Tudo sobre Marketing e Empreendedorismo

SEO para Google Imagens: o que é e como otimizar as suas fotos?

O SEO para Google Imagens é uma técnica que serve para otimizar cada um dos conteúdos de mídia. Dessa forma, é um aspecto necessário para se rankear melhor nos mecanismos de buscas online.

A procura por fotos cresce cada vez mais e isso garante um grande potencial para quem quer se tornar uma referência. Por isso, é preciso entender o que é SEO e como ele funciona para obter o máximo de resultados possíveis.

O que é SEO para Google Imagens?

É um conjunto de otimizações nas fotos do seu conteúdo. Assim, são várias as formas de melhorar o seu post e algumas delas são:

  • Título;
  • Legenda;
  • ALT;
  • Descrição;
  • Tamanho.

Com esse recurso, você mostra para o Google que as fotos se relacionam com o assunto e faz com que o buscador possa reconhecê-las. Dessa forma, o SEO para Google Imagens consegue filtrar melhor o que mostra em suas pesquisas.

A plataforma é uma das mais usadas em todo o mundo. Por isso, a técnica hoje é crucial para quem produz conteúdo e deseja que os seus posts cheguem a mais pessoas. Então, é bom que ele sempre esteja associado com a palavra-chave usada. 

pessoa usando celular, procurando fotos
O SEO para Google Imagens é uma forma de ampliar o tráfego para o seu site, por isso, escolha fotos de qualidade. Imagem de Lisa Frotis em Pexels.

Por que usar o SEO para Google Imagens em um site?

Essa é uma prática que requer um pouco de trabalho, já que são vários detalhes. Assim, é bom conhecer alguns dos benefícios que a estratégia SEO oferece para o seu negócio. Portanto, veja quais são os principais deles logo a seguir:

Fonte extra de tráfego

Ter uma foto que consiga se classificar bem é essencial, porque o usuário que clica nela segue direto para o seu site. Dessa forma, o SEO para Google Imagens ajuda a aumentar o tráfego para o seu domínio.

Essa aplicação ajuda no plano de aquisição de novos clientes, o que é crucial para o marketing digital. Por isso, é uma forma de economizar recursos e de se mostrar como referência em seu nicho.

Um meio de viralizar seu conteúdo

Ao usar o SEO para imagens as chances de que as suas publicações se destaquem se tornam maiores. Assim, é comum que um post com fotos tenha um poder de engajar muito superior do que quando se usa apenas texto.

Um conteúdo viral significa ampliar o seu alcance e aumentar sua exposição de modo orgânico. Então, essa prática é uma excelente forma de otimizar os seus materiais. 

Diminui o tempo de carregamento da página

Essa técnica é útil para que a sua página carregue de modo rápido e prático. Isso porque, uma imagem leve é melhor nesse sentido do que uma grande quantidade de palavras, por exemplo, já que muitos termos tornam o post pesado.

O SEO para Google Imagens torna os arquivos mais simples, o que ajuda na experiência do usuário. Dessa forma, a própria plataforma tende a impulsionar o seu conteúdo e dar destaque a ele.

De que forma você pode otimizar o SEO para Google Imagens?

É fácil entender que a prática é importante para ajudar as páginas a terem um alcance maior. No entanto, para que isso dê certo é preciso saber como aplicar técnicas que realmente otimizem o seu domínio. 

Há vários meios que ajudam a conseguir esses dados e vale a pena conhecer os principais deles. Afinal, ao usar isso na sua produção de conteúdo, suas chances de rankear melhor são ainda maiores.

Nome do arquivo

O primeiro passo para um bom SEO para Google Imagens é, antes de subir o arquivo, dar um título a ele. Isso porque, a plataforma de procura tem alguns limites em seus crawlers – que são os algoritmos de busca.

