Tudo sobre Marketing e Empreendedorismo

Como a mídia paga impacta na sua estratégia de marketing digital?

A mídia paga é um ótimo recurso para impulsionar seus conteúdos e melhorar os resultados das estratégias de marketing. Aliás, diferente do SEO, é possível atingir os objetivos de modo mais rápido.

Use esse método para alavancar o seu negócio sem demora para chegar onde deseja. Dessa maneira, saiba como ele funciona e como aplicar no seu planejamento de marketing digital.

O que é mídia paga?

É a mídia que não aparece de forma orgânica para o público. Ou seja, é preciso, como o nome sugere, investir uma quantia para que ela apareça para usuários em específico. A principal vantagem de fazer isso é que você pode definir as características do grupo.

Na mídia orgânica, por exemplo, não é possível estabelecer quem verá um conteúdo, a que horas ou por qual canal terá acesso a ele. Com a paga, há um controle sobre tudo isso de acordo com o que já conhece sobre a sua persona.

Impulsionamento

Esse tipo de mídia é útil para diversos fins, um deles é o de impulsionar conteúdo nas redes sociais. Dessa forma, seus posts podem chegar a um público com interesse muito maior do que aquele que atingiu de forma orgânica.

Impulsionar seus posts ou materiais é um dos meios de conseguir mais engajamento e alcance de marca. Então, a mídia paga deve estar presente na sua estratégia de marketing.

pessoa sentada, usando o celular
A mídia paga contribui para o alcance de público e engajamento nas redes sociais. Imagem de cottonbro no Pexels

Quais os tipos de mídia paga?

Embora as redes sociais sejam os canais mais conhecidos para esse tipo de mídia, existem outros. Assim, cada um conta com formatos de anúncios e segmentações distintas. Por isso, é importante conhecer bem todos, a fim de escolher os melhores para seus objetivos.

Buscadores da internet

São as plataformas usadas para fazer pesquisas diversas. Elas apresentam grande diversidade de público e um número alto de acessos todos os dias. O mais conhecido é o Google, mas existem outros como o Bing e o Youtube.

Nesses canais, a mídia paga é cobrada pelo Custo Por Clique (PPC) ou Custo Por Impressão (PPI). Assim, quando você investe em um anúncio, ele será exibido antes dos resultados de pesquisa orgânicos.

Portais

As campanhas feitas em portais são aquelas exibidas por um certo período no site. Desse modo, o objetivo da publicidade é levar o usuário até a sua página, a fim de conhecer seus produtos, serviços ou conteúdos. Nesse tipo de mídia, os formatos mais comuns são:

  • Pop-ups;
  • Imagens;
  • Gifs.

Em alguns portais, é possível definir a posição em que o anúncio vai aparecer na página. Além disso, de acordo com os resultados, as suas mídias podem aparecer em diversos sites de interesse do usuário.

Redes sociais

As redes sociais, sem dúvida, se tornaram os principais canais para divulgação de conteúdo pago. De fato, os mais diversos públicos estão presentes nelas e elas permitem segmentar bastante a audiência que deseja atingir por:

  • Região;
  • Idade;
  • Sexo;
  • Profissão.

Fora isso, o comportamento do usuário permite que você crie campanhas com maior precisão. Por último, vale destacar que as redes sociais são ótimos meios para promover conteúdos ou produtos.

Por que investir neste tipo de mídia?

Antes de tudo, porque é uma forma de impulsionar seus posts, produtos ou conteúdos e tornar a sua marca mais conhecida. Além disso, esse tipo de mídia é ideal para quem precisa de:

  • Valores flexíveis;
  • Não é preciso investir em mídia paga em todas as plataformas;
  • Alcançar um público mais seleto.

Você pode analisar as áreas em que seu negócio precisa melhorar e definir qual é o público ideal para isso. Desse modo, pode atingir um grupo qualificado se deseja realizar vendas ou pessoas que têm interesse em seu tipo de produto, mas não conhecem a sua marca.

Vantagens do uso da mídia paga

Usar mídia paga para promover suas publicações, serviços ou produtos é uma boa escolha por vários motivos. Aliás, é algo essencial para a sua estratégia em algum período do seu negócio. Em síntese, as principais vantagens são:

  • Muitas opções de segmentação;
  • Análise de métricas detalhadas;
  • Maior visibilidade por um determinado período;
  • Aumentar tráfego do site;
  • Interação direta com o público ideal.

A agilidade dos resultados é um dos maiores benefícios de se investir nesse tipo de mídia. Assim, permite que você ganhe maior alcance na internet e possa criar as campanhas seguintes com maior precisão.

Relatórios detalhados

Quando criar uma campanha em qualquer tipo de mídia, você terá acesso a dados bem detalhados sobre a performance. Dessa forma, são métricas valiosas para as suas decisões futuras, pois permitem identificar as falhas e acertos do seu plano.

homem apontando o dedo, para a ilustração de 5 estrelas que há no centro da imagem
Antes de investir em mídia paga, priorize a qualidade de seu site e perfis nas redes sociais. Imagem de Tumisu no Pixabay

Como investir em mídia paga da forma correta?

