Tudo sobre Marketing e Empreendedorismo

CPM, CPC e CPA: como usar essas ferramentas em suas campanhas digitais?

Siglas como CPM, CPC e CPA estão sempre na mente de quem faz campanhas digitais. Afinal, dominar essas métricas pode ser um divisor de águas para muitas empresas. Então, saber o que são e como aplicá-las é crucial para quem busca crescer no meio online.

O que são custos de campanha para anúncios digitais?

Trata-se de valores pagos para pôr uma marca, produto ou serviço em destaque. Nesse sentido, variam de acordo com a forma como vai ocorrer a cobrança do anúncio. Assim, existem algumas opções disponíveis, como:

  • CPM;
  • CPC;
  • CPA.

Houve um tempo em que os comerciais de TV eram o alvo das empresas. Isto porque, era onde estava a maior parte do público com poder de compra. Contudo, os anúncios digitais ocupam hoje esse lugar, já que a grande audiência está agora na web.

desktop no centro da imagem e, de fundo, pessoas conversando
CPM, CPC e CPA são métricas importantes do marketing digital. Imagem de Mikael Blomkvist no Pexels

Você sabe o que é CPM?

Refere-se ao valor que se paga a cada mil impressões de certa campanha. Dessa forma, é sobre o número de vezes em que ela foi exibida aos visitantes. Ou seja, não se mensura, aqui, o interesse do público, mas as visualizações do anúncio.

É muito comum em sites de notícias que têm um alto índice de tráfego. Blogs famosos também são um bom lugar para este tipo de ação. Além disso, é algo mais usado por grandes empresas com estratégia consolidada. 

Custo com base em visualizações

Ao optar por este formato, paga-se um valor total estipulado para o volume de entrega. O Custo por Mil, portanto, tem como intuito mostrar a publicação para muitas pessoas. Logo, as vantagens que se obtém em usar este tipo de métrica são:

  • Aumentar a consciência da sua marca;
  • Promover uma ação específica;
  • Ampliar o alcance de uma estratégia. 

Para gerar conversão com tal opção é preciso ter uma campanha muito atrativa. Outro ponto importante é pensar na experiência do visitante para não ser incômodo. Mesmo que anúncios assim estejam em alta, quanto menos invasivo for, melhor.

Qual a função do CPC?

No Custo por Clique, o usuário diz o quanto está disposto a pagar por cada interessado. Ocorre, então, um tipo de leilão e cobra-se apenas um valor médio dos lances. Assim, tem muitos benefícios, uma vez que permite:

  • Mensurar a qualidade do anúncio;
  • O melhor ROI (Retorno sobre Investimento) dentre todas as opções;
  • Aumentar o tráfego na página, blog ou site.

Dá, ainda, pra fazer um cálculo prévio do valor da ação que se deseja fazer. Ou seja, é uma boa maneira de controlar os gastos e evitar surpresas no final. Além disso, tal estimativa é algo que as próprias plataformas de anúncios oferecem.

Uso do Google Adwords nas campanhas digitais

Desde já, vale ressaltar que se trata da maior plataforma de links patrocinados hoje. Dessa forma, oferece vantagens como:

  • Opção de segmentar o anúncio por perfil de público;
  • Entrega da publicação no momento certo;
  • Ter seu nome vinculado no maior buscador da internet.

A forma de mensurar dados mais usada nele é por cada clique. Isto porque, é possível fazer um controle maior de quanto se investe. Pode-se também saber quais anúncios dão retorno e o que precisa melhorar. Assim, aos poucos, alcança-se mais leads e clientes.

pessoa usando notebook e tablet ao mesmo tempo
CPM, CPC e CPA são formas diferentes de fazer anúncios pagos na web. Imagem de Pixabay no Pexels

Como usar o CPA na sua estratégia de marketing?

