Tudo sobre Marketing e Empreendedorismo

Marketing farmacêutico: aprenda como fazer para captar e fidelizar clientes

Atualmente, o mercado conta com muitas opções e para crescer é preciso se sobressair, por isso, aprenda como usar o marketing farmacêutico para se destacar.

O marketing farmacêutico, assim como as outras formas de fazer marketing, busca alavancar as empresas e colocá-las no caminho mais assertivo para o sucesso. Isto posto, aprenda quais as estratégias aplicar para conquistar e fidelizar clientes para a sua farmácia. 

O que é marketing farmacêutico?

Antes de mais nada, o marketing farmacêutico se refere a uma estratégia como todas as outras, porém, com foco em farmácia e afins. Ou seja, este tem por objetivo captar novos clientes, ganhar autoridade para a marca e fidelizar consumidores. 

Acerca disso, mesmo que seja feito, tal qual as outras ações de marketing, esse precisa de um cuidado maior durante todo o processo das campanhas. Afinal, o setor trabalha com assuntos que se referem, de modo direto, à saúde e qualidade de vida dos indivíduos.

Para gerir o marketing de farmácia, compreenda que este está ligado a três pontos, o primeiro, se refere ao estoque e a variedades de produtos. Seguido da capacidade e velocidade para entregar esse itens e por último, atendimento eficaz. 

Qual o princípio do marketing farmacêutico?

Desde já, o marketing farmacêutico se baseia em três preceitos básicos que dão maior visibilidade às empresas desse ramo. É inegável que fazer publicidade nessa área é um desafio, portanto, o certo é conhecer quais são os três princípios, confira:

Sobretudo, ao decidir investir em marketing para drograria é fundamental definir o seu cliente ideal, a fim de criar ações que sejam mais assertivas. Enquanto isso, ter um diferencial é o que faz o seu negócio ganhar espaço frente às outras empresas do mercado.

A fidelização de clientes faz com que o seu público se torne um divulgador da sua marca, conforme isso, ao aplicar os dois primeiros pontos este último acontece de forma orgânica. 

Qual a importância do marketing farmacêutico?

O marketing farmacêutico é importante pois, nos dias atuais, as pessoas têm cada vez mais acesso a inúmeras possibilidades. Então, para conseguir se destacar no mercado é crucial investir em boas estratégias, bem como, é essencial para:

  • ajudar a captar e conquistar clientes;
  • reter e fidelizar consumidores;
  • ganhar autoridade; 
  • aumentar o ticket médio de vendas.

Em suma, a importância do marketing para farmácias consiste no fato de que uma comunicação bem feita pode ser o diferencial da sua drogaria. Além de que nos dias de hoje, estar presente nas redes é vital para qualquer negócio. 

Atendentes de farmácia de costas com mulher do outro lado do balcão usando casaco preto e homem de gorro preto ao seu lado
O marketing farmacêutico objetiva, sobretudo, o aumento das vendas. Imagem de Tbel Abuseridze no Unsplash.

Quais são as dicas para fazer marketing farmacêutico?

A princípio, saiba que há várias dicas para te ajudar a fazer marketing farmacêutico na sua empresa de remédios. Para começar, o ideal é que as ações de publicidade para farmácias sejam feitas por indivíduos que conhecem os assuntos dessa área. 

De acordo com isso, você consegue aplicar estratégias de diversos modos, um deles é incentivar para que o público vá até a sua drogaria. Logo, isso pode ser feito com ações em dias especiais, onde a unidade oferece diferentes serviços de saúde, sem custos. 

Ao investir em marketing de farmácias, a empresa consegue alcançar até o público mais exigente, por isso, veja a seguir, dicas essenciais de como atingir bons resultados com essa estratégia. 

Invista na relação com o cliente

Em primeiro lugar, aposte no marketing de relacionamento, em resumo, essa tática é feita com a mudança de hábitos de comunicação entre empresa e cliente. Em outras palavras, criar vínculo pós-venda, agradar o consumidor, chamá-lo pelo nome, manter contato.  

Busque fidelizar seu público 

Independente do tamanho da sua drogaria, fidelizar clientes é uma ótima opção e isso pode acontecer por meio de ações simples e fáceis de aplicar. Por exemplo, criar um cartão fidelidade para incentivar a volta e descontos especiais para consumidores recorrentes. 

Pode-se afirmar que manter um cliente é mais fácil e mais barato do que conquistar um novo. Para tal, outras ações para fidelizar são: 

  • oferecer serviços de entrega;
  • usar as redes sociais para publicar promoções;
  • criar um aplicativo e oferecer privilégios para quem o usa. 

Caso faça vendas online, lembre-se de também fazer a fidelização do cliente em e-commerces, a fim de garantir que a experiência do mesmo seja a melhor possível. 

Preocupe-se com o atendimento

Nessa perspectiva, também se deve considerar o atendimento, visto que tem forte impacto na experiência de compra do indivíduo. Então, vale refletir sobre alguns aspectos tais quais, treinar o atendente para ser gentil e cordial, além de mostrar empatia pelo mesmo. 

Faça boas parcerias

É possível afirmar que o marketing de recomendação, mesmo em meio a tanta tecnologia, faz muito sucesso e traz bons resultados. Em vista disso, investir em boas parcerias faz com que profissionais de áreas mistas, indiquem o seu trabalho para outros clientes. 

