na conversão

Nesta fase de avaliação e decisão o cliente já se sente mais confortável. Mas, é possível que ele ainda não saiba onde comprar a solução e você deve se concentrar nessa etapa para converter mais.

É preciso lembrar que nem só a boa relação garante vendas. Por isso, no caso de seu produto ter um preço mais alto, ainda é sua função convencer o cliente de que este preço vale a pena.

A etapa final, que é o fundo de funil, exige um bom trabalho de persuasão e copywriting. No entanto, jamais minta para o seu lead, porque além deste não comprar outro produto seu, também atuará como um anti-herói do seu negócio.

Mostre ao seu cliente que você é a melhor opção

Mostrar isso ao seu lead faz parte do processo natural do inbound marketing. Mas, esta é uma etapa frágil, afinal, qualquer erro nas fases anteriores vão fazê-lo ponderar muito antes da escolha.

Como fazer Inbound Marketing?

É preciso, além de conhecer as etapas, saber como agir em cada situação. Desse modo, é ideal entender como planejar cada uma das fases para conseguir vender mais na internet e criar laços com os clientes.

Antes de cada uma das etapas, é bom fazer uma pesquisa mais a fundo do que o seu público mais gosta. Por isso, é ideal que você saiba qual é seu alvo, para saber como agir diante dele.

Principais canais e ferramentas

Você pode usar diversos canais para atrair os clientes até seu conteúdo, como um blog dentro do seu site. Além disso, trabalhar bem as palavras-chave te permite chegar até o seu público.

Outro ponto que ajuda a converter é o uso de landing pages no site da sua empresa. Com isso, ainda é possível levá-lo a outro local, como ao Whatsapp da empresa para entender um pouco mais sobre o lead.

1 – Atração, a primeira fase do Inbound

Esta é a primeira etapa do inbound marketing, mas que não deve ser jamais ignorada. Por isso, precisa conter técnicas que melhorem o seu ranqueamento nos motores de busca usados pelo público.

Marketing de Conteúdo

A principal tática para atrair clientes é produzir um conteúdo de alta relevância para quem busca por dada palavra-chave. Desse modo, crie algo que esclareça as dúvidas do público, mas que engaje bem.

Site e blog

Criar um site para a sua marca é ideal para divulgar seus produtos e serviços. No entanto, para atrair visitas de novas pessoas é preciso criar um blog para a postagem deste conteúdo de valor criado.

Mídias sociais

Você pode criar conteúdo para postar nas mídias sociais da sua marca. Assim, é fácil construir uma presença digital, além de divulgar canais de comunicação rápida entre marca e cliente.

pessoa trabalhando no tablet e no notebook ao mesmo tempo. Na tela do tablet tem-se a página do calendário aberta e, na tela do notebook, há diversos gráficos sendo expostos
Legenda: O Inbound Marketing é a forma mais barata e rápida de conseguir leads qualificados. Imagem de Pixabay em Pexels.

2 – Conversão, segunda etapa do Inbound

Nesta fase, o foco é trazer os visitantes para uma etapa mais consciente de sua dor, a ponto de buscar soluções. Então, ofereça materiais ricos, mas peça em troca alguma forma de se aproximar do seu lead.

Formulários

O uso de formulários no seu site ou blog pode ser um diferencial para alavancar seu negócio. Assim, após um conteúdo bem feito, forneça um e-book ou algo de valor em troca do e-mail do cliente, para que você possa enviar o material.

Landing page

Esta é uma página de destino ou página de pouso, como revela sua tradução literal. Por isso, a única função dela é gerar leads ou vendas, além de capturar alguma informação a mais do lead.

CTA

O CTA é o meio pelo qual você convence o cliente a fornecer o que mais deseja. Desse modo, nesta chamada à ação inclua um botão que leve o cliente a clicar em algo ou preencher dado formulário.

3 – Venda, a terceira fase do Inbound

Esta é a fase que você mais esperava chegar e é o local mais frágil do processo. Isso porque, é preciso saber onde e quando agir, além de entender como usar a tecnologia ao seu favor.

Automação de marketing

Há algumas ferramentas que você pode associar ao seu plano de marketing. Desse modo, é possível investir em uma ferramenta de automação, para reduzir o tempo e os custos de trabalhos manuais.

E-mail marketing

Esta tática é uma das melhores formas de manter seus leads informados e conscientes da sua marca. Assim, você pode separar os leads em níveis e enviar um material próprio para cada um desses.

