Tudo sobre Marketing e Empreendedorismo

Transformação digital: o que é, quais são os seus impactos para as empresas e a sociedade?

Transformação digital é um fenômeno que visa fazer o uso da tecnologia de modo a otimizar processos e aumentar a produtividade no contexto corporativo. Mas esse processo exige uma mudança de mentalidade da gestão e da cultura empresarial.

Hoje, se pode observar que as tendências dessa transformação estão muito presentes para o marketing digital, por exemplo. Entenda o que é esse processo e como ele pode ser implementado no seu negócio.

O que é transformação digital?

A transformação digital é um processo no qual as empresas precisam mudar seu mindset a fim de usar a tecnologia de forma estratégica. Não se trata apenas do uso da tecnologia em seus processos, mas sim da mudança de mentalidade em relação a ela. Pode-se dizer que a motivação dessa transformação ocorre pelas exigências da realidade atual, na qual muitas ações são realizadas à distância.

Alguns pilares desse fenômeno são:

  • Adaptação às mudanças;
  • Eficiência nas entregas;
  • Foco no consumidor;
  • Chance de obter feedbacks constantes.

Com isso, se trata de saber como usar a tecnologia de modo a alcançar a eficiência em diversas atividades. Assim, o que ocorre é uma mudança na estrutura da empresa.

Como funciona a transformação digital nos negócios?

A transformação digital nas empresas, em primeiro lugar, precisa partir do topo da gestão. Aliás, é importante enfatizar que não é o setor de TI o único responsável por essa transição, mas sim que todos devem estar envolvidos de alguma forma. É por esse motivo que a liderança deve exercer um papel crucial.

Diagnóstico da situação real

O primeiro passo para realizar essa transição é definir quais são as necessidades da sua empresa. Então, o ideal é fazer um estudo sobre as principais dificuldades que as suas equipes de diversos setores enfrentam em seu dia a dia. Assim, se pode buscar uma solução tecnológica que aumente a produtividade na área como:

Esses são alguns exemplos que podem ajudar na hora de realizar o diagnóstico da situação da sua empresa. Mas o essencial é avaliar os objetivos do seu negócio e como o uso de tecnologia poderia contribuir para alcançá-los.

Alinhamento da gestão

Outro ponto essencial é fazer o alinhamento da sua gestão, já que se trata de uma mudança estrutural. Assim, busque formas de engajar a sua equipe e orientá-las sobre esse novo formato de administração da empresa.

Implementação da estratégia

O momento de implementação da transformação digital é o que você deve fazer escolhas sobre os recursos que vão permitir a transição. Então, deve-se observar tudo que foi definido na etapa de diagnóstico a fim de atender as prioridades do seu negócio. Por exemplo, se há uma necessidade maior de um sistema de automação de atendimento, é preciso decidir qual ferramenta utilizar.

Testes e experimentações

A implementação também deve levar em conta os resultados. O que se deve fazer nesta etapa é analisar quais ferramentas ajudam no desempenho dos seus colaboradores ou no atendimento ao cliente. Ademais, o aumento de lucros também deve ser levado em conta ao conferir os testes e experimentações.

Avaliação de melhorias

Por fim, os dados obtidos na etapa anterior são úteis para avaliar quais tarefas podem ser melhoradas. Nesse sentido, usar as KPIs, ou indicadores-chave, pode tornar a sua análise ainda mais assertiva. Não esqueça que essa avaliação com o objetivo de realizar melhorias é o que permite que a sua empresa de fato passe pela transformação digital.

Qual é o impacto da transformação digital na sociedade?

Na verdade, ao analisar esse assunto, se percebe que essa transição é uma das consequências do uso de tecnologia que se tem hoje. Nesse cenário, é válido destacar a chamada geração Z, pois os que fazem parte desse grupo são conhecidos como nativos digitais. Ou seja, a maioria dos que nasceram após 1994 teve acesso à tecnologia ainda na infância.

Isso influenciou não apenas a sua facilidade em lidar com diversos dispositivos, mas também em:

  • Mais facilidade em realizar várias tarefas ao mesmo tempo;
  • Abandono de estratégias de marketing obsoletas.

Por já terem crescido em um cenário de mudança, se acredita que a geração Z também é a que mais exigirá atitudes das empresas. Isso vale tanto para os que estão em atuação no mercado de trabalho quanto para os seus clientes.

garota sentada na biblioteca lendo um livro
A geração Z é uma das que mais vai exigir a transformação digital das empresas. Imagem de cottonbro studio em Pexels

Progresso tecnológico

É um processo mais amplo, do qual a transformação digital é a última etapa. Assim, ele inclui outras duas fases, entenda como elas influenciam esse fenômeno.

Digitização

A primeira etapa do progresso da tecnologia é a digitização. Ela consiste na tradução de dados analógicos para o digital. Isso, na prática, trata-se de transformá-los em bits e guardá-los na memória de dispositivos.

