Tudo sobre Marketing e Empreendedorismo

Marketing internacional: veja dicas para aplicar em seu negócio

Toda empresa que deseja alcançar novos caminhos no exterior deve investir em marketing internacional para ampliar o alcance da marca por meio da comunicação

Com o marketing internacional o seu negócio aumenta a chance de atrair clientes em novos mercados que jamais foram alcançados. Assim, internacionalizar a marca é um passo adiante em busca do sucesso no exterior, mas não é um processo muito nada fácil. 

Qual o significado de marketing internacional?

Marketing internacional é uma forma de publicidade para conquistar novos consumidores ao redor do mundo. Por isso, quem quer atingir o público-alvo em outros países terá que trabalhar muito para esse novo posicionamento da marca fora do Brasil. 

O que fazer antes de expandir o seu negócio?

Essa fase de uma corporação é um processo que vem, provavelmente, de muito anos de esforço e pode ser crucial para a empresa. Desse modo, a expansão é muito aguardada pelos gestores para ampliar o negócio. Enfim, você vai ter que ver algumas coisas como:

  • obstáculos culturais;
  • legislação local;
  • pesquisas sobre o novo produto;
  • conhecer o público-alvo;
  • ter autoridade para conquistar a confiança do cliente;
  • proteção contra as possíveis crises.

Cultura local

A cultura local é algo que você deve pôr como prioridade em seu planejamento caso queira entrar no mercado externo. Logo, fazer estudos e coleta de dados, ir atrás de consultorias se faz preciso para poder ver quais são as tendências daquela cidade ou país. 

Nunca é fácil buscar um novo lugar para expor a sua marca, por isso entender o público-alvo deve ser um dos passos iniciais do processo. Só ao entender como é a realidade de cada local que poderá desenvolver estratégias corretas. 

Uma forma de se proteger contra uma possível crise

Muitas vezes o país de origem de uma empresa passa por uma crise e isso acaba por afetar a segmentação do mercado local. Porém, ao apostar em outros territórios, o negócio amplia o seu alcance e ajuda a se proteger contra cenários desfavoráveis. 

Ao diversificar o investimento em diferentes localidades, o empresário sabe que diminui o risco de qualquer tipo de situação que fique fora de seu alcance. Portanto, ele pode obter lucro ao longo de todo ano em outras localidades para compensar. 

Quais ações fazem parte do marketing internacional?

A comunicação não é a única forma de fazer marketing internacional, pois existem outras ações que também fazem parte do contexto. Por isso, você tem que estar atento a todas as maneiras para poder introduzir esses serviços em sua empresa com estratégia.

Para tornar a sua marca conhecida ao redor do mundo, você pode aplicar algumas estratégias para construir sua base e conquistar clientes. São elas:

  • exportar o seu serviço ou produto;
  • licenciamento;
  • abrir franquias;
  • consórcio;
  • investimento direto que vem de fora.
Foto da times square e suas inúmeras publicidades nos prédios
O marketing internacional visa levar o negócio para outros países. Imagem por Encontre Sua Franquia

Exportar e licenciar

Exportar e focar no orçamento de marketing também é importante, porque ao mandar o seu produto para outro país, você divulga a sua marca e diminui certos riscos. Ou seja, você expande a sua forma de atuação sem depender de colaboradores lá fora.  

Uma empresa pode licenciar patentes, nomes, direitos para alcançar o mercado externo. Assim, através de um acordo entre duas ou até mais empresas, o gestor paga royalties para a empresa que tem a propriedade de um produto. 

Franqueado

A franquia também é uma forma de alcançar o mercado global ao ter a permissão de uso de uma marca. Apesar de parecida com o licenciamento, ela se diferencia no tipo de suporte com regras bem mais amarradas, enfim, há menos liberdade de execução.

Nesse formato, o franqueado tem padronizar não apenas os produtos, mas também o marketing de serviços e toda parte processual do negócio. Ou seja, o objetivo é manter uma forma de produção e atendimento ao cliente que seja igual em todas as unidades.

O modelo de consórcio

O consórcio ocorre quando duas empresas se juntam, porém não perdem seus dados jurídicos, para um fim comum na obtenção de lucro. Por exemplo, obras enormes de engenharia, mineração, pesquisas, tecnologia e muito mais.

Nesse formato de negócio, as empresas assumem os riscos das operações para a realização de projetos que sozinhas não teriam condições. Desse modo, a união foca em algo vantajoso para ambos os lados por meio de um contrato firmado por ambas as partes.

Investimento de fora

O investimento de fora pode ser feito por meio da aplicação de um ativo em outro país. Por exemplo, uma empresa que deseja produzir um item em terras estrangeiras. Logo, o negócio será controlado por inteiro pela corporação que vai fabricar um produto.

Exemplos de marketing internacional

No Brasil, tem diversos cases muito interessantes e que são um sucesso local. Então, veja abaixo quais são os grandes nomes que adotaram o marketing global por aqui:

  • Nike;
  • Airbnb;
  • Spotify;
  • Coca-Cola;
  • Mercado Livre;
  • Apple;

Essas empresas são muito conhecidas e consumidas, algumas com produção própria, armazém e escritório. Enfim, todas elas trazem exemplos de coisas que estão inseridas dentro desse tipo de marketing.  

Três mulheres sentadas em sofá diante de notebook que está em cima de mesa de centro apontando algo na sua tela
No marketing internacional existem diversos cases de sucesso. Imagem por John Schnobrich

Marketing internacional x marketing local: há diferenças?

As principais diferenças entre marketing internacional e local é que o primeiro tem  como foco o mercado global e, por isso, o desafio é maior. Quando você faz marketing dentro do seu país você concorre com negócios locais, porém ele é difícil de fazer também.

Por mais que ambos não sejam nada simples na hora de aplicar, quando você foca em outros países precisa começar do zero. Portanto, a empresa vai precisar planejar cada passo e adotar estratégias de um jeito que possa entrar em uma cultura diferente.

No final, o trabalho que você vai fazer aos consumidores de fora seguirá um caminho próximo do que é feito em seu local de origem. Em suma, enfrentar algumas burocracias que cada país tem, além de entender uma cultura diferente, é parte desse novo plano. 

Dois homens sentados diante de notebook da Apple sorridentes enquanto analisa, algo em ambiente interno de empresa
Grandes empresas investem em marketing internacional para maior visibilidade. Imagem por Seja Disruptivo no Unsplash

Por que investir em marketing internacional? 

Grandes empresas investem em marketing internacional para ampliar horizontes e amplificar a sua exposição. Dessa forma, os seus produtos e serviços ganham visibilidade no mercado global e, posteriormente, ajudam a impulsionar as vendas que é o objetivo. 

É crucial a empresa se familiarizar com os costumes de cada país que pretende expandir toda a ideia de negócio. Entretanto, você tem que estar atento aos detalhes que esse tipo de negócio atrai. Então, ter a estratégia certa se torna fundamental para não errar em nada.

Leia mais: artigos e notícias relacionados

Usamos cookies para melhorar sua experiência neste site. Ao continuar no site, você concorda com essas condições. Sim Mais detalhes