Nutrição de leads

A nutrição de leads é o que vai levá-los ou não à próxima etapa do funil de vendas. Por isso, não é ideal que seja entregue qualquer material, mas sim algo que ajude a construir uma ideia lógica em sua mente, que é a decisão da compra.

4 – Encantamento, última etapa do Inbound

Esta é a fase final, que consiste na compra, além da possível fidelização do cliente. Dessa forma, acompanhar a experiência da pessoa durante o uso do seu produto é algo que marca a mente dos clientes.

Relacionamento ativo

A etapa mais importante de todo o processo é criar um laço e deixá-lo vivo por muito tempo. Para isso, é ideal que você continue com o contato ativo deste cliente, para que ele se sinta confortável de comprar de novo.

Conteúdo avançado

Produza um material avançado para quem já está do lado da sua marca. Assim, uma forte técnica de Marketing é mostrar que as dores das pessoas avançam, mas que suas soluções acompanham este processo de evolução.

Sucesso do cliente

Investir no sucesso do cliente é um diferencial para os negócios darem certo hoje em dia. Dessa forma, este mesmo lead que fora convertido vai virar um canal de divulgação do seu produto para outras pessoas.

mesa com notebook e vários relatórios com gráficos espalhados
Legenda: O Inbound Marketing permite uma análise em tempo real dos dados da estratégia. Imagem de Lukas em Pexels.

Como mensurar os resultados com o Inbound Marketing?

Para que uma estratégia de marketing funcione é preciso medir o resultado das ações que sua empresa tomou. No entanto, veja a seguir o que deve sempre ser levado em conta nestas análises:

O seu plano dificilmente dará certo na primeira tentativa. Mas, se for bem feito, com a análise das métricas, é possível melhorar apenas os pontos mais críticos, para conseguir vender mais.

Meça os resultados de forma contínua

Crie um cronograma ou invista em formas de análise em tempo real dos resultados. Assim, é possível antever os problemas ou melhorar algum conteúdo antes que mais gente o veja.

Um plano mal executado ou um conteúdo ruim podem comprometer todo o processo de conversão. Por isso, analisar e fazer situações de teste, seja com títulos ou com o material, podem salvar sua estratégia.

Trace uma nova estratégia se necessário

Caso nada funcione, você tem a vantagem de conseguir reiniciar o processo com o inbound marketing. Então, não se prenda a algo que não converte, porque isso pode criar uma má imagem de sua marca na mente dos leads.

Você pode optar ainda por contratar uma agência para te ajudar com esta questão. Assim, ter um parceiro também pode ser uma forma de conseguir converter mais e aumentar o lucro de forma natural.

Quais as principais métricas de Inbound Marketing?

Para saber como mensurar os resultados é ideal conhecer mais sobre estes dados. Por isso, veja a seguir quais são as principais métricas, para entender como agir diante dos números:

Em cada uma dessas métricas é ideal que você planeje formas de reduzir custos. Além disso, crie uma força oposta, que é a de aumentar o tráfego, como forma de conseguir vender mais na internet.

1 – ROI, retorno sobre o investimento

A principal métrica para saber como agir é o retorno sobre investimento. Afinal, com ele você é capaz de verificar se está no lucro ou se o plano de Marketing não vale a pena até o momento.

Para chegar a tal número, basta calcular o valor investido e o seu retorno. Assim, é possível entender se a estratégia foi bem feita e onde você deve melhorá-la, caso se faça preciso tal mudança.

O plano de marketing que gera prejuízo deve ser suspenso de imediato. Isso porque, ele se torna uma despesa e apenas um canal de saída de dinheiro, o que não interessa a nenhum negócio.

Ajuste o orçamento do seu negócio

Nem sempre a estratégia mais cara é a que leva a mais resultados. Por isso, é ideal tentar algo de baixo custo mas com grande impacto, como é o caso do SEO ou um domínio do seu site.

2 – Como é a taxa de conversão com o Inbound Marketing?

É preciso entender a taxa de conversão em todas as etapas do funil de vendas. Além disso, a de visitas também é um ponto que merece uma análise com cautela, para saber onde está forte e frágil.

O cálculo é simples, você só precisa dividir o número de pessoas que foi de uma etapa à outra pelo número de acessos. Assim, é fácil saber qual a porcentagem de usuários que foram atingidos da forma certa.

Visitantes e leads

Para entender quantos leads foram trazidos pelo inbound marketing, use o cálculo acima. Então, se a cada mil pessoas que acessaram apenas 100 preencheram o formulário, por exemplo, sua taxa de conversão é de 10%.