Essa atitude é simples e muito eficaz para quem deseja ter um bom nível de escrita. Dessa forma, basta seguir algumas dicas na hora de dar o nome para o arquivo, por exemplo:

  • Use palavras-chave curtas;
  • Os termos tem que ter relação com a imagem.

O sistema foi criado para entender textos de modo rápido com base em seu algoritmo que encontra termos-chaves. Mas, ele não é tão desenvolvido para encontrar fotos e para simplificar isso, nomear elas com keywords torna o processo mais rápido.

Legenda da imagem

A legenda embaixo da imagem é algo que chama a atenção dos leitores. Por isso, elas também entram na estratégia e precisam ter um sentido com o texto.

Sua posição é de destaque, então, são um modo prático de engajar e mostrar para o navegador que sua produção é prática. Isso porque, a plataforma tende a usar as legendas para extrair informações e entender o que está ocorrendo.

Como as legendas ajudam o SEO para Google Imagens? 

Essa função ajuda o SEO para Google Imagens, porque faz com que o site a associe com o que está escrito. Portanto, o algoritmo é capaz de encontrar seu post de modo mais rápido ao longo de suas buscas. Assim, algumas dicas para uma boa legenda estão logo abaixo:

  • Insira dados que ajudem a compreender a foto;
  • Use palavras-chave;
  • Faça ligações com as ideias do artigo.

As legendas são essenciais para que o arquivo visual se torne mais interessante. Dessa forma, vale a pena gastar um tempo extra em uma descrição que seja coerente com o assunto e tenha técnicas de SEO aprimoradas.

Alt text

O ALT é uma ferramenta que existe em todas as fotos da internet e serve para descrever o conteúdo delas. Assim, funciona como um texto alternativo e é um dos elementos mais importantes para um alto SEO para Google Imagens

Essa aplicação é útil, porque auxilia pessoas com deficiência visual a compreender a produção. Isso porque, os leitores de tela podem identificar a imagem e descrever o que ela reproduz por conta do texto alternativo.

Só que o buscador também usa essa função para facilitar a sua busca. Além disso, ele pode exibir a descrição quando há algum erro de conexão e a foto não carrega no dispositivo que acessou a página.

Outro aspecto que o ALT agrega para o seu conteúdo é mostrar ao Google qual a relevância da imagem para o post. Portanto, na hora de escrever ele é bom incluir o que tem na foto de modo breve e objetivo. 

Contexto da imagem

Para construir um SEO para Google Imagens é crucial considerar o contexto visual dentro da publicação. Então, é bom que se coloque em um local do texto onde haja algo em comum com o tema.

Essa prática é importante, porque o buscador relaciona as suas informações com os dados dos parágrafos próximos a ela. Dessa forma, ele entende melhor o conteúdo dela e o que representa.

URL da imagem

A estrutura URL é um dos aspectos que também devem ser considerados no SEO para imagens. Portanto, é bom organizar a URL de todos os arquivos de um modo bem lógico e prático.

Isso permite que o navegador entenda como achar o conteúdo de um modo mais simples. Além disso, ele consegue identificar que há um arquivo visual que vai além da publicação e o reconhece deste modo.

notebook em cima de uma mesa, com um celular mostrando várias imagens
O SEO para Google Imagens precisa funcionar em qualquer aparelho, seja computador ou celular. Imagem de Plann em Pexels.

Engajamento da imagem

Um dos pontos mais difíceis na construção do SEO para Google Imagens é achar as que têm um potencial de engajamento. Isso porque, quando muitas pessoas se interessam por uma foto, a plataforma entende que elas têm um alto nível de importância entre os usuários.

Para conseguir isso é bom buscar itens originais e que causem um grande impacto em seu site. No entanto, caso pretenda usar um banco de imagens, escolha por opções conhecidas e que despertam interesse.

Lembre-se que isso irá lhe ajudar a rankear melhor. Mas, o seu público tem que gostar do conteúdo visual e ver como ele se encaixa com o assunto retratado ali.

