Tudo sobre Marketing e Empreendedorismo

O que é a venda direta e como usá-la de forma estratégica?

A venda direta é um dos modelos de comércio mais comuns no Brasil, além de ser uma prática que traz muitas vantagens para quem a adota. Contudo, este guia de vendas irá mostrar o que é essa estratégia e como aplicar no seu negócio para ter maiores resultados.

O que é venda direta?

É um modelo que consiste em realizar o processo sem que seja preciso a presença de um intermediário. Ou seja, acontece de uma pessoa para outra, de modo que, o dono de um determinado produto faz a oferta para o cliente final. Assim, essa estratégia de negócios pode ser feita de muitas formas, por exemplo:

  • Em casa;
  • Online;
  • Catálogo;
  • Porta a porta.

São os métodos que esses comerciantes independentes podem atuar para vender mais e também ter um contato próximo ao seu consumidor. Com isso, é possível fazer as melhorias necessárias com os feedbacks que eles lhe darão.

Qual o objetivo de uma venda direta?

O objetivo de uma venda direta é tirar do jogo os intermediários que fazem a distribuição dos produtos. Como resultado, reduz os custos de todo esse processo e com isso, gera-se uma receita maior, bem como, a atenção e o maior reconhecimento dos seus clientes.

Quais as principais vantagens da venda direta?

Uma das grandes vantagens da venda direta é a aproximação com os clientes, já que as chances de conexão são muito maiores. Ou seja, as pessoas ficam mais confortáveis quando sentem que podem confiar em alguém do que em uma empresa, por exemplo. Contudo, vale destacar também outros pontos positivos que esse modelo de comércio traz como:

  • Expansão de mercado;
  • Torna o seu produto mais conhecido;
  • Reduz os gastos.

Entre muitas vantagens que podem se apresentar com o decorrer da prática. Contudo, pode parecer difícil no começo, mas esses proveitos podem suprir muito o esforço da sua aplicação.

aperto de mãos entre duas pessoas, como se estivessem fechando negócio
Na venda direta, o produtor faz o negócio com o cliente, ou seja, não há intermediários. Imagem de yanalya no Freepik.

Crescimento do mercado

A venda direta é um modelo que dá uma maior margem de crescimento de uma empresa, visto que investem cada vez mais na área. Já que os clientes não têm tanta resistência a essa prática, assim os vendedores podem atuar de forma livre e em qualquer lugar.

Maior proximidade com o cliente

Essa prática dá ao cliente uma relação mais direta e personalizada com o seu produto, como resultado, gera mais confiança. Além disso, uma compra mais acessível por parte deles e uma conexão mais forte podem render frutos, por exemplo, a indicação para outros consumidores. Por isso, muitas empresas buscam adotar esse método de negócio.

Custo reduzido

Ao adotar essa prática, a sua empresa pode ter uma economia considerável, já que reduz os custos com divulgação e marketing, além dos gastos com manutenção de pessoas para engajar e expandir as vendas.

Modelos de venda direta

Os modelos de venda direta são o porta a porta, catálogo, party plan e consultoria. Essas são as bases para aplicar esse método, contudo, saiba mais a respeito deles de forma mais detalhada nos tópicos a seguir.

Porta a porta

Esse é um dos métodos mais comuns e como o próprio nome sugere, o vendedor vai direto ao seu cliente, como uma visita pessoal. Contudo, nessa estratégia, ele leva uma pequena amostra do produto para que o consumidor conheça, a fim de gerar uma possível venda.

Catálogo

Nesse modelo de vendas, o cliente tem acesso a catálogos com os produtos oferecidos. Contudo, o revendedor deve estar preparado e ter um pequeno estoque para o caso de uma possível compra de ocasião. No entanto, essa prática é muito mais comum sob encomendas, onde o consumidor faz o pedido e o recebe com o tempo previsto.

Party plan

No party plan, é realizado um evento para fazer a amostra do produto de forma bem detalhada para apresentar aos consumidores, bem como, atrair outros vendedores que possam aumentar ainda mais o alcance do seu negócio. Afinal, todos os presentes conhecerão a oferta que será exibida.

Consultoria

A venda direta por consultoria acontece em casos em que há um problema e a pessoa responsável por representar um produto o oferece como solução. No entanto, é vital que o vendedor seja honesto com seu cliente, de modo que, ofereça algo que resolva a sua dor.

Como aprimorar a sua estratégia de venda direta?

Há várias formas de fazer isso, por exemplo, identificar o público-alvo, domínio de produtos e serviços, atendimento personalizado e gestão de estoque. Ao passo que, aplicar esses métodos com eficiência, trará os resultados que tanto se busca com esse tipo de venda, desde que se conheça todos os detalhes a seguir.

Conheça o seu público-alvo

Busque entender quais são as maiores dificuldades, desejos e necessidades que seus clientes têm para poder fazer a abordagem certa. Dessa forma, ofereça os produtos de forma elaborada para que o seu consumidor tenha tudo o que precisa.

Usar as redes sociais também é uma ferramenta que pode ajudar nesse processo de conhecer o seu público-alvo, além de gerar engajamento também. Como resultado, os lucros de uma empresa podem crescer de forma considerável.

Domine tudo sobre seus produtos e serviços

Conhecer o produto é a arma principal de um vendedor, de modo que isso pode ser determinante para fechar uma venda. Porque, tudo o que o cliente perguntar ou tiver dúvida é vital que saiba responder de forma precisa, além de detalhar as vantagens que ele oferece.

Tenha um atendimento personalizado

Um atendimento personalizado é vital para ter sucesso na venda direta, ao passo que o uso das ferramentas de automação pode ajudar muito no processo. Afinal, nem sempre é possível usar o método porta a porta, mas o importante é que o cliente se sinta único e especial a cada interação.

Faça a gestão do seu estoque de produtos

O estoque é uma parte importante no processo de vendas para fidelizar os seus clientes, porque isso fará com que consiga atender a demanda. Assim, sempre terá como repor os produtos de acordo com a necessidade, afinal, a fidelidade deles é crucial para as receitas frequentes. Então, invista em automação tanto para manter os consumidores atuais quanto para atrair novos.

Vale a pena usar a venda direta na sua estratégia de marketing?

Ela vale muito a pena, porque é uma estratégia que ao aplicar e otimizar da forma certa, pode gerar muito lucro para o seu negócio. Bem como, para aqueles que adotarem a prática da venda direta, ao passo que, ela traz muitos benefícios, por exemplo:

  • Reduz os custos com divulgação;
  • Aproxima a sua marca do seu cliente;
  • Expandir o seu alcance de mercado.

São algumas das vantagens notáveis que o empreendedor, fabricante ou vendedor pode obter ao usar essa estratégia, mas de maneira inteligente. Ou seja, alinhado com boas práticas como as que estão neste artigo, para que consiga chegar aos resultados que almeja.

Seja o primeiro a ser notificado, sempre que um novo artigo ser publicado

Deixe uma resposta

Usamos cookies para melhorar sua experiência neste site. Ao continuar no site, você concorda com essas condições. Sim Mais detalhes