Tudo sobre Marketing e Empreendedorismo

Canonical tag, conheça qual a sua função e como usá-la em seus sites

A Canonical tag é uma forma de mostrar aos mecanismos de pesquisa, qual a versão original de uma página da web. Dessa forma, ela evita os problemas de duplicação.

Canonical tag é uma marcação anexada no código-fonte de páginas da Web e que indica que elas são um conteúdo original. Além disso, os buscadores leem essa tag e ela funciona como um alerta para mostrar que o usuário está no local certo ao fazer uma pesquisa.

O que é Canonical tag?

Canonical tag é uma definição colocada no código HTML e que informa ao buscador qual a versão original do conteúdo e o que você deseja que apareça nos resultados de pesquisas. Porém, essa codificação aparece apenas para os robôs.

Sua principal função é evitar os conteúdos duplicados nos motores de busca como: o Google e o Yahoo. Bem como, possibilita que os rastreadores achem as páginas com mais facilidade.

Ao fazer uso dela, mostramos aos sites de pesquisa que aquela página é muito mais importante do que as outras que falam sobre o mesmo assunto. Além de indicar qual é a que deve ser vista como referência.

Porque usar a Canonical tag e qual a sua importância?

A Canonical tag é muito importante, pois um dos maiores problemas de um site são os conteúdos duplicados, que dificultam o trabalho dos rastreadores ao indexar as páginas. Se não inseri-la, o Google fica confuso e as escolhe por conta própria.

É muito comum encontrar assuntos repetidos na web e essas semelhanças são vistas como duplicação, o que gera punição e perda de rankeamento. Dessa forma, os sites de busca preferem que você diga qual a URL canônica, para que ele tenha mais atenção a ela.  

O uso dessa tag é essencial para resguardar o rankeamento para estratégias de Marketing de conteúdo ou digital. Portanto, para que seu assunto seja rastreado, indexado ou que apareça nos mecanismos de pesquisa, utilize-o para solucionar essa questão.

Computador branco em cima de madeira branca com paleta de cores à direita e nome CODE na tela
A Canonical Tag é uma marcação em códigos HTML, muito usada em páginas da web. Site da Freepik. Autor: @rawpixel.com.

Funcionamento da Canonical tag

Ao usá-la você indica para o algoritmo, que precisa ir para uma outra página. Entretanto, ele só funciona para os motores de busca e também possibilita que você leve visitantes para ela.

Por meio dela, os conteúdos com as variações de URL não são indexados, mas ela permite que o usuário tenha total acesso a eles. Dessa maneira, o uso desta ferramenta  trabalha como:

  • uma forma de otimizar seu SEO;
  • sem estragar sua experiência.

Como aplicar a Canonical tag?

Para aplicá-la é bem simples. Primeiro você define o site de busca e será informado que a URL é  ideal para a indexação de conteúdo ao site. É essencial lembrar que é preciso escolher entre a versão com “www” ou sem ela. 

Utilize as referências “rel” e “href” e após, para que seja indicado aos robôs dos mecanismos de busca, adicione um elemento <link> a seção head das páginas. Assim, ao ativá-la, a maioria dos usuários encontrarão essa URL nos resultados de pesquisas.

Canonical tag e as redes sociais

Esta mudança de URLs também pode ocorrer com as redes sociais como o Facebook, o Twitter e tantas outras. Quer dizer, que ao ter mais de um endereço na mesma página dessas plataformas, a contagem de links só aparece na URL marcada com a tag.

Ao acontecer isso, o usuário não consegue ver o seu like contabilizado no local em que ele acessou. Dessa forma, este comportamento gera bastante dúvida no cliente e muita das vezes o confunde.

Porque a redirect 301 é importante?

Na prática, o tráfego e os mecanismos de busca devem ser direcionados ao local correto. Isto é, o código 301 fará com que esses sistemas entendam que a página foi levada para outro local ao invés de detectá-la como duplicada.

Ele é bastante recomendado, ao ter o objetivo de direcionar os visitantes de um local para o outro ou até mesmo ao mudar uma empresa de nome. Ao fazer essa mudança, há a intenção de preservar seus seguidores a se acostumarem com as modificações.

Nesse caso, é preciso ter a certeza que cada uma das antigas URLs, direcionam os usuários para o novo site. Ou seja, no local em que há as novas versões de conteúdo. Assim, para se ter eficácia nessas alterações é necessário:

  • manter o Google informado das alterações;
  • Garantir o rastreamento pelo Googlebot;
  • certificar-se que as URLs não estejam bloqueadas.

Ações do google contra a duplicagem

O Google tem trabalhado bastante para evitar que sites desonestos consigam altos rankings em páginas diferentes, porém, com o mesmo conteúdo. Então, os algoritmos passam por atualizações que os capacitam e detectam a duplicação.

