Tudo sobre Marketing e Empreendedorismo

Post satélites: entenda para o que serve e como botá-lo em prática

Post satélites atuam como um artigo com um conteúdo bem específico sobre um certo tema, dentro dele, tudo deve ser mais explicado do que em um post pilar.

Com o post satélites é possível conquistar muito mais visitantes para um artigo. A ideia é que ele traga mais pessoas que vêm direto do post pilar. Então, ele precisa tratar de algum assunto em específico que possa fazer uso de uma palavra-chave long tail.

O que significa post satélites?

Um post satélite funciona como um artigo menor para dar potência a um blog. Quando definir o tópico de um texto, é preciso saber quais palavras-chave tem maior foco dentro dele. Então, funciona com alguns passos bem simples para entender:

  • cria-se um artigo completo;
  • encontra as palavras-chave;
  • faz um conteúdo menor para cada uma delas.

Como exemplo para esse caso, é quando se cria um artigo sobre marketing digital. Assim, quando se fala de algo específico como livros, pode-se mostrar novos conteúdos para ver mais opções. Dessa forma, a técnica de link building também pode se encaixar nisso.

Todo mercado tem as suas próprias palavras-chave e é preciso descobrir quais são elas. Em seguida, é preciso investir no que é relacionado a elas para adicionar nos posts.

Intenção do usuário 

Quando se descobre uma palavra-chave que o público procura, é preciso entender mais sobre a intenção do usuário. Portanto, é a chance de ver quais são os tópicos tratados dentro desse mesmo tema.

A intenção do usuário é o que ele pretende buscar quando acessa o Google. Ou seja, é o ‘por que’ de ele clicar em algum link nos resultados e não em outro.

SEMRush

Uma boa maneira de descobrir qual é a intenção do usuário é com o uso do SEMRush. Assim, é possível fazer pesquisas a respeito do volume de buscas das palavras-chave long tail. Além disso, tem outras ferramentas que podem ser usadas caso seja necessário.

Modo de funcionamento

O SEMRush é capaz de trazer relatórios sobre vários pontos diferentes como domínio e palavras-chave. Assim, uma pesquisa baseada nas personas de um blog, pode ajudar a descobrir o que elas têm de interesse na internet.

Post satélites: A imagem mostra uma pessoa criando uma estratégia de conteúdo de marketing.
Um post satélites precisa ser um artigo produzido com a palavra-chave long tail. Imagem: de rawpixel.com no Freepik.

Como definir um conteúdo mais completo com o post satélites?

Post satélites precisam estar dentro de conteúdos mais completos em uma página. Por exemplo, ele é o que ajuda a direcionar a estratégia de um blog. Os vários artigos que são sustentados pelo texto tronco ajudam bem mais.

É uma boa maneira de entender quais são os principais assuntos que precisam ser considerados no blog. Assim, os tópicos que serão falados podem ser vistos até mesmo no que a concorrência posta. O que estiver em alta na palavra-chave, precisa de conteúdo.

Conteúdo satélite 

Ter um conteúdo completo para colocar links para artigos menores, precisa de um ponto simples. Eles devem ser todos sobre tópicos relevantes e que o usuário vai querer ver. Assim, eles são vistos como o conteúdo satélite que orbitam o pilar.

É o momento de gerar o máximo de relevância possível para conseguir melhores posições no Google. Usar backlinks também é uma ótima estratégia de marketing.

Vários conteúdos 

Um exemplo eficaz é quando se cria um artigo com uma palavra como ‘publicidade’. Assim, a estrutura desse post iria tratar de vários conteúdos dentro do mercado da publicidade, com palavras-chave como:

  • planejamento publicitário;
  • a publicidade nociva;
  • como funciona uma agência publicitária.

O próximo passo é criar artigos que se encaixam dentro desses mesmos tópicos. Além disso, palavras-chave que ganham um link building e não tem muita disputa podem ser ótimas para rankear. 

Por que o post pilar é importante para os post satélites?

Um post pilar abrange vários temas em sua estrutura, mas a profundidade dos tópicos está no post satélites. Por isso, a base dele precisa consistir em detalhes como:

  • hiperlinks;
  • textos que se ligam a ele.

Tudo é importante para que o lead sinta a vontade de se aprofundar dentro daquele tópico e conhecer mais sobre ele. Assim, a página pilar consegue conquistar a própria relevância e se destaca no tráfego orgânico do Google. 

