Tudo sobre Marketing e Empreendedorismo

Vendas simples: as melhores estratégias para converter mais

As vendas simples são aquelas realizadas de forma comum no varejo, onde o cliente já está disposto a efetuar a compra. Diferente das vendas complexas, elas têm menos etapas entre a descoberta e a decisão final, mas isso requer um trabalho ágil da área.

Mesmo que o nome sugira que são fáceis, o vendedor deve estar preparado para conseguir converter a aquisição. Confira a seguir para que tipos de produtos esse tipo de negócio se aplica, bem como, quais são os melhores gatilhos mentais para convencer o cliente

O que são vendas simples?

Esse termo é utilizado para tratar as transações que não requerem um nível de relacionamento prévio com o cliente para concluir o negócio. O exemplo mais comum são as vendas no varejo, onde o consumidor vai em busca de um item, ou seja, já está mais propenso a fechar a compra. 

Outro aspecto é que, em geral, possui um ticket mais baixo, por isso, a conversão tende a ser mais fácil. Afinal, quanto maior o investimento, o cliente tende a refletir mais antes de fazer uma aquisição. Contudo, isso não quer dizer que não é preciso se preparar para atender o comprador, ao contrário, algumas técnicas ajudam nesse processo.

Como criar sensação de urgência nas vendas simples?

Um dos fatores que podem influenciar na decisão de compra é o gatilho da urgência. Essa é uma técnica muito comum nas vendas simples, para evitar que o cliente desista da aquisição. Assim, algumas formas de transmitir esse sentimento no momento do atendimento são:

  • Incluir promoções por tempo limitado;
  • Ressaltar que há poucas peças em estoque;
  • Edições limitadas.

Com isso é possível vencer as objeções de venda do cliente, que não quer perder a oportunidade de levar o produto que buscava com a melhor condição. Por isso, é o recurso mais comum utilizado pelos vendedores para concluir um negócio.

Como saber se um produto se encaixa nas vendas simples?

Para saber se um produto se adapta a esse modelo de vendas, é preciso analisar a sua complexidade e valor agregado. O primeiro aspecto se relaciona com o quão simples é o item, ou seja, o vendedor não precisa explicar de modo detalhado. Por exemplo, ao buscar um sapato, o cliente já sabe qual a sua função, assim, caberá ao atendente apenas indagar sobre o estilo e a ocasião, bem como, oferecer as opções que melhor atendam. 

Já em relação ao preço, as vendas simples têm como foco maior produtos com ticket menor. Afinal, bens de alto valor como veículos demandam uma análise um pouco mais profunda antes de fechar negócio.

É importante analisar cada detalhe do produto

Tais fatores não são absolutos, mesmo porque a noção de ticket alto pode ser diferente para cada pessoa de acordo com o seu poder aquisitivo. Por isso, é preciso analisar todo o contexto, se é um item comum ou se tem uma finalidade mais específica. 

Um televisor pode ter um valor de venda mais alto do que um material para uso em clínicas de odontologia, por exemplo. Mas, não possui tantas exigências técnicas e pode se encaixar dentro das vendas simples

O que são vendas complexas?

As vendas complexas, por sua vez, têm um percurso maior entre o primeiro contato com o cliente e a conclusão do negócio. Isso ocorre porque o objeto ou a solução que oferece requer um investimento maior ou demanda um entendimento maior do destinatário. 

Quais as diferenças entre vendas simples e complexas?

A principal diferença entre os dois tipos está no valor do produto, que é mais baixo no caso das vendas simples. Além disso, no caso das complexas se oferecem soluções que demandam que o cliente entenda mais sobre a função daquele item como:

  • Serviços técnicos;
  • Programas e softwares;
  • Materiais especializados. 

O tipo de cliente também é um diferencial entre esses dois formatos de vendas. Nas complexas, por exemplo, um dos públicos em potencial é o do mercado B2B, ou seja, a transação com outras empresas. 

Fechamento por suposição

No caso das vendas simples é possível concluir o fechamento por suposição, que ocorre a partir da indicação de um produto após um breve questionamento ao cliente. Assim, no caso de uma loja de sapatos, o vendedor pode buscar alguns dados como:

  • Número do calçado;
  • Ocasião de uso;
  • Preferências de cores.