Dimensões da imagem

Um aspecto importante e que poucos sabem é que os tamanhos de imagens para redes sociais também são analisados pelo buscador. Dessa forma, ele tende a preferir pelas que atendem formatos regulares.

A escala pode variar bastante, mas o ideal para quem faz SEO para Google Imagens é que seja 16:9 ou 4:3. Isso porque, se encaixam melhor nos textos e costumam ter o suficiente para chamar a atenção de quem lê. Então, algumas dimensões comuns são:

  • 1366 x 768;
  • 1200 x 800;
  • 720 x 480.

É bom evitar opções que sejam muito compridas ou altas, já que a intenção é que elas se adequem melhor às telas de computador ou TVs. Portanto, elas sempre devem seguir esse padrão para ter chances maiores de se gerar um bom SEO. 

Tamanho do arquivo

O tamanho de uma foto pode influenciar muito no tempo que a página leva para carregar e esse é um ponto muito importante para o ranking do Google Imagens. Isso porque, quanto mais lento for a página, pior ela fica. 

A meta para quem constrói SEO para Google Imagens é que se gaste o mínimo de tempo possível. Portanto, é preciso buscar por opções visuais que sejam leves e possam ajudar nesse sentido.

Para conseguir que elas sejam compactas, dá para usar algum software de edição que a comprima. Dessa forma, algumas das principais opções são as que estão logo abaixo:

  • I love imagem;
  • Photoshop;
  • Optimizilla;
  • jpeg.io.

Um bom SEO deve procurar sempre manter o arquivo leve. Isso porque, permite que ele seja upado e torne a página mais fácil de carregar, o que é um ponto muito positivo.

Metadados da imagem

Toda imagem tem algum tipo de informação armazenada que surge já com o aparelho que a captou. Assim, esse conjunto se chama metadados e pode guardar registros como:

  • Horário em que foi tirada; 
  • Tempo de exposição; 
  • Uso de flash.

Mesmo que sejam interessantes para quem lida com fotografia, o SEO para Google Imagens não precisa deles. Além disso, deixa os itens mais pesados e aumenta o tempo para carregar. Por isso, recomenda-se que se delete todos esses aspectos da seguinte forma: 

  • Clique com botão direito do mouse no arquivo e vá para propriedades;
  • Selecione detalhes;
  • Clique na opção “remover os metadados”;
  • Selecione todos;
  • Confirme.

Essa ação simples é um grande diferencial para otimizar as suas imagens. Isso porque, elimina uma série de informações que ele não precisa, o que garante que faça uma busca rápida. 

Compartilhamentos da imagem

Uma das formas de melhorar o ranqueamento de um conteúdo visual é o quanto ele foi reproduzido em outros sites, o que se chama embed. Já que, o sistema entende que se muitas pessoas o compartilham é porque ele é relevante.

Na hora de fazer o SEO para Google Imagens é bom incentivar e facilitar que os dados se espalhem. Então, prefira opções que já estão com um bom nível de visualização em outras páginas.

Posição da imagem na página

Uma opinião do Google para um rankeamento melhor é que se coloque a foto próxima ao topo da página. Portanto, ela ganha mais impacto quando está nessa posição e se relaciona com a palavra-chave.

Esse aspecto é ainda mais importante do que o contexto da produção. Dessa forma, o SEO para fotos precisa considerar ao máximo esse ponto na hora de sua construção.

Textos dentro da imagem

A imagem não deve ter uma grande quantidade de texto dentro de si. Isso porque, o crawler do buscador não lerá todo esse conteúdo e o Google não consegue fazer traduções automáticas dele, o que piora o nível de acessibilidade da página.

Nesse sentido, deve conter apenas os termos que mais valem a pena em seu HTML. Dessa forma, o buscador é capaz de reconhecer ele de modo mais fácil e reter todas as informações úteis.

Imagens responsivas

As fotos precisam ser responsivas para se adequar a qualquer tipo de aparelho e ter um bom ranqueamento. Isso porque, o navegador penaliza páginas que não são capazes de se adaptar.

