Tudo sobre Marketing e Empreendedorismo

Conteúdo duplicado: saiba como evitar nas suas buscas do Google

O conteúdo duplicado precisa ser evitado, pois pode trazer punições e danos para o seu site, afinal diminui o seu alcance no posicionamento do Google e na visibilidade.

O conteúdo duplicado tem a ver com as estratégias de SEO no marketing. Assim, é um erro que afeta a otimização para mecanismos de busca, por meio da experiência de navegação do usuário. Mas, há pessoas que têm erros de propósito para enganar os dados.

O que é o conteúdo duplicado?

O conteúdo duplicado é o copiado de forma igual ou parecida dentro de um mesmo domínio ou em dois sites diferentes. Dessa forma, é possível ser criado por outras pessoas ou grupo para manipular os algoritmos, ou seja, vai afetar os resultados de busca.

Os profissionais que atuam com o tráfego orgânico podem divulgar conteúdos em dobro sem saber. Pois, há vários fatores gerados pelo próprio domínio, mesmo se não sofrer punições, vai limitar o desempenho do SEO. Ainda, há as punições que são mais graves.

Mas, nem sempre a duplicação pode ser algo grave para o seu site. No entanto, o blog pode copiar e colar uma matéria por um portal de notícias da sua área. Com isso, os algoritmos do Google são inteligentes para entender que a prática é uma das exceções.

Algoritmos do Google

Os algoritmos do Google funcionam por meio dos mecanismos de busca. Dessa forma, é uma ferramenta que filtra e analisa os dados nas páginas de resultado. Por isso, vai sofrer variações de acordo com a busca de cada visitante ou o ranqueamento das palavras-chave.

Como saber se é um conteúdo duplicado?

O conteúdo duplicado tem relação com o plágio de todo um conteúdo, ou quase todo, de um player do mercado. Logo, é essencial saber alguns fatores sobre o ganho ou perda nas posições dos buscadores. Afinal, gera impacto no segmento por meio desses detalhes:

  • verifique as variações do domínio;
  • bem como, veja os títulos e meta tag duplicados;
  • observe a existência de versões de impressão;
  • confira os resultado da páginas internas;
  • utilize o copyscape ou programas similares para verificar plágio.

Além disso, saber alguns dos fatores sobre o ranqueamento dos robôs de busca é essencial. Portanto, se o seu site nunca plagiou nenhum outro conteúdo, não vai afetar a sua performance. Mas, a maioria das duplicações não ocorrem de uma maneira voluntária. 

Conteúdo duplicado: A imagem mostra sobre uma mesa um computador, calculadora, cédulas de dólares, moedas, e um cartão de crédito.
Os robôs de busca ajudam a ver o conteúdo duplicado. Imagem de Alesia Kozik no Pexels.

Verifique as variações do domínio

Os sites abertos com ou sem o “www” são um dos exemplos que variam nos mesmos domínios website. Por isso, é importante verificar as URLs mal formadas ou com pequenas variações para a incidência de conteúdos repetidos. É possível editar as ferramentas.

Veja os títulos e meta tag duplicados

Ao criar uma conta no Google Search Console é possível ver quantos títulos foram duplicados, além das metas descrições (metas descriptions) no seu domínio. Com isso, a aba “aspectos das pesquisas” e “melhoria de html” gera uma competição interna na página.

Observe a existência de versões de impressão

Muitos sites possuem duas versões para uma mesma página, a original e parte para a impressão. Portanto, a segunda deve estar otimizada para ser a mais atrativa dentro dos mecanismos de busca. Logo, se não tiver avisos sobre a autoridade, vai sofrer a duplicação.

Confira os resultados das páginas internas

Os e-commerces, sites e blogs possuem um campo de busca para os visitantes acharem um produto ou serviço. Por isso, é importante ver as pesquisas que não vão gerar bons resultados. Afinal, a duplicação ocorre por causa dos vários links que foram gerados.

Utilize o copyscape

O copyscape é uma ferramenta para avaliar se há fraudes ou plágios dentro de um conteúdo. Logo, é possível ver as páginas que se repetem de acordo com o tema. Além disso, há o Siteliner que ajuda a ver quantas e quais são as duplicações dentro do domínio.

Como o conteúdo duplicado afeta o SEO?

É importante saber que o conteúdo duplicado além de afetar o mecanismo de busca, é responsável pelos resultados ruins do SEO. Como trazer a melhor experiência para o usuário é a prioridade do Google para rankear as páginas, isso pode fazer com que:

  • buscadores podem escolher outra página;
  • motores de busca não sabem a versão certa;
  • remoção do site dos resultados de busca.

Quando os conteúdos se repetem, a taxa de indexação fica um pouco mais confusa. Ou seja, para as páginas atingirem o topo de buscas, fica um pouco mais difícil. Dessa forma, é preciso ajustar os códigos para o robô influenciar as métricas de vendas com a autoridade.

