Tudo sobre Marketing e Empreendedorismo

O método PDCA é ideal para a melhoria contínua de suas atividades?

O ciclo PDCA (também conhecido como círculo de Deming ou ciclo de Deming) descreve um conceito fundamental no processo de melhoria contínua de processos. 

Neste artigo você aprenderá mais sobre o PDCA, qual é a origem desse método e o que considerar em cada fase. Aliás, entenda também as vantagens e desvantagens desse modelo. Além disso, aprenda como melhorar processos em sua empresa com ele.

O que quer dizer PDCA?

O PDCA (Plan-Do-Check-Act) é um conceito para alcançar um processo de melhoria contínua, tanto no desenvolvimento de produtos quanto na análise da causa raiz dos erros. Além disso, é conhecido por muitos como ciclo de Deming.

Sua força particular está na facilidade de como pode ser usado e implementado. Portanto, ele consiste em quatro fases que se repetem com muita constância, que em português significa: 

  • planejar;
  • fazer;
  • verificar;
  • agir.

Projetado para uso a longo prazo, a fim de melhorar de forma sustentável sua própria gestão de qualidade na empresa, no lugar de obter sucesso a curto prazo.  

Origem do PDCA

A origem deste ciclo remonta há 400 anos, no século XVII, na época de Galileu e Francis Bacon, já conhecidos por seu aprendizado indutivo. 

A forma como se conhece o conceito hoje foi criada pelo físico Andrew Shewhart na década de 1930, sob o nome de Ciclo de Shewhart. Então, depois foi desenvolvido por Edwards Deming e usado por empresas japonesas após a Segunda Guerra Mundial.

Qual a diferença entre PDCA e PDSA?

Além do PDCA, existe outro modo similar, o PDSA, neste caso, a fase “Check” é substituída por “Study”. Isso pode ser rastreado até Edward Deming, que rejeitou a etapa “C” na época, porque via o método como uma modificação mal compreendida de sua ideia. 

Para ele, não se tratava de verificar uma comparação entre a situação atual e a situação-alvo. Ao contrário, ele se preocupou em aprender com as avaliações obtidas e, assim, melhorar a qualidade dos processos no longo prazo. 

Em sua mente, portanto, a representação pictórica do método pode ser vista como uma espiral e não como um círculo que continua girando. 

O que significa cada fase do ciclo PDCA?

As quatro fases têm seu lugar fixo dentro do ciclo PDCA e sem alteração. Portanto, é um modelo de melhoria contínua da qualidade que consiste em uma sequência lógica de etapas principais como Planejar, Fazer, Verificar e Agir.

Blocos análogos aos de palavras-cruzadas sobre papel milimetrado e com lápis abaixo formando o nome Planning
O PDCA é um método que com planejamento visa a melhoria contínua dos processos da empresa e assim, auxilia na qualidade produtiva. Imagem do Canvas.

Plano/Plan

Nesta fase você simplesmente planeja o que tem que ser feito. Então, a depender do escopo do projeto, o plano pode ocupar grande parte do trabalho de sua equipe. 

Em geral, o processo consiste em etapas menores para poder criar algo organizado com menos erros. Antes de ir para a próxima etapa, você precisa ter respostas para as seguintes perguntas:

  • qual problema central precisa de resolução?
  • quais os recursos que a empresa necessita?
  • quais recursos o negócio já possui?
  • qual solução ideal para resolver o problema de disponibilidade de recursos?
  • em que estado o plano terá sucesso ou quais são os alvos?

Recorde-se que você e sua equipe necessitam rever o plano de vez em quando antes de prosseguir. Nesse caso, é apropriado utilizar um meio para estabelecer e manter ciclos de feedback abertos. Isso permite que se reúna dados satisfatórios antes de prosseguir.

Fazer/Do

Depois de ter o plano pronto, é hora de agir. Portanto, nesta fase você implementa tudo o que foi visto na fase anterior. Observe que problemas imprevistos podem surgir neste momento. 

Em uma perfeita situação, primeiro tentaria executar seu plano em um escala pequena onde pudesse controlar o ambiente. Padronizar ajuda sua equipe a cumprir o planejamento sem problemas. Tenha certeza de que todos saibam suas funções e obrigações.

Verificar/Check

Esta é certamente a fase mais relevante do ciclo. Então, se você deseja formular seu plano com clareza, evitar erros comuns e buscar a melhoria constante, preste bastante atenção à fase de verificação.

Aqui é preciso revisar a execução do seu plano e ver se o plano original de fato funcionou. Além disso, sua equipe pode encontrar partes com problemas no processo atual e eliminá-las no futuro. 

Agir/Act

Finalmente à última fase. Anteriormente, você desenvolveu, implementou e revisou seu plano. Agora é preciso agir sobre os resultados, se tudo parecer bem e sua equipe tiver alcançado a meta de vendas original, poderá seguir em frente.

É uma boa ideia adotar todo o plano se os objetivos forem alcançados. Assim, seu modelo se torna a nova base. No entanto, mesmo com planejamentos padronizados, lembre sua equipe de passar por cada etapa e buscar oportunidades de melhoria.

Por que usar o PDCA?

Em sua essência, o PDCA fornece uma abordagem e orientação padronizadas para que os membros da equipe e empregados resolvam problemas e melhorem de forma contínua seu trabalho. 

Pessoas sentadas ao redor de mesa de reunião enquanto analisam dados em celulares e folhas de papel, que estão ao lado de suas respectivas canecas de água ou café
O PDCA traz muitos benefícios, assim como, versatilidade e integração dos funcionários. Imagem de rawpixel.com no Freepik

Isso é verdade para muitas outras formas de gerenciar e controlar a qualidade, que variam em complexidade e têm muitas histórias de sucesso. O que torna o modelo especial em comparação com os outros é que ele tem um processo simples.