Digitalização

É um processo mais amplo, pois inclui a alteração de processos realizados dentro das empresas. De modo simples, consiste em usar soluções digitais a fim de reduzir custos, aumentar a produtividade e integrar setores. 

Big Data

Nessa etapa de digitalização, muitos outros conceitos importantes surgem no mundo de TI, entre eles o de Big Data. Ele é usado para se referir ao grande volume de dados que foi gerado nos últimos anos. Então, o avanço de tecnologias da informação, como a internet das coisas, motivou a origem de dados tão grandes que não podem ser lidos por sistemas tradicionais, o que é uma das tendências desse progresso.

Transformação digital

Por último, este é, na verdade, o efeito das etapas anteriores. Após adotar diversas ferramentas para digitalização de seus processos, as empresas têm acesso a muitas oportunidades. Aliás, a evolução se torna muito mais acessível para negócios de todos os setores. 

6 mitos sobre a transformação digital

Hoje, muitas pessoas que gerenciam um negócio, ou não, já entendem como a transformação digital é importante para o mercado. Mas alguns ainda se recusam a investir nessa transição ou não entendem bem o conceito. Afinal, apenas usar tecnologia, redes sociais ou qualquer outra tecnologia na empresa não indica que a instituição está inserida na mudança.

1- Transformação digital é só para empresas de tecnologia

Não é só para empresas de tecnologia. Alguns ainda acreditam que apenas os negócios que já atuam com ferramentas digitais desde o seu início precisam passar por esse processo. O fato é que empresas de todos os setores, de alguma forma, precisaram investir nos últimos anos em alguma solução digital. Embora isso não seja o mesmo que ter uma mudança de mentalidade quanto ao uso de tecnologia, é uma das etapas para que isso ocorra. 

2- Tudo se resume a experiência do cliente

É importante destacar que a transformação digital é também uma mudança de mentalidade na empresa, ou seja, se refere a uma visão holística do negócio. Assim, a experiência do cliente é apenas um dos aspectos que precisam participar dessa transição.

3- A transformação digital vem de iniciativas pequenas

Outro mito é que a mudança de cultura da empresa pode ocorrer a partir de ações pontuais de alguns colaboradores. Na verdade, é preciso que essa transição seja estudada e implementada pela gestão do negócio. Afinal, é uma transição que precisa ser organizada e orientada com fins de avaliação de resultados também. Portanto, atitudes individuais não farão esse processo ocorrer.

4- Quem vai realizar a transformação é o setor de TI

Mesmo que ele seja muito importante, não é o responsável por realizar uma mudança tão grande. Na verdade, ele se relaciona um pouco com o terceiro mito e, mais uma vez, é a gestão da empresa quem deve promover a mudança. Então, o que é necessário é que haja maior aproximação entre o setor de TI  e a gestão a fim de alinhar seus objetivos.

5- É possível adiar a transformação digital

Adiar a transformação digital da sua empresa pode significar ficar para trás no mercado em pouco tempo. Esse é um processo que vai ocorrer em diversos setores e decidir esperar pode colocar o seu negócio em desvantagem. Por exemplo, seus concorrentes podem investir em soluções tecnológicas que aumentem a sua produtividade e reduzam seus custos. Assim, até atingir a capacidade do seu rival, talvez demore e você tenha prejuízos.

6- Basta desenvolver várias iniciativas digitais?

O uso de tecnologia digital nas empresas não indica que elas estão no processo de transição. Aliás, mais do que desenvolver várias iniciativas, é essencial saber como elas funcionam dentro da estratégia do seu negócio.

Não adianta ter um perfil nas redes sociais se não há um estudo sobre o comportamento e características da sua audiência. Elas também não serão úteis se não servem como uma forma de aproximar o relacionamento entre a sua marca e o cliente, além de avaliar seus feedbacks. Portanto, não se trata do uso de várias iniciativas digitais, mas sim de como elas são usadas para trazer resultados para a empresa.

pessoas reunidas trabalhando em seus laptops
A transformação digital vai além de incluir seu negócio em redes sociais e usar algumas plataformas. Imagem de fauxels em Pexels

Novos modelos de transformação digital

A transformação digital deve ocorrer em vários âmbitos do seu negócio. Agora você já conhece os mitos sobre realizar esse processo, então, é hora de saber com quais pontos deve se preocupar para a implementação. Mais uma vez, é preciso que a gestão da empresa seja essencial para que essa transição ocorra. 

Cultura empresarial

Em primeiro lugar, a cultura digital deve ser incluída como a da empresa também. Afinal, a mudança deve ser estrutural e precisa ser orientada por esse aspecto para que esteja em evolução constante. O básico que se deve realizar em um primeiro momento é:

  • Entender o consumidor digital;
  • Investir em treinamentos para suas equipes;
  • Ter uma abordagem voltada para as pessoas.

