Tudo sobre Marketing e Empreendedorismo

Black Hat

O que é SEO muitos sabem, mas, o Black Hat, uma de suas variações mais duvidosas, é desconhecido de alguns. Dessa forma, ele usa estratégias que vão contra o processo natural de crescimento. Além disso, elas são reprovadas pelo próprio Google.

Muitas vezes as pessoas não têm paciência para aguardar os resultados. Por isso, procuram formas de burlar as regras para alcançá-los mais rápido. Assim, conheça mais sobre essa questão e as consequências relacionadas a essas práticas.

O que é Black Hat?

De forma resumida, é um conjunto de ações pensadas para enganar o algoritmo do Google. Como resultado, se consegue uma posição melhor no rankeamento, contudo, isso não funciona a longo prazo.

O sistema do buscador se baseia em alguns dados dos sites como as palavras-chave e a autoridade das páginas. Bem como, uma boa construção de links bem planejados. Mas, certas pessoas tentam burlar essas regras com práticas antiéticas.

Técnicas exclusivas para o topo dos resultados de busca

As técnicas do Black Hat prezam somente pelo topo dos resultados e ignoram o processo até lá. Desse modo, praticam o oposto do que o Google recomenda. Além disso, não focam em dar a melhor experiência aos usuários.

Por esse motivo, eles não buscam se destacar no ranking com um plano de marketing eficaz. Nesse sentido, apenas se manipula as regras para atingir esse fim. Contudo, é uma prática perigosa que pode resultar em um grande prejuízo.

3 tipos de intenções de busca

O nome chapéu preto faz referência a filmes de faroeste. Isto é, aqueles em que os vilões usavam o acessório na cor preta. Então, a ideia se espalhou e inspirou outras nomeações no Marketing Digital, que são:

  • White Hat: chapéu branco;
  • Grey Hat: chapéu cinza.

Agora que já sabe o significado do primeiro termo, precisa entender um pouco mais sobre os outros. Dessa forma, acompanhe os tópicos a seguir para conhecê-los e a diferença entre eles.

imagem de uma pessoa de capuz na frente de uma projeção com vários números
O Black Hat é uma estratégia que burla as normas do Google. Imagem de standret no Freepik

Qual a diferença entre Black Hat, White e Grey SEO?

O Black Hat tem ligação com os vilões e práticas ruins. Igualmente, o White Hat e o Grey Hat também têm a ver com os métodos SEO. Assim, cada um deles tem seu próprio modo de conseguir um bom rankeamento.

White Hat

O White Hat SEO representa as boas práticas de otimização das páginas que seguem as diretrizes do Google. Por exemplo, com:

  • Conteúdos relevantes;
  • Layout responsivo;
  • Interações em redes sociais. 

Também deixam o usuário no primeiro lugar de prioridades. Diferentemente do Black Hat, essa estratégia busca oferecer a melhor experiência para eles. Dessa maneira, se segue um planejamento de marketing para se ter um crescimento natural e gradativo.

Com isso, atingem o topo dos resultados sem prejudicar sua concorrência. É por isso que o termo Chapéu Branco é usado para definir esse método, pois é honesto, assim como, os mocinhos dos filmes de faroeste. Portanto, é uma referência a eles.

Grey Hat

O Grey Hat SEO pode ser entendido como a mistura dos outros dois tipos. Isto é, assim como o cinza são o preta o branco misturados. Nesse sentido, esse grupo até utiliza as boas práticas, mas às vezes recorrem ao Black Hat também.

Um exemplo disso é quando se faz e-mail marketing sem a permissão do usuário. Dessa maneira, o Grey Hat é aquele que tenta ter alguns resultados mais rápidos, mesmo com um planejamento.

Ao pensar na analogia dos chapéus, esse pode ser entendido também como a zona cinzenta. Ou seja, algo que não é completamente mau ou bom, mas os dois lados juntos.

Por que não fazer Black Hat?

Só o fato do Black Hat ser injusto e considerado antiético, já é motivo para não aplicá-lo. Contudo, ainda tem vários detalhes que podem ser citados sobre essa prática. Portanto, confira a seguir uma lista com todos eles:

  • Seu conteúdo não é relevante e pensado para o consumidor;
  • É desonesto com os seus concorrentes;
  • Os resultados pioram a longo prazo por falta de material de qualidade;
  • Será mais difícil de fidelizar clientes;
  • Aumento gradual da taxa de rejeição do seu conteúdo.