Com base nesses quesitos, ele pode supor qual é a melhor opção e apresentar os modelos que atendam. Já nas vendas complexas, seria preciso aprofundar um pouco mais sobre as necessidades do cliente para expor os benefícios do seu produto.

mulher em uma loja olhando roupas
Nas vendas simples, há menos etapas até a conclusão da compra. Imagem de RODNAE Productions no Pexels

Marketing de conteúdo impacta nas vendas?

Investir na produção de conteúdo educacional, por exemplo, ajuda o cliente a compreender melhor sobre o produto e a solução que ele oferece. Assim, quanto mais consciente de sua necessidade, mais fácil será a jornada de venda, ou seja, terá menos resistência à oferta.

Como fazer marketing de conteúdo para as vendas simples?

No caso das vendas simples, como se trata de um artigo de menor complexidade e valor, o foco deve ser em promover os diferenciais do item. Afinal, há uma concorrência mais acirrada já que se trata de uma mercadoria mais comum. Logo, é preciso buscar alguma forma de diferenciar a sua oferta das demais, como:

  • Fazer comparativos entre diferentes materiais utilizados;
  • Produzir conteúdo visual para atrair a atenção. 

Como impulsionar as vendas simples de um negócio?

Para ter mais resultados no seu negócio, é preciso se destacar em meio à concorrência e oferecer uma boa experiência ao cliente. Nesse sentido, confira na sequência nove dicas para vender mais em passos simples.

1- Estudar o público-alvo é essencial para aumentar as vendas

Saber qual é o perfil do cliente ajuda nas vendas simples, porque permite ser mais assertivo na abordagem. Por exemplo, uma loja de eletrônicos que tem um público mais jovem e engajado nas redes sociais, sabe que uma das prioridades na escolha é ter uma boa memória interna.

Com isso, o vendedor é capaz de se antecipar e trazer ao cliente as melhores opções para a compra. Isso evita que ele desista de adquirir um item, porque não encontrou o que buscava.

2- Nas vendas simples também é importante estudar a concorrência

Outro ponto essencial é estar atento às táticas da concorrência, uma vez que como o objeto é mais comum, tem uma oferta maior. Assim, vale acompanhar promoções sazonais ou condições especiais para ser mais competitivo.

3- Todo negócio precisa de uma estratégia de preços?

O preço é um critério vital nas vendas simples, já que o produto em si é menos complexo. Logo, é um dos diferenciais que vai levar o cliente a fechar a compra de um item que procura. Por isso, alguns passos são importantes para conseguir oferecer um valor competitivo, tais como:

  • Fazer uma pesquisa de mercado;
  • Negociar com os fornecedores as melhores condições para reduzir o custo;
  • Em caso de entregas, buscar parceiros para reduzir o valor do frete. 

Com essas medidas é possível ter uma margem maior para fixar o preço de venda e atrair mais clientes. Por outro lado, se o objeto tem um custo mais alto em razão do material ou marca, é possível explorar essas características por meio de um bom plano de marketing para dar essa noção ao público.

4- As vendas simples exigem que o produto seja próximo do cliente?

Mesmo que o formato mais comum seja o das vendas em lojas físicas, também é possível aplicar para o comércio online. Nesse sentido, há muitas ferramentas que permitem ao lojista atender ao cliente de forma remota e fechar o negócio em poucos passos. Para isso, vale investir em um perfil nas redes sociais ou um site onde possa expor os produtos.

5- Oferecer diversos tipos de pagamento é uma vantagem para as vendas?

A facilidade na hora de pagar é um bom diferencial para quem trabalha com as vendas simples. Afinal, como há uma concorrência maior, qualquer vantagem adicional vai chamar a atenção do consumidor e dar mais chance de concluir a transação. Nesse contexto, não apenas os meios de pagamento diversos são importantes, como também formas de parcelamento mais acessíveis. 

6- É possível aumentar as vendas simples usando gatilhos mentais?