Esta é a opção ideal para quem tem uma margem de lucro ampla em seus serviços. Nesse sentido, o Custo por Aquisição tem relação com uma espécie de comissão. Em outras palavras, paga-se um valor com base na conversão que se deseja.

Pode ser uma venda, uma assinatura, um download ou outra ação de sua escolha. Logo, por ser algo efetivo, a quantia que se investe é equivalente ao nível do serviço. Por este motivo, a empresa que o escolhe precisa ter um fundo seguro de recursos para usar.

Atinja o cliente ideal com o CPA

Trata-se de uma métrica onde paga-se pela entrega ao cliente mais qualificado. Isto porque, a conversão indica que a pessoa que chegou até você, de fato, sabe o que quer. Ou seja, ela viu o anúncio, gostou do seu trabalho e aceitou a proposta.

Entre CPM, CPC e CPA, o último é o que tem o custo mais elevado. Desse modo, indica-se para campanhas de vendas ou para empresas com estratégias bem estruturadas.

Qual a diferença entre CPM, CPC e CPA?

São maneiras distintas de medir uma ação com links patrocinados. Assim, a primeira está ligada a alta taxa de entrega de uma informação. Por outro lado, a segunda trata do custo específico por cada clique. A terceira, então, refere-se ao foco na conversão.

Todas as opções são ótimas para mensurar dados que permitem evoluir dentro do marketing digital. Uma vez que mostram a taxa de interesse, pode-se melhorar alguns aspectos. Seja o texto usado, a imagem ou a página que recepciona o visitante.

Você sabe qual é a melhor estratégia de custo para seu negócio?

A escolha entre elas envolve algumas questões que são particulares de cada um. Isto porque, uma campanha online pode ter muitos objetivos diferentes. Dessa forma, pode-se criar uma estratégia digital para fins como:

  • Tornar sua marca mais conhecida;
  • Aumentar o volume de vendas;
  • Ter um tráfego maior em sua página.

De acordo com o intuito, o usuário tem uma métrica CPM, CPC ou CPA. Além disso, o valor que se tem à mão para gastar é outro aspecto crucial. Para ações com menor orçamento, por exemplo, o pagamento por clique é o ideal.

Como o CPM, CPC e CPA interferem no orçamento da campanha?

A depender da opção que se escolher, o impacto financeiro pode ser maior ou menor. Isto se deve à forma e à velocidade como cada tipo de cobrança ocorre. Nesse sentido, o custo por views, por exemplo, exige um valor que pode pesar no bolso.

O que torna o investimento viável ou não é o retorno que se tem. Dessa forma, criar uma estratégia de orçamento pode ser uma boa forma de começar. Assim, aplicar quantias menores e planejar os passos seguintes, evita prejuízos e desgastes.

Mantenha o orçamento em ordem na sua estratégia

Tráfego pago é uma ferramenta crucial dentro das campanhas digitais. Ou seja, é importante reservar um valor específico para esse fim. Afinal, por meio de anúncios amplia-se o alcance da sua marca, bem como, as conversões.

Conhecer a sua persona tem tudo a ver com escolher entre CPM, CPC e CPA. Afinal, a depender do estágio dela no funil de vendas, o jeito de investir muda. Para leads mais entendidos do seu produto, por exemplo, o valor por aquisição é benéfico.

pessoas sentadas, trabalhando em seus respectivos laptops
É possível usar CPM, CPC e CPA no Google Ads. Imagem de Canva Studio no Pexels

Principais benefícios do CPM, CPC e CPA

Existem muitas vantagens de usar métricas do tipo. Desse modo, a principal delas é mensurar de que forma o público responde à campanha. Logo, se a taxa de conversão é muito baixa, sabe-se que algo ali precisa melhorar.

Ter clareza da maneira como o seu dinheiro é usado é mais uma delas. Nesse sentido, ferramentas como o Google Ads não economizam em transparência. A variedade de opções também é um grande benefício que se tem.