Hoje em dia, muitas plataformas de hospedagem já formatam as imagens de modo automático. Então, verifique se é o seu caso para ter um alto nível de SEO.

Imagens relevantes

É bom lembrar que os arquivos que você pretende usar precisam ter relação com o assunto do texto. Afinal, tentar criar uma conexão entre uma publicação com uma imagem que não tenha nada a ver com o tema é uma prática que tende a ser penalizada.

Dados estruturados

Os dados estruturados são cruciais no SEO para Google Imagens, porque servem para criar selos de destaque e otimizar as buscas. Dessa forma, quando um artigo se relaciona com algumas dessas categorias, pode usar a técnica de informação em suas fotos.

Isso permite que elas ganhem o selo e indiquem ao leitor que esse é o assunto que ele busca. Então, os três tipos de dados que ele reconhece no momento são:

  • Vídeos;
  • Produtos;
  • Receitas.

Caso o seu arquivo se identifique com algum desses assuntos é possível usar a tecnologia neles. Assim, a sua imagem terá um bom SEO, o que deve refletir em um rankeamento alto.

tablet mostrando a página inicial do google com um teclado embaixo
O SEO para Google Imagens é uma forma de se rankear melhor no site de busca. Imagem de Pixabay em Pexels.

Open Graph e Twitter Card

É importante que o seu conteúdo seja compartilhado de modo orgânico nas redes sociais. Por isso, é preciso configurar meta tags no Facebook Open Graph e no Twitter Card para garantir que isso possa ocorrer.

As duas funções são bem simples e intuitivas para quem entende de marketing digital. Mas, se não for o seu caso, essa etapa conta também com vários tutoriais na internet.

Sitemap de imagem

Um sitemap é uma ferramenta que serve para mostrar ao crawler quais são os níveis dentro do seu site. Então, ele mostra o que deve ser prioritário em sua leitura e o que não tem tanta relevância.

Para gerar um SEO para Google Imagens é indicado criar esse mapa focado nas fotos dentro de suas publicações. Dessa forma, há uma garantia maior de que ele seja capaz de ranquear direito o seu conteúdo.

SafeSearch

Quando um usuário bloqueia ou marca como negativa uma imagem, o Google a considera ruim. Por isso, a plataforma criou o SafeSearch que filtra resultados que mostram materiais impróprios para crianças.

Na hora de realizar o SEO para fotos é preciso indicar para a plataforma se elas podem ser vistas por menores de idade. Dessa forma, você evita sofrer punições e se mantém com chances de um bom rankeamento neste meio.

Formato da imagem

Os formatos mais aceitos pelo sistema são JPEG, PNG e WebP. Além disso, há outras opções que se destacam, mas poucas são relevantes para quem deseja um bom nível de SEO para Google Imagens

Fatores gerais de ranqueamento do site

Para se rankear bem no Google é importante que todas as mídias visuais estejam bem contextualizadas. Dessa forma, o ideal é criar um conjunto que funcione bem junto e se ajudem para melhorar a qualidade de seus dados.

Uma página otimizada ganha pontos na pesquisa geral e na específica. Por isso, as chances de se destacar na plataforma de busca são bem maiores.

Como você usa o SEO para Google Imagens na sua página web?

Usar o SEO para Google Imagens é uma das formas de garantir um fluxo orgânico crescente para a sua página. Então, essa é uma ferramenta muito relevante na construção de conteúdo e que precisa ser aprimorada.

É importante usar as técnicas corretas para que o crawler consiga identificar o seu material visual e entender do que se trata. Portanto, use todas as dicas contidas aqui e comece a aplicar elas em sua criação.

Seja o primeiro a ser notificado, sempre que um novo artigo ser publicado

Deixe uma resposta

Usamos cookies para melhorar sua experiência neste site. Ao continuar no site, você concorda com essas condições. Sim Mais detalhes