Nesse contexto, é essencial capacitar o seu time e inserir esta mudança em seu cotidiano. Assim, o seu processo de adaptação pode ocorrer de forma mais ágil e eficiente.

Gestão das empresas

Ao realizar uma mudança cultural, é preciso planejar também quais serão os cargos e funções novas da gestão. Isso porque a gestão deve ter as pessoas como centro, não o produto que a empresa produz ou vende. Com isso, áreas semelhantes devem ficar mais próximas como o marketing e vendas.

Modelo de negócios

Adaptar a empresa às exigências tecnológicas atuais implica em também modificar o seu modelo de negócios. Como é possível observar no mercado, muitas possibilidades surgiram graças à evolução das tecnologias de informação. Um exemplo disso é o sucesso de produtos digitais, como os oferecidos em lojas de aplicativos. 

Outra oportunidade com essa transição é a de alcançar um público muito maior e vender para além da sua cidade, ou estado. Na verdade, no contexto digital, as fronteiras físicas não existem. Com isso, é possível até mesmo sair do modelo de negócios físicos e abrir um e-commerce.

A integração entre o físico e o digital também é uma tendência para a transição. Exemplos disso são os aplicativos que permitem fazer pedidos online para restaurantes físicos. O que deve priorizar é realizar a transformação digital que seja interessante para o seu negócio. Então, pode-se optar por um dos exemplos acima ou se inspirar no que empresas do seu setor fizeram para se adequar a essa nova realidade.

Relação com o cliente

As redes sociais, blogs e a internet como um todo afeta as relações do cliente com a marca. Os posts, comentários, mensagens e avaliações aumentaram a interação com seu público-alvo e isso faz diferença para outros possíveis clientes. Assim, o que se vê é que eles têm um papel mais ativo e a empresa deve investir nesse relacionamento.

Processo operacional

Não apenas a relação com o cliente, mas também seus processos operacionais internos precisam de mudanças. O objetivo é aumentar a motivação de seus colaboradores e a sua produtividade.

Em primeiro lugar, é preciso melhorar a comunicação com e entre o seu time. Para isso, pode-se considerar tanto a agilidade quanto a integração com outros setores para alinhar a interação. Aliás, ter uma relação transparente e orientá-la com clareza também faz parte da transição para o digital. Outros pontos importantes são:

  • Tomada de decisão com base em dados;
  • Compartilhamento de informações em tempo-real;
  • Automação de atividades;
  • Processos de trabalho organizados.

A liderança pode realizar também o monitoramento de desempenho com o uso de ferramentas digitais. Assim, as suas escolhas poderão ser feitas de forma mais justa.

Contratação e serviço externo

Um dos focos para considerar antes de uma nova contratação é capacitar o seu time. Então, para inserir a transformação digital na sua empresa, nem sempre é preciso buscar um especialista ou um serviço terceirizado. 

Quais são os pilares da transformação digital?

São cinco pilares que ajudam a entender essa mudança. Eles estão no livro “Transformação Digital: repensando o seu negócio para a Era Digital”, de David L. Rogers. Conheça-os a seguir e entenda a sua importância.

mulher trabalhando com óculos de realidade virtual
A experiência do cliente é um dos focos da transformação digital. Imagem de ThisIsEngineering em Pexels

Cliente

A relação com o cliente é um dos pilares para a transição digital do seu negócio. Com os diversos meios de comunicação com a marca, a interação é essencial. Não é à toa que engajamento e personalização de produtos ou serviços são a prioridade de muitas empresas que já aderiram essa mudança.

Competição

Uma das mudanças nesse novo cenário é que seus concorrentes nem sempre são empresas que oferecem os mesmos produtos ou serviços. Na verdade, fornecedores e até mesmo negócios de outros setores podem competir com você. Em síntese, há plataformas e ferramentas que disputam a atenção do público e que podem ganhar muito espaço no mercado.

Dados

A geração de dados, hoje, ocorre sem planejamento e em grande volume. Assim, o desafio das empresas é convertê-los em informações úteis para seu crescimento e isso é possível por meio das ferramentas de Big Data. Com isso, você poderá estudar melhor o comportamento e as dores do seu cliente a fim de fazer uma oferta assertiva.

Inovação

Diferente das concepções mais antigas, o risco que a inovação oferece é algo positivo. Isso se deve à facilidade de realizar testes, avaliar feedbacks de clientes reais para, então, lançar um produto. Portanto, o fracasso não é mais tão temido, já que pode-se tomar decisões inovadoras fundamentadas em dados.

Negócios

É possível observar como a transformação digital influencia o domínio dos negócios em diversos aspectos. Por exemplo, uso de ferramentas para processos seletivos, análise de desempenho e de treinamento. Com isso, a terceirização de tarefas é uma das principais características dessa transição, já que elas otimizam os processos.