Investir em mídia paga, como você viu, é muito vantajoso para o seu negócio. Mas, não se trata apenas de criar anúncios e colocá-los em circulação, de fato, isso pode causar prejuízos. Portanto, siga um passo a passo para definir uma boa estratégia.

Passo 1- Organize o seu negócio

O primeiro passo é tornar o seu espaço online, seja o site, página ou perfil em rede social, atrativo para o usuário. Afinal, o anúncio é um convite e se a promessa não está aliada a uma boa experiência, é mais provável que a pessoa o abandone. Portanto:

  • Priorize a experiência do usuário;
  • Tenha um site responsivo;
  • Crie conteúdo que agregue valor;
  • Interaja com seus clientes.

O seu domínio ou perfil deve ser atrativo não só de forma visual, mas também com conteúdos úteis. Além disso, aspectos técnicos como o tempo para carregar uma página de seu site precisam ser otimizados.

Passo 2- Distribua a verba

Analise quais são os canais e os seus objetivos em anunciar nelas. Assim, distribua a verba de modo estratégico. Dessa forma, seus investimentos não ficam apenas em um tipo de mídia e pode-se aproveitar melhor os dados da campanha.

Passo 3- Tenha um objetivo claro

Sem definir as metas, é impossível avaliar os resultados. Portanto, é essencial que a sua campanha com a mídia paga tenha um objetivo claro. Eles podem ser, por exemplo:

  • Aumento de tráfego ou de vendas;
  • Reconhecimento de marca;
  • Lançar produtos;
  • Promover conteúdo.

A definição desse objetivo, em geral, pode ser feita na plataforma de anúncios. Assim, ela influencia os formatos de mídia e até a cobrança, que pode ser por clique, impressões, curtidas, comentários e vários outros que mudam de acordo com o canal.

Passo 4- Determine o público-alvo

Um dos benefícios de usar os recursos digitais para criar campanhas é que segmentar seu público é uma tarefa muito mais precisa. Por isso, estude a persona do seu negócio e as características da audiência que já têm. Com isso, em um anúncio se pode separar por:

  • Interesses;
  • Sexo;
  • Idade;
  • Região;
  • Profissão.

Esses são apenas alguns exemplos. Outro fator importante na definição de público-alvo é entender sobre funil de vendas e jornada do cliente. Desse modo, você pode criar algo que desperte a atenção de quem conhece ou não a sua marca, produtos ou serviços.

Passo 5- Escolha o formato e a plataforma

Antes de tudo, escolha a plataforma. Isso porque, os formatos de mídia que elas aceitam variam um pouco. Mas, de modo geral, é possível usar imagens, vídeos, textos, links e gifs.

Passo 6- Crie e ative os anúncios

O último passo é criar e ativar a suas campanhas para anunciar seus produtos na internet. Muitas plataformas têm uma configuração diferenciada para iniciantes, a qual é mais intuitiva. Assim, basta fazer as suas escolhas em cada aspecto e ativar.

Qual a diferença entre mídia paga, mídia proprietária e mídia ganha?

A mídia paga é a que você precisa investir dinheiro para exibir seus conteúdos para um determinado grupo de pessoas. Desse modo, a sua campanha divide espaço com várias outras marcas e concorre pela atenção do cliente.

Já a mídia proprietária, como o nome sugere, é a que você tem total controle. É o caso do seu site, blog ou perfis sociais, por exemplo. De fato, nesse domínio é possível definir o que vai ser publicado, a que horas ou quem vai responder nos comentários.

A mídia ganha é a que se conquista quando produz conteúdos de qualidade. Então, de forma orgânica, as pessoas compartilham links ou fazem menções a sua marca por ser uma autoridade no assunto.

Marketing de conteúdo: qual a sua importância neste tipo de mídia?

O marketing de conteúdo consiste na criação de materiais como artigos, ebooks e infográficos que sejam úteis para o seu público. Assim, eles também funcionam como uma forma de educar a sua audiência sobre diversos temas da sua área, além de:

  • Aumentar o tráfego para o seu site;
  • Gerar mais vendas;
  • Impulsionar a geração de leads;
  • Reduzir o custo de aquisição de clientes.

Pode-se usar a mídia paga para impulsionar esses materiais nas redes sociais ou buscadores. Dessa forma, uma estratégia funciona bem com a outra em muitos casos.

Com isso, o custo de aquisição de clientes se reduz, porque há mais chances de que você conquiste a audiência de modo natural. Então, os investimentos em conteúdo pago também podem ser menores em alguns canais.

mulher sentada com um laptop no colo
Impulsione seus conteúdos com a mídia paga. Imagem de Vlada Karpovich no Pexels

Vale a pena usar mídia paga no seu negócio?

Usar a mídia paga para a sua marca, como você viu, pode trazer muitas vantagens. No entanto, antes de tudo, é essencial que estude a sua persona, organize o seu negócio e analise as métricas, a fim de se aprimorar mais a cada campanha.

Seja o primeiro a ser notificado, sempre que um novo artigo ser publicado

Deixe uma resposta

Usamos cookies para melhorar sua experiência neste site. Ao continuar no site, você concorda com essas condições. Sim Mais detalhes