Mais do que isso, é direto e intuitivo para as pessoas poderem entender e executarem em seu trabalho. Portanto, essa visão não apenas está no mundo dos negócios, mas também se firma nas indústrias e nas mentes das pessoas.

Embora exija um certo nível de cooperação de seus colegas para que funcione em equipe, a simplicidade do ciclo ajuda a integrar à cultura da empresa e aos processos gerais.

Devido à sua natureza cíclica, ajuda a eliminar erros e evitar que eles ocorram novamente no futuro. Além disso, ao testar e implementar diferentes soluções com sucesso, você coletará dados e experiência no seu manuseio.

Quando usar o PDCA?

Embora algumas abordagens de gerenciamento e solução de problemas possam consumir muito tempo e recursos para serem aplicadas, o método raramente fica inútil devido à sua adaptabilidade. 

Quem deseja obter uma melhoria consistente de seus próprios processos de trabalho ou de sua equipe, este método oferece uma boa opção. Portanto, esse modelo pode não ser apropriado para responder a um problema de processo urgente ou de emergência. 

Quais os benefícios do ciclo PDCA?

O PDCA traz consigo muitas vantagens como uso ilimitado e versatilidade, logo, as empresas devem saber mais detalhes antes de integrá-lo aos seus processos de trabalho para não acabar com algo diferente do esperado.

Integração de todos os colaboradores

Quando utilizado em uma organização, todos os empregados são incluídos de forma automática no projeto. Isso tem um efeito positivo na química da equipe e no sentimento de pertencer a um lugar.

Versátil

É possível usá-lo de várias maneiras. Ele não apenas simplifica a resolução de problemas, pode-se usar o conceito na fabricação de produtos e aplicar tanto na produção quanto no controle de qualidade.

Uso ilimitado

O uso ilimitado é possível, assim que um ciclo é concluído, a quarta e última fase cria diretamente a base para um novo que, por sua vez, leva à melhoria contínua dos processos. 

Quais as desvantagens do PDCA?

Também existem pontos negativos que deve considerar antes de decidir usar o PDCA como progresso lento e princípio fixo, então, veja cada um deles com mais detalhes.

Um princípio sólido

Ele funciona de acordo com um princípio fixo e oferece pouca ou nenhuma margem de manobra para quaisquer variáveis ​​na implementação.

Progresso lento

Devido às quatro fases diferentes, há um progresso muito lento e não se pode esperar resultados rápidos. Portanto, ter paciência é um ponto-chave para o sucesso. 

Leva muito tempo

Deve-se levar em consideração, principalmente quando se trata de todo o trabalho de planejamento estratégico e análise, que as ações reais ocorrem devagar. Ou seja, se precisar de muito tempo para avaliar, os projetos podem parar rapidamente.

Pessoas sorridentes e de pé reunidas ao redor de mesa analisando projeto em folha grande de papel
Após todo o planejamento do PDCA vem a ação e assim, se aplica tudo que foi planejado. Imagem de Alena Darmel do site Pexels.

Como é a aplicação do ciclo PDCA em marketing?

Para deixar mais clara a possível aplicação do ciclo PDCA, veja um pequeno exemplo aqui. Desse modo, coloque-se no lugar de um vendedor de móveis de escritório.

Saiba que é uma empresa de médio porte com foco na atuação regional, mas também nacional. Agora entenda tudo a partir de diferentes fases.

Plano

O marketing sempre enfrenta o mesmo problema. Os três tópicos principais são aumento de vendas, alcance e imagem. A ideia aqui é obter o melhor resultado com o orçamento curto. 

Nesse sentido, é preciso traçar um plano. Então, devido à atual situação do COVID-19 com a adesão do home office, vê-se aqui uma oportunidade de enfrentar o problema. 

Estabelece-se um objetivo específico que é aumentar as vendas com o mesmo orçamento, promovendo necessidades de home office (por exemplo, mesas com altura ajustável).

Fazer

Muda-se um pouco o orçamento e configura-se uma página de destino, incluindo anúncios do Google Ads. Cria-se um público-alvo ou mais de um e inicialmente distribui-se orçamentos menores. Ou seja, testa se essa medida promete resolver o problema.

Confira

Agora que a campanha está em execução há um ou dois meses em uma escala menor, cheque os números. Veja se o ROI foi alto em comparação com outras medidas ou se as campanhas não chegaram a ter o efeito esperado.

Ação

Suponha que a medida foi um sucesso total. Então, é claro, o mais adequado é adicionar mais do orçamento de marketing de outras campanhas mais fracas para a que foi mais bem-sucedida.

Ao mesmo tempo, passe para o próximo plano para otimizar ainda mais o processo. Afinal, a página de destino pode ter um desempenho ainda melhor com conteúdo expandido ou ainda há ajustes a serem feitos nos grupos e nos textos dos anúncios.

Este exemplo mostra bem que o processo de marketing nunca está completo. Porque depois de algum tempo, a campanha certamente estará em declínio.

É preciso refinar de forma contínua com PDCA?

O PDCA é essencial para estabelecer a otimização sustentável da gestão da qualidade na empresa e manter a melhoria contínua. O pré-requisito para isso é que o nível gerencial siga uma política de excelência e também a transmita aos funcionários.

Usamos cookies para melhorar sua experiência neste site. Ao continuar no site, você concorda com essas condições. Sim Mais detalhes