Os gatilhos mentais são uma técnica utilizada em vendas para provocar uma reação emocional no cliente e assim, conduzi-lo à compra. O mais comum deles é o da urgência, que procura fazer com que a pessoa tome a decisão de forma rápida por receio de perder a oferta. Além desse, há ainda outros que podem complementar a estratégia, como:

  • Gatilho da novidade, ou seja, quando há um lançamento;
  • Escassez que se une ao da urgência, visto que é preciso comprar antes que acabe;
  • Prova social, por meio de depoimentos de clientes satisfeitos.

Para usar bem esse recurso, é preciso entender bem o perfil do consumidor e o tipo de produto que oferece. Desse modo, o vendedor consegue atingir o ponto mais sensível para o convencimento.

duas mulheres olhando vitrine
O uso de gatilhos mentais nas vendas simples visa vencer possíveis objeções para conclusão da compra. Imagem de Tim Douglas no Pexels

7- A importância do atendimento ao cliente nas vendas simples

Por mais que não seja preciso aprofundar tanto o relacionamento nas vendas simples, isso não dispensa um bom atendimento. Afinal, se ao chegar em uma loja o cliente for tratado com desdém pelo vendedor ou não encontrar o que procura, irá comprar de um concorrente.

Nesse cenário, é essencial em qualquer que seja a situação, que o tratamento seja cordial e se ofereça opções diferenciadas. Mesmo que não tenha o modelo que ele procura, pode mostrar itens similares ou ainda se dispor a manter contato para avisar quando voltar ao estoque. Esse tipo de cuidado faz com que o consumidor tenha uma experiência positiva e pode resultar em uma relação duradoura.

8- Como a tecnologia pode ajudar a aumentar as vendas?

O uso da tecnologia para ampliar vendas se dá à medida que permite trabalhar em outros canais. Assim, mesmo uma loja física pode oferecer a opção de compras online como uma facilidade ao cliente que não quer se deslocar. 

Para isso, pode usar tanto ferramentas já consolidadas como Whatsapp Business, Instagram Shopping ou criar um aplicativo próprio. Desse modo, consegue oferecer mais agilidade ao processo desde o pedido até a entrega ao cliente. No entanto, isso também exige maior organização com as etapas de logística e controle de estoque.

9- O relacionamento com o cliente impacta nas vendas simples

Mesmo no caso das vendas simples, o atendimento não se encerra com o fechamento da compra. Ao contrário, essa é uma boa oportunidade para estreitar o vínculo com o cliente e fidelizá-lo para que volte a comprar. Nesse sentido, algumas ações indicadas para aproveitar esse momento são:

  • Solicitar os dados para cadastro do cliente;
  • Pedir a avaliação sobre o atendimento e o produto;
  • Enviar avisos sobre promoções e novos lançamentos;
  • No caso de produtos de compra recorrente, vale alertar se está de volta ao estoque.

Para não correr o risco de ser invasivo, é essencial que a pessoa autorize o envio desse tipo de publicidade. Além disso, a qualquer momento pode mudar esse consentimento e pedir sua exclusão, o que deve ser respeitado.

Aumente as vendas simples do seu negócio

O sucesso nesse modelo de vendas está ligado de forma direta com a qualidade no atendimento ao cliente. Nesse sentido, mesmo que ele já tenha a ideia de que precisa de um produto, ainda há um caminho a percorrer para que ele decida por fechar a compra. Por isso, é preciso adotar medidas para converter de forma mais rápida, tais como:

  • Simplificar as opções de escolha;
  • Conhecer bem as características do produto;
  • Destacar os diferenciais;
  • Oferecer meios facilitados para pagamento;
  • Manter um preço competitivo;
  • Ser solícito no atendimento.

Fora esses pontos, também é importante conhecer bem o público e fazer uso dos gatilhos mentais para vencer as objeções. Portanto, o papel do time de vendas é essencial e requer um bom treinamento. 

Outro aspecto essencial é cuidar do pós-venda, porque ele é determinante para que o cliente se fidelize. Além disso, se estiver satisfeito com o atendimento, poderá indicar para outras pessoas e assim, aumentar o alcance do seu negócio. Avaliações positivas também são um poderoso gatilho de prova social que pode influenciar na decisão.

Seja o primeiro a ser notificado, sempre que um novo artigo ser publicado

Deixe uma resposta

Usamos cookies para melhorar sua experiência neste site. Ao continuar no site, você concorda com essas condições. Sim Mais detalhes