Saúde

A transformação digital também permitiu diversas mudanças no setor da saúde. Observa-se que hoje há maior preocupação com o atendimento humanizado e com o acesso a informação sobre procedimentos, além de maior autocuidado. Por outro lado, o avanço da tecnologia e a Internet das Coisas e a formação de uma base de dados compartilhados entre médicos permite diagnósticos mais assertivos.

Educação

IA, realidade virtual e o próprio ensino a distância são alguns exemplos da influência da transformação digital nesse setor. Assim, o aprendizado torna-se mais personalizado com o uso de diversas ferramentas como jogos virtuais. 

Consumo

A forma de consumir também mudou bastante com essa transição para o digital. Hoje, antes de realizar uma compra, é comum fazer diversas pesquisas. Então, os consumidores avaliam não apenas os preços, mas também a opinião de outras pessoas sobre o produto e a experiência de compra delas. Em síntese, há uma análise mais profunda antes de fechar uma compra.

Tendências da transformação digital

O papel estratégico da tecnologia nas empresas envolve o uso de uma série delas tanto para atender às necessidades do mercado, quanto para otimizar seus processos internos. Conheça algumas delas a seguir.

Big data e data-driven marketing

Como você já sabe, há um grande volume de dados gerados na internet. Mas é preciso ter um olhar analítico para eles a fim de otimizar as suas estratégias. Esse é o papel do Big Data, o qual permite que sua empresa desenvolva um planejamento com base em números reais. Então, nessa transição, o seu negócio precisa estudar o público-alvo por meio da monetização dessas informações.

Internet das coisas

A internet das coisas é uma das tendências da transformação digital. Ela permite oferecer soluções e experiências personalizadas. Por esse motivo, em um cenário com foco no cliente, para alguns setores é necessário investir nesse tipo de tecnologia a fim de se manter competitivo no mercado.

Realidade virtual e aumentada

Elas também são soluções inovadoras para oferecer uma experiência de compra para o cliente muito mais personalizada. O uso dessa tecnologia permite conhecer as dimensões e até mesmo tocar um produto, por exemplo. Isso seria um grande diferencial para lojas virtuais e e-commercers, pois ofereceriam mais segurança ao comprador.

Inteligência artificial e machine learning

A transformação digital também tem como uma de suas principais tendências o uso de inteligência artificial. Na verdade, ela já faz parte do dia a dia de quem tem uma assistente virtual no celular ou a Alexa. Mas esse tipo de tecnologia também é valioso para a automação de marketing, pois permite otimizar atendimentos, por exemplo.

mulher brindando uma taça de vinho com uma máquina
A machine learning é um dos principais aliados de muitos negócios que inserem a transformação digital. Imagem de Pavel Danilyuk em Pexels

Business intelligence e automação de marketing 

BI é uma estratégia útil para realizar uma pesquisa de mercado. Aliado a outras ferramentas, como a automação de marketing e o Big Data, será mais fácil tomar boas decisões. A automação de marketing, por outro lado, é muito importante para empresas que precisam manter a interação com muitos clientes de modo individual. Assim, a comunicação é planejada a fim de entregar um atendimento personalizado e não mecânico.

7 desafios para a transformação digital 

Inserir a transformação digital em uma empresa não é um processo simples e nem rápido. Realizar isso ainda é um grande desafio para um negócio pelos seguintes principais motivos:

  1. Falta de iniciativa;
  2. Dificuldades técnicas;
  3. Reputação e segurança de dados;
  4. Data silos: dados soltos por falta de integração;
  5. Garantia de retorno incerta;
  6. Cultura da empresa;
  7. Problemas de TI.

Tudo isso pode atrapalhar o processo de transição digital da sua empresa. Então, caso queira realizar essa mudança, é preciso resolver essas questões.

Como começar a transformação digital na empresa?

Diante de um cenário tão dinâmico, ter processos mais eficientes com o uso de tecnologia é muito importante. Portanto, siga alguns passos para iniciar essa mudança:

  1. Enxergue as possibilidades para o futuro;
  2. Desenvolva habilidades necessárias para a transformação digital;
  3. Atualize-se sempre;
  4. Lidere o planejamento e a execução desse plano.

Um dos pontos essenciais para que a transição comece em sua empresa é ter uma liderança, alguém que tome a iniciativa. Como você viu, isso deve partir da gestão e não de outros colaboradores.

Curso de transformação digital 

Para pessoas que desejam se especializar no tema, há algumas instituições de ensino superior que oferecem o curso de transformação digital. Portanto, se deseja implementar essa mudança em seu negócio, se aprofundar no tema é um bom começo.

Usamos cookies para melhorar sua experiência neste site. Ao continuar no site, você concorda com essas condições. Sim Mais detalhes