É importante ressaltar que é essencial que os profissionais de SEO, façam essa checagem constantemente. Com isso, evita a repetição involuntária e faz com que ela seja usada da melhor maneira.

Somente em duplicagens

Usa-se somente em páginas duplicadas ou nas que tenham conteúdos bem semelhantes. Isto é, se não houver uma dessas causas, o Google imediatamente irá ignorar a solicitação da tag.

Computador branco em cima de mesa branca com código HTML em sua tela e objetos como canecas e celulares ao redor do teclado
A Canonical Tag é ideal para informar aos sites de busca, a versão original de uma página em casos de duplicação. Site da Freepik. Autor: @rawpixel.com.

Quais são as melhores práticas no uso da Canonical Tag?

Ao fazer uso da Canonical tag, é ideal efetuar parâmetros de um trabalho qualificado e que evitem as penalidades dos sites de busca. Dessa forma, existem algumas boas práticas que deverão estar à frente do trabalho de SEO.

Faça o uso de letras minúsculas nas URLs

É ideal fazer o uso das letras minúsculas, pois o Google ao ler as letras maiúsculas poderá entender que são duas URLs diferentes. O que poderá ser bem ruim e atrapalhar sua pesquisa.

Use a forma correta do HTTPS ou HTTP

Se por algum motivo você mudou para SSL, não faça uso de nenhuma URL que não seja HTTPS ou HTTP, na sua tag. Contudo, se isso acontecer, poderá te levar a uma boa confusão e até mesmo a resultados inesperados.

Somente uma Canonical tag por página

Nunca faça o uso de mais de uma por página. Aliás, o Google irá ignorar ambas e você terá muitos problemas para seguir com o rankeamento de sua página na web, o que pode ser prejudicial.

Quais os erros mais corriqueiros em uma Canonical tag?

Em uma Canonical tag é normal acontecer alguns erros que se tornam comuns no dia a dia, pois as pessoas que não tem experiência, ao fazer o uso dela, podem cair em uma série de equívocos que podem prejudicar e muito o tráfego de seu site.

O recomendado é ter o máximo de informações possíveis, antes de usá-las. Como também, seguir as recomendações dos buscadores ou de especialistas no assunto como os webinars.

Não corra esse risco e garanta uma boa experiência como usuário. Para isso, confira alguns dos principais erros que pode-se evitar logo no início, para não se ter diversos prejuízos.

Demorar a entender que a Canonical tag existe por um único motivo

Muitas pessoas não entendem que ela só existe para evitar os conteúdos duplicados, ou seja, nada mais do que isso. Dessa maneira, evite usá-las em outras finalidades que não sejam para a solução de repetições.

Aplicagem do Rel=canonical em locais errados

Para que esta técnica tenha sucesso, o rel=canonical deve estar localizado na seção <head>. Porém, se ele for inserido na em locais errados como o <body> por exemplo, os mecanismos de busca irão ignorar sua referência.

Não olhar cuidadosamente o código fonte

Existem pessoas que criam modelos de código pronto para declarar o rel=canonical, com a intenção de acelerar o trabalho. Só que copiá-lo sem fazer alterações no link de destino, não adianta nada.

Um erro muito comum, pois ele é o mesmo que direciona uma pessoa a uma página errada e isso traz consequências que mancham a reputação do site e não traz uma boa experiência para o usuário.

Utilizar a canonical tag em páginas não-duplicadas

Não se pode aplicá-la em conteúdos que não sejam duplicados. Um grande exemplo disso é a utilização dela em artigos que se estendem para outras páginas e faz com que todas as outras vejam a primeira como uma referência.

Tudo que houver nas posteriores a ela irá perder-se, pois não se trata de uma duplicação. Contudo, recomenda-se usá-la para se ter a visualização de todo o assunto que for proposto.

Homem programando com código HTML em local de luz azul enquanto usa headphone branco
A Canonical tag é essencial para se ter um trabalho qualificado, de forma que evite as penalidades dos buscadores. Site da Freepik. Autor: @pressfoto.

Quais páginas podem receber a Canonical tag para URLs diferentes?

O uso da Canonical tag é um recurso muito importante e ideal para garantir que os sites sejam ranqueados de forma adequada, caso eles sejam prejudicados pelo algoritmo de redes sociais

É exatamente isso que ela garante. A eficácia nos parâmetros de SEO que ajudam bastante a fortalecer as diversas estratégias de Marketing de conteúdo. Além disso, podem-se usá-las em:

  • várias versões de uma página;
  • uma delas presente em diversas subcapas;
  • padrões e IDs de sessão.

É bom lembrar que ela não é uma mágica que pode melhorar a classificação e a visualização de seu site. Porém, ao usar-se de forma correta e em conjunto com as práticas de SEO, ela fará muita diferença nas indexações.

Leia mais: artigos e notícias relacionados

Usamos cookies para melhorar sua experiência neste site. Ao continuar no site, você concorda com essas condições. Sim Mais detalhes