A longo prazo, esse tipo de prática não vale a pena, além de não ser eficaz. Do mesmo modo, pode-se ter consequências muito negativas, que são as penalidades pelo próprio Google.

Quais são as penalidades do Black Hat SEO?

Caso o algoritmo do Google note esse tipo de prática, ele pode penalizar as suas páginas. Então, será preciso trabalhar para reverter essa situação por meio de métodos adequados. Assim, algumas possibilidades de punições são as seguintes:

  • Queda na posição no ranking;
  • Redução da importância do site;
  • Novos conteúdos ficam restringidos de aparecerem nas buscas;
  • Redução no tráfego de buscas orgânicas.

Ao adotar boas práticas SEO, o Google reconhecerá a punição como um erro. Em seguida, retornará com sua página ao perceber que não há Black Hat. Mas, há casos específicos em que é muito difícil o site se recuperar. Isto é, em caso de banimento.

O que é banimento?

Caso o seu conteúdo seja banido dos resultados de busca é quase impossível reverter essa situação. Como resultado, mesmo com os esforços para otimizar as páginas, elas ainda não vão aparecer no ranking. Por isso, é importante corrigir qualquer erro para não correr riscos.

homem de capuz, sentado, usando o laptop
O Black Hat usa métodos inadequados que prejudicam a concorrência. Imagem de Racool_studio no Freepik

Principais técnicas de Black Hat SEO

As técnicas do Black Hat precisam ser conhecidas para que sejam evitadas. Nesse sentido, confira a seguir quais são as principais delas, a fim de saber como cada uma delas funciona.

Doorway Pages

As Doorway Pages são páginas que possuem palavras-chave com otimização para que tenham boa posição. Então, quando o usuário abre o link, ele é levado de modo automático para outro destino. Além disso, o conteúdo do site costuma ser malicioso.

Cloaking

Por meio desse Black Hat, ao invés de focar nos usuários, o alvo nesse caso são os robôs. Isto é, enquanto o mecanismo de busca vê algo bom, o mesmo não acontece com as pessoas que acessam o site. Assim, só elas conseguem ver como os conteúdos são.

Link Wheels

As Link Wheels se baseiam em uma estrutura que contém o site principal. Igualmente, de outros que geram tráfego entre si e o encaminham para ele. Por isso, a rede se torna constante e faz com que a primeira página sempre alcance posições altas.

Sneaky Redirects

Este Black Hat consiste em encontrar meios para que os buscadores indiquem um conteúdo diferente das páginas. Ou seja, o usuário clica ao ver um determinado assunto, mas o site o redireciona para outro link. 

Link Farms

As Link Farms são sites que possuem apenas links para outras páginas em seu conteúdo. Desse modo, aumenta-se a autoridade de um website por meio de backlinks

Unrelated Keywords

Este método gira em torno de palavras-chave que não são relevantes para o conteúdo da página. Assim, se consegue uma posição no Google sobre determinado assunto por meio delas. Contudo, os termos não possuem sentido quando estão no texto.

Spam em comentários

As mensagens de spam nos comentários de sites ou redes sociais é algo bem comum de se ver. Dessa forma, eles são formados de forma automática para gerar backlinks. Mas, não é um método de Black Hat muito eficiente.

Conteúdo oculto

Alguns tentam burlar o mecanismo do Google com conteúdos ocultos na estrutura das páginas. Isto é, com técnicas como colocar fonte com tamanho 0 ou em cores de fundo iguais. Como consequência, o usuário não vê, mas o algoritmo de busca sim.

Conteúdo duplicado

Outra forma de Black Hat são conteúdos plagiados de outros sites. Contudo, os textos duplicados são achados facilmente pelo Google e penalizados por ele. No entanto, serve para rankear a página original.

Pode-se dizer que essa prática específica é um equívoco. Pois, enquanto o objetivo é melhorar sua posição no ranking, o plágio beneficia justamente o concorrente. Desse modo, é um bom exemplo prático de como essas técnicas causam mais prejuízo do que lucro.