Objetivos da estratégia de marketing

Quando se fala no assunto, a palavra “vendas” já vem à mente de muitas pessoas. No entanto, uma estratégia pode ter metas distintas que levam a um fim em comum. Afinal, há várias formas de crescer, por exemplo:

  • Tornar-se mais relevante para o público-alvo;
  • Ser referência em informações confiáveis;
  • Atrair a atenção para algo em específico;
  • Ter mais leads por meio de CPM, CPC e CPA;
  • Movimentar estoque. 

Algumas dessas ações não geram retorno financeiro a curto prazo. Contudo, com o tempo, as pessoas começam a lembrar da sua empresa. Assim, uma ação de vendas futura tem mais chance de acontecer.

O CPM, CPC e CPA podem ser usados em conjunto na campanha?

Unir as diversas opções de anúncios é algo que pode trazer bons resultados. Apesar do custo final ficar elevado, as vantagens que se obtém são notáveis. Por meio disso, dá para fortalecer a ação e aumentar a taxa de sucesso.

É uma forma também de saber o que funciona para o seu nicho. Nesse sentido, as métricas dos anúncios vão apontar o que gerou maior retorno. Logo, para outras campanhas semelhantes, entende-se melhor o que dá certo.

Qual a melhor estratégia de marketing?

Para definir isso é preciso primeiro ter em mente onde se quer chegar. Isto porque, há metas que exigem atitudes diferentes de outras. Estar no top 3 dos melhores do ramo, por exemplo, não é igual a querer queimar estoque.

A primeira requer ações que visem o longo prazo e a construção da sua imagem. Enquanto na segunda, um desconto assustador pode bastar para gerar movimento. Logo, cada meta pede uma estratégia única que tenha relação com ela.

Como definir o CPM, CPC e CPA da sua campanha?

Entender a fundo o seu público-alvo é o primeiro passo essencial. Ou seja, refere-se a aquele com quem deseja falar, saber suas preferências e tipo de linguagem. Afinal, o CPM, CPC e CPA são construídos em torno dessa persona.

Avaliar o mercado e a forma como outras empresas do ramo agem também é válido. Ao fazê-lo, além de evitar riscos financeiros, ainda economiza-se tempo. Isso também serve de inspiração para criar conteúdos relevantes. Porém, cópias não são bem vistas pelo público.

Orçamento disponível para anúncios digitais na sua empresa

Trata-se de algo crucial para quem deseja se tornar conhecido na internet. Nesse sentido, vale lembrar que milhões de pesquisas são feitas por segundo no Google. Logo, aparecer entre os resultados nos anúncios digitais pode mudar o destino do seu negócio.

Integração do CPM, CPC e CPA a uma ferramenta de automação

Os robôs já são grandes aliados nas estratégias de marketing. Por meio deles, é possível automatizar ações que humanos levariam muito tempo para fazer. Assim, ao programar campanhas com tais métricas, aumenta-se as chances de sucesso.

Como estão os investimentos do CPM, CPC e CPA no seu negócio?

Patrick Munzfeld disse que “quem não é visto, não é lembrado”. Apesar do choque que a frase causa, no mundo dos negócios ela já provou ser verdadeira. Logo, investir em CPM, CPC e CPA é garantir essa visibilidade. Mas, é preciso estar atento a alguns pontos, como:  

  • Ter uma verba específica para isso;
  • Analisar o mercado e o seu nicho;
  • Saber o grau de informação da sua persona a seu respeito.

Ao falar em links patrocinados, as pessoas logo pensam em dinheiro. Contudo, tão importante quanto recurso monetário é investir em tempo de estudo. Portanto, se deseja ser lembrado como referência, não economize também em conhecimento sobre o tema.

Seja o primeiro a ser notificado, sempre que um novo artigo ser publicado

Deixe uma resposta

Usamos cookies para melhorar sua experiência neste site. Ao continuar no site, você concorda com essas condições. Sim Mais detalhes