Este plano de marketing leva a uma conversão bem maior que outras estratégias. Por isso, é uma das mais eficazes formas de atingir o objetivo final, além de garantir mais chances de fidelizar o público.

Uma estratégia para cada fase

O ideal é que nada seja muito genérico e a cada fase o cliente sofra um impacto positivo com a sua marca. Desse modo, saiba como agir e como definir todas as etapas em que o lead se encontra.

imagem de uma pessoa clicando em uma barra de pesquisa à sua frente
Legenda: É essencial acompanhar as visitas do seu site e melhorar a experiência do usuário. Imagem de Freepik no Freepik.

3 –  O que é conversão do funil no Inbound Marketing?

A conversão do funil é a forma de saber como cada um reage às etapas e quantos passam de uma fase à outra. Portanto, é ideal para entender alguns pontos sobre o lead, como estes a seguir:

  • O que os atrai;
  • Se a estratégia é boa;
  • O tempo que leva na conversão.

Você só consegue saber como melhorar cada estágio a partir de uma análise no funil de vendas. Dessa forma, veja o processo como um todo, mas separe cada estágio para definir como agir.

Fique atento aos estágios do lead

É preciso bolar um plano para cada estágio, mas sempre a partir da sua persona, já definida antes. Assim, fica mais fácil entender onde cada um se encontra, para evitar oferecer um produto antes do lead estar pronto.

4 – Qual a proporção ideal entre CLV e CAC?

O ideal para todos os negócios é que CAC ou Custo de Aquisição de Clientes seja menor que o CLV. Por isso, o valor vitalício do cliente é o que define por quanto tempo ele permanece com sua empresa.

No caso de um custo de aquisição maior que o tempo de permanência, o esforço é muito alto e o retorno muito abaixo do ideal. Além disso, chegará uma hora que a captura de leads será mais rara, o que pode gerar problemas ao seu negócio.

Saúde financeira da empresa

Fidelizar um cliente é a melhor maneira de manter a saúde financeira da sua empresa. No entanto, também é preciso investir em formas mais baratas ainda de conseguir captar leads, como o inbound marketing.

5 – NPS e a proporção entre CLV e CAC

A pesquisa de satisfação é uma das formas mais eficazes de tomar uma decisão em um plano de marketing. Assim, veja a seguir algumas vantagens de usar o Net Promoter Score ao seu favor:

  • Identifica erros no plano;
  • Gera novos clientes, no caso de bons números.

Você consegue melhorar todo o seu plano a partir de feedbacks ou das notas que os clientes deram ao seu método. Por isso, a proporção de fidelidade dos clientes depende da sua satisfação de forma direta.

Como o Inbound Marketing funciona em diferentes setores?

A estratégia de marketing digital do tipo que gera atração funciona para qualquer área. No entanto, é preciso uma análise precisa de sua persona para saber como começar as ações no seu ramo.

Foque no objetivo do negócio

Para cada objetivo, é possível criar um plano de ação para converter. Desse modo, se você vende um produto físico, trabalhe com conteúdos como reviews de objetos ou até mesmo uma explicação de como usá-lo ou para que serve.

Quais as principais ferramentas de Inbound Marketing?

É possível usar algumas ferramentas para auxiliar seu plano de inbound marketing. Dessa forma, veja a seguir algumas delas, para que você possa pesquisar mais sobre cada uma em especial:

  • WordPress, para o caso de blogs;
  • SEMRush, uma ferramenta de SEO.

Você pode usar softwares para automatizar também o disparo de e-mail, por exemplo. Assim, é o caso do HubSpot e do RDStation, ambos simples de usar e que vão ser muito úteis.

Como aprender sobre Inbound?

Para entender mais sobre o tema, você pode assinar listas de outras empresas para receber seus e-mails. Desse modo, entenda o que de melhor elas produzem e melhore. Portanto:

  • Assine algum blog de inbound marketing;
  • Pesquise em sites de confiança;
  • Estudo a partir de livros sobre o tema.

Você pode optar por acompanhar este blog para receber atualizações sempre sobre este e mais temas do Marketing digital. Então, salve nos seus favoritos e use estas dicas para conseguir vender mais.

Você aplica o Inbound Marketing no seu negócio?

Caso ainda não aplique, não perca mais tempo e comece a elevar seu negócio a outro patamar. Além disso, caso precise de ajuda, conte com este blog para garantir os melhores retornos possíveis.

Seja o primeiro a ser notificado, sempre que um novo artigo ser publicado

Deixe uma resposta