Links pagos

Este método tem a ver com a possibilidade de pagar para que o seu link seja colocado em um portal. Dessa maneira, ele é incluído no conteúdo de uma página. Então, apesar de ser de difícil detecção, o Google ainda vê a prática de uma forma negativa.

O pagamento pode ser feito, inclusive, fora do ambiente digital. Afinal, muitos desses domínios têm sedes físicas e já estão estabelecidos no mercado. Então, pagar por links é algo mais comum do que parece, mesmo que o Black Hat seja questionável.

Quais alternativas ao Black Hat SEO que de fato geram resultados?

Você já viu que o Black Hat pode trazer muitos prejuízos apesar dos resultados rápidos. Agora, conheça as estratégias SEO que realmente funcionam e beneficiam o seu site. Portanto, veja a seguir três exemplos de práticas corretas para adotar.

Mobile Friendly

Hoje em dia, o acesso à internet e ao mundo digital acontece em sua maioria em dispositivos móveis. Por isso, é muito importante que seu site seja responsivo para que se adapte a telas menores.

Essa é uma característica que o Google valoriza muito. Aliás, ele dá prioridade no rankeamento às páginas que são adaptáveis. Então, é algo em que se deve investir para uma melhor otimização sem o Black Hat.

Criatividade na escolha das palavras-chave

Estar por dentro dos termos que os usuários usam nas pesquisas traz muitas vantagens. Nesse sentido, ao conhecer as palavras-chave mais buscadas ficará mais fácil saber quais delas usar.

Vale lembrar que elas precisam ser sempre relevantes e estarem de acordo com seu conteúdo. Assim, se tem uma chance maior de mais páginas do seu blog aparecerem nos buscadores.

Esse método se torna ainda mais vantajoso ao saber usar palavras-chave mais específicas. Pois, nesse caso, a concorrência é menor e assim, também é possível produzir conteúdos mais aprofundados.

Com o tempo isso pode ajudar até mesmo a aumentar a presença do site na web. Além disso, a autoridade dele também será maior e, por fim, ele terá mais visibilidade. Portanto, se dedique a compreender quais os melhores termos-chave para suas publicações. 

Meta Descriptions

Utilizar suas próprias palavras é uma maneira ainda melhor de convencer o usuário. Ou seja, na meta descrição do Google, você pode chamar a atenção com algo atrativo.

A Meta Description é aquele breve texto que fica embaixo do título da página. Então, é possível editar esse espaço para colocar a informação que preferir. Igualmente, para convidar ou até mesmo convencer o leitor a acessar o conteúdo. 

Com técnicas como essa, fica desnecessário o uso de métodos Black Hat. Afinal, é possível ter um bom crescimento ao usar as ferramentas certas. Bem como, por meio de boas estratégias de marketing com práticas eficazes.

Como usar o Black Hat SEO para otimizar o seu site?

O Black Hat é uma prática duvidosa e reprovável de acordo com as normas do Google. Portanto, o mais correto é aderir ao SEO tradicional para otimizar o seu site. Nesse sentido, veja a seguir algumas dicas de práticas que você pode aplicar:

  • Utilizar as melhores palavras-chave para o seu nicho;
  • Priorizar a experiência do usuário;
  • Utilizar links internos e externos nas publicações;
  • Otimizar a estrutura do site;
  • Utilizar as redes sociais como canal de comunicação;
  • Produzir conteúdos sobre temas atuais;
  • Aumentar a autoridade do seu domínio com publicações de qualidade;
  • Fazer parcerias com outros sites ou blogs;
  • Aprofundar-se em técnicas SEO.

Existem muitas maneiras legítimas de otimizar as suas páginas e melhorar sua posição no ranking. Dessa forma, não vale a pena aplicar o Black Hat apenas para se ter resultados rápidos. Aliás, que só duram por um certo período de tempo antes de sofrer penalidades.

Apostar em um crescimento natural e orgânico é o modo mais eficaz de ser reconhecido. Por fim, procure sempre manter as boas práticas de SEO. Dessa maneira, você alcançará sua meta sem o risco de perder o que conquistou até então com o seu plano de marketing.

Seja o primeiro a ser notificado, sempre que um novo artigo ser publicado

Deixe uma resposta

Usamos cookies para melhorar sua experiência neste site. Ao continuar no site, você concorda com essas condições. Sim Mais detalhes