O post pilar não faz volume apenas pelo texto, mas pela variedade de links que estão dentro dele. Então, é preciso lembrar do quanto os posts satélites precisam ser mais profundos e ricos. 

Fazer um post pilar já significa que ele irá se basear em alguma palavra-chave muito procurada. Por isso, um texto satélite sempre precisa se basear na long tail para obter sucesso. Contudo, mesmo ele, pode se tornar um artigo pilar também mais tarde.

Como fazer a estratégia de post satélites funcionar bem?

O ideal é mostrar para o Google que entende bem do tema que trata no post satélites. Contudo, é muito importante que tenha sempre um aumento do número de posts na página pilar. Então, ela precisa sempre passar por alguma espécie de manutenção.

Um dos pontos mais essenciais é que o algoritmo do Google sempre prioriza um conteúdo atualizado. Além disso, as páginas que conseguem manter seus usuários por mais tempo, também são prioridades. O nome da estratégia é mais conhecido como Topic Cluster.

Especialista no tema

A melhor forma de trabalhar com essa estratégia é mostrar para o Google que é especialista no tema. Então, não serve apenas para mostrar que tem um conteúdo completo sobre um determinado assunto. É essencial para se posicionar como autoridade.

Post Satélites: A imagem mostra um homem usando um celular, por cima da imagem está alguns ícones da internet
O post satélites é essencial para fazer um usuário acessar mais conteúdos dentro de um site. Imagem de creativeart no Freepik.

Conteúdo completo

Quando se tem algo além de um conteúdo completo, mas que mostra domínio sobre o tema, é mais fácil de rankear. Assim, o Google entende que seu site tem autoridade sobre um assunto, seja ele qual for, como publicidade, marketing e coaching.

As palavras-chave long tail também são menos procuradas dentro dos mecanismos de buscas. Dessa forma, são a melhor opção para conquistar um bom espaço no Google.

Dificuldade para rankear 

Caso tenha um blog que tenha muita dificuldade para entrar no ranking do Google, use as palavras-chave long tail. Assim, tem as chances de conseguir uma posição que gera autoridade e os backlinks se tornam algo natural.

Um conteúdo rico é o que mais tem chances de ganhar menções naturais em outros sites. Por isso, tudo deve ser bem pensado e com uma boa estratégia para ganhar essas referências. 

Quanto mais conteúdo específico (o post satélite) e o generalista (post pilar) tiver, maiores são as chances de ter um backlink. Ou seja, é um material a mais para que os sites que incluem links externos usem. E o lado positivo é que tudo será feito de uma forma orgânica.

Outro ponto positivo é que essa estrutura de produção de conteúdo também consegue favorecer guest posts. Assim, essa será mais uma via para ganhar esses links buildings.

Fortalecer a página 

Ganhar esse fortalecimento para a página e todos os conteúdos dela é o trabalho do próprio post satélite. Além disso, quando se tem um artigo, o primeiro link deve sempre apontar para o post pilar. Desse modo, aumenta as chances de crescer dentro do Google.

Ter um espaço no Google, significa que o seu site aparece nas primeiras páginas de pesquisas do buscador. Então, isso gera mais acessos para que mais pessoas vejam o conteúdo.

Conquiste o primeiro lugar no Google

É possível levar em conta alguns pontos importantes que o fator de ranqueamento do Google precisa. Por exemplo, criar artigos que usem o SEO pode ser ótimo para ajudar um blog. O post pilar é ótimo para ganhar destaque em uma palavra-chave disputada.

Vale a pena usar o post satélites?

O post satélites é o que ajuda a conquistar mais resultados dentro de um artigo. A dinâmica em que se coloca o algoritmo do Google também induz um texto a ter dinamismo. Por exemplo, não há como saber quais são as estratégias que continuarão eficazes depois.

Durante o momento atual, criar um post pilar com posts satélites é um rumo bem interessante para se tomar. Mas, é preciso ter atenção a alguns pontos como:

  • volume de visitas;
  • maneiras de melhorar a performance.

Uma forte estratégia de inbound marketing pode ser essencial para ajudar nisso. Além disso, melhorar o SEO nesses artigos é um ponto fundamental para atrair visitantes. Então, além do post pilar e satélite, existem outros detalhes para se trabalhar.

Usamos cookies para melhorar sua experiência neste site. Ao continuar no site, você concorda com essas condições. Sim Mais detalhes