Esse tipo de publicidade tem baixo custo, mas, é bastante eficaz, para isso, você pode indicar um profissional da saúde e vice e versa. A lista é grande e é possível se aliar a médicos de todas as especializações, fisioterapeutas, nutricionistas, entre outros. 

Além da indicação, fazer uso de cartões e brindes da sua farmácia para ser entregue durante a consulta também é um modo de fazer marketing. Bem como, essa parceria pode se estender às redes sociais, blogs e sites, como for melhor para ambas as partes.

Pessoa com mãos juntas, uma sobre a outra, de palmas para cima, com jaleco e estetoscópio ao redor do pescoço, enquanto segura comprimidos brancos e pequenos em montante no meio da palma da mão
O marketing farmacêutico incentiva parcerias com profissionais de saúde. Imagem de Towfiqu Barbhuiya no Unsplash.

Organize os produtos de forma estratégica

Apesar de não parecer relevante, a forma com que o produto é distribuído na loja impacta no processo de venda e jornada de compra do cliente. Isto ocorre, pois o local em que um item é exposto afeta o modo como o indivíduo percebe o mesmo.  

Ao ter isso em mente, é crucial conhecer a sua persona, afinal, saber o que ela busca pode contribuir para estimular a compra e assim, aumentar o seu ticket médio de vendas.

Tal estratégia de marketing farmacêutico é muito boa, porque, já é de vasto conhecimento que as pessoas só realizam sua decisão dentro do ponto comercial. 

Use o marketing digital

Não dá para falar em publicidade em plena era digital sem falar de marketing digital, entretanto, na área da saúde, este conta com algumas ressalvas. Por exemplo, não é apenas sobre criar uma rede social para a sua farmácia e sim, como isso irá gerar valor. 

Por motivo de tocar em assuntos relacionados à saúde e ao bem-estar dos indivíduos, todas as ações devem ser pensadas para que sejam responsáveis. Então, nada de conteúdos e mensagens que sejam invasivas, muito extensas ou cheias de termos difíceis. 

Procure criar conteúdo que agregue à vida do leitor e que desperte vontades no mesmo, como comprar o produto publicado e conhecer a sua loja. 

Crie um blog para o seu negócio

Na mesma perspectiva acima, crie um blog para o seu negócio do ramo de farmácias, dado que antes de procurar um médico, a maior parte das pessoas faz uma busca na internet para compreender o que está sentindo.  

Invista em conteúdo para blogs e técnicas de SEO para otimizar o mesmo, rankear no Google e sair na frente das outras empresas do ramo. Vale ressaltar que essa dica vale tanto para grandes como pequenas farmácias. 

Aposte no e-commerce

Hoje em dia, o mundo é digital e esse fator repercute em todos os setores, por esse motivo, investir no e-commerce se torna algo crucial. O ato de comprar online e receber em casa já é uma realidade para grande parte da população que ama opções práticas para o dia a dia.  

Separe os clientes de acordo com a localização

Dentre as dicas de como fazer um marketing farmacêutico eficaz, não se pode deixar de falar do geomarketing, que refere se a inteligência da localização. Tal estratégia permite encontrar o cliente em qualquer canal que o mesmo acesse.

A tática de geolocalização ajuda a segmentar os clientes e entrar em contato pela via que preferir ou ainda no horário que achar melhor.

O farmacêutico como gestor

Ao seguir as dicas é possível que o próprio profissional farmacêutico da sua empresa, atue como gestor e aplique diferentes ideias de marketing. No entanto, para isso, o mesmo precisa identificar as melhores oportunidades e também as possíveis ameaças. 

Vale lembrar da importância de, enquanto gestor de ações de publicidade da farmácia, planejar todas as táticas, definir prazos e analisar os resultados das mesmas.

Senhor de jaleco de farmacêutico diante de prateleiras procurando algum remédio
O profissional de farmácia pode atuar como gestor do marketing farmacêutico. Imagem de National Cancer Institute no Unsplash.

O que não fazer no marketing farmacêutico?

Dentre as ações proibidas no marketing farmacêutico, não se pode publicar nenhuma imagem sobre remédios que precisam de receita para serem comercializados. 

No geral, ao fazer publicidade para drogarias é preciso que se tenha alguns cuidados, uma vez que este se refere a área da saúde. 

Convém ressaltar que as ações de marketing para drogarias devem seguir as normas da RDC 44-09 e as regras impostas pelo governo para as farmácias populares.

Quais empresas podem investir no marketing farmacêutico?

Acima de tudo, o marketing farmacêutico, assim como as outras ações de publicidade, podem ser feitos por qualquer empresa do ramo. Nesse sentido, este se aplica para, além de farmácias e drogarias, outros tipos de negócios, como:

  • todo o setor de varejo de farmácias;
  • empresas de logística de drogarias;
  • laboratórios de análises clínicas; 
  • indústrias de farmácias.

As farmácias magistrais e distribuidoras de medicamentos também podem fazer uso desse tipo de estratégia para conseguir alavancar as vendas, bem como melhorar seus resultados em geral.

Leia mais: artigos e notícias relacionados

Usamos cookies para melhorar sua experiência neste site. Ao continuar no site, você concorda com essas condições. Sim Mais detalhes