Os buscadores podem escolher outra página

Se o motor de busca não saber a versão preferida, os algoritmos vão decidir o que é melhor para os buscadores. Nisso, há como perceber uma competição interna, além de garantir que os sites consigam indicar a sua página. Mas, se não for, vai perder mais o seu topo.

Os motores de busca não sabem a versão certa

Na maioria das vezes, os buscadores decidem escolher os primeiros conteúdos indexados. Porém, se a duplicação interna ocorrer, é necessário indicar ao Google qual é a versão original. Todavia, se for externa é preciso ver os sites e falar com os seus administradores.

Remoção do site dos resultados de busca

Sem dúvidas, é a punição mais grave de todas as citadas, por ter sido uma duplicação maliciosa. Portanto, é preciso rever sempre as suas estratégias para evitar os maiores prejuízos. Enfim, há recursos necessários para eliminar alguns dos conteúdos repetidos.

Google Search Controle

O Google Search Console é uma ferramenta 100% gratuita responsável por corrigir os principais problemas de duplicação. É uma estratégia útil para avaliar se há alguma meta tag repetida ou para direcionar de forma correta os prefixos da URL, como “https” ou “www”.

Conteúdo duplicado: A imagem mostra duas pessoas analisando alguns dados em uma folha de papel.
É preciso saber como o conteúdo duplicado afeta os mecanismos de busca. Imagem de Fauxeus no Pexels.

Como ajustar o conteúdo duplicado?

Para ajustar o conteúdo duplicado, é essencial saber os motivos para informar ao Google sobre as páginas indexadas. Nesse sentido, é possível saber como isso define e influencia os principais mecanismos de busca. Por isso, siga as dicas para fazer os ajustes:

  • faça o redirecionamento 301;
  • use a canonical Tag;
  • crie releituras de outros artigos;
  • encurte os posts nos índices;
  • utilize a tag noindex, follow.

Por ter uma relação com o plágio de conteúdos, é importante investir em estratégias ideais para os landing pages. Logo, é possível definir uma versão preferida para o seu site, além de saber explorar uma autoridade do Google. É necessário produzir os relatórios de tráfego.

Redirecionamento 301

O redirecionamento 301 é feito pelo seu servidor, no arquivo .htaccess. Assim, é possível acessar uma página por meio de uma versão alternativa. Entretanto, os usuários e os robôs de busca conseguem ir até uma única página. É uma prática usada em sites com domínios.

Canonical Tags

As canonical tags são opções que surgem por meio do código HTML de cada página. Além disso, a duplicação do conteúdo apaga, pois as páginas não vão levar uma única versão para o público e os algoritmos. É somente um link que pode receber a autoridade de busca.

Releitura de outros artigos

Ao ler um conteúdo que chama a atenção em algum site, é essencial criar uma versão original para repostar. Apesar de ser mais trabalhoso, vai ajudar a evitar os problemas necessários para duplicar os temas. Logo, é bem mais fácil atrair os leitores com o original.

Posts nos índices

Na página inicial do seu site, é possível ver as postagens mais recentes na íntegra. Pois, são páginas lentas para carregar e ler, além de destacar o conteúdo repetido. Desse modo, o ideal é optar por resumos dos posts, porque evita o plágio e deixa a navegação agradável.

Utilize a tag noindex follow

É uma tag que aplica de forma inversa o redirecionamento 301 e a canonical tag. Por isso, é preciso ver os motores de busca para rastrear alguma página. Todavia, é indicado não indexá-la em seus resultados de pesquisa. Por fim, precisa estar nos diretórios de busca.

Como monitorar o conteúdo duplicado?

Conteúdo duplicado: A imagem mostra uma pessoa usando um computador e um smartphone ao mesmo tempo.
É fundamental monitorar o conteúdo duplicado para evitar que se repita. Imagem de Karolina Grabowska.

Para evitar um conteúdo duplicado, o essencial é escrever um tema original e único para se destacar da concorrência. Entretanto, há muitas informações na internet que ajudam a criar algo totalmente novo, por isso, é um grande desafio monitorar o conteúdo.

É preciso ter uma boa relação com os administradores de outras páginas, porque o principal objetivo é referenciar o seu site ou abrir mão da indexação nas buscas. Assim, é possível colaborar com guest post que beneficiam ambos, e manter a originalidade.

Há soluções que precisam de ter mais criatividade, enquanto outras devem ter uma maior capacidade analítica, por estarem ligadas às configurações da página.

Por fim, uma boa opção é ter algum desenvolvedor, profissional de marketing ou de T.I para fazer a análise de códigos e tags, bem como, excluir páginas duplicadas que possam atrapalhar o seu desempenho.

Leia mais: artigos e notícias relacionados

Usamos cookies para melhorar sua experiência neste site. Ao continuar no site, você concorda com essas condições. Sim Mais detalhes