Tudo sobre Marketing e Empreendedorismo

Use os Rich Snippets para aumentar a audiência de seu site

Os rich snippets representam mais uma das ferramentas que dão resultados comprovados na estratégia de SEO. A importância de ranquear bem uma página, de fato, em algum momento passa por eles. Então, conheça o que são e como trabalhá-los em seu plano de marketing.

O que são os rich snippets?

Em tradução, o termo significa “fragmentos ricos”. Para o universo do SEO, no entanto, diz respeito ao aumento da taxa de cliques em um site. Os rich snippets apareceram em 2009, quando o Google decidiu dar relevância a determinadas informações valiosas de um website, a saber:

  • Avaliações dos usuários;
  • Comentários;
  • Resultados locais.

Essas referências dão ao visitante uma noção mais detalhada da sua busca. Dessa forma, permite ao cliente em potencial ter mais informações sem ter decidido ainda em qual link irá clicar. 

Ao passo que para os buscadores, tais dados relevantes são como filtros. A função, por sua vez, é identificar os domínios que oferecem as melhores experiências nas buscas e de modo mais completo aos usuários.

Como criar

Para executar os snippets, tenha conhecimento na área de desenvolvimento web, assim como do próprio Google. De forma básica, a criação de tais informações partem dos códigos HTML por meio da estruturação de dados específicos, a fim de orientar os bots.

Estes facilitam o trabalho dos robôs dos buscadores na hora de identificar as informações valiosas de um site. A construção dos dados estruturados pode ser feita por meio de plug-in para o WordPress ou via Google Search Console (GSC).

Para quem não domina o cenário dos códigos HTML, o plug-in “All-In-One Schema.org Rich Snippets” é um ótimo caminho. O GSC, por sua vez, também não exige tanta habilidade, mas requer um conhecimento mais acentuado.

O que diz o Google sobre os rich snippets?

Este buscador possui orientações ricas para esse trabalho. Assim, se informe quais são os snippets existentes e sobre como criar os códigos HTML para implementação na página.

Após isso, acesse a Central de Pesquisa Google para testar os dados estruturados. Use o GSC para apontar possíveis erros, mas fazer essas alterações na página não garante, no entanto, a exibição dos dados. O que voga nesse caso é a personalização de busca do usuário. 

Search Gallery

O Search Gallery é o pontapé para a implementação dos dados estruturados na página. A ferramenta do Google lista os tipos de dados possíveis, assim como apresenta a instrução para a criação dos códigos HTML. Com a execução dos códigos, assim como os devidos testes, basta analisar quais rich snippets cabem na sua estratégia de SEO. 

Quais são os rich snippets?

Ao pensar nos snippets é preciso analisar o tipo do seu conteúdo. Essa avaliação define quais são os dados que farão a diferença e desse modo, oferece uma experiência mais positiva de busca.

Existem informações genéricas, ou seja, que atendem à estratégia de todos os tipos de sites. Da mesma forma que existem dados específicos, aliás, a dica é concentrar esforços nos detalhes. O objetivo é selecionar quais pesquisas aprimoradas reverterão cliques à página.

Breadcrumbs

Os Breadcrumbs são o caminho do seu link. Ou seja, a trajetória no site que chega à determinada pesquisa do usuário. É a exibição da ordem do domínio e que aparece logo após o título. 

Sitelinks

Esse rich snippets é uma exclusividade ao site que está no topo da busca. É, em suma, um menu que lista as mais importantes páginas internas do website. Essa informação não é atrelada à codificação, o próprio buscador elenca o que será exibido.

Searchbox

O Searchbox também é uma exclusividade mais ampla. Isso significa que é uma opção para as páginas com tráfego orgânico expressivo. É uma caixa de busca diretiva, já que só aparece quando há a procura por determinada marca ou empresa.

Avaliações

As tais estrelinhas localizadas logo abaixo da URL. As avaliações são a opinião do usuário sobre o conteúdo do site. É um termômetro bem visível aos demais users, quanto mais bem avaliado um site é, mais estrelas ele tem.

homem apontando para uma ilustração de barra de pesquisa no centro da imagem
Rich Snippets são as informações valiosas de um site dispostas na página de busca e que condicionam o clique certeiro do usuário. Imagem de FreePik.

Logo

O logotipo é um dado estruturado como imagem. Aparece quando há a busca direta pelo nome da empresa, assim como a marca. O Google, por sua vez, entende a relevância e pode apresentar mais informações. Essas ficam dispostas no Knowledge Graph na própria página do buscador.

Redes sociais

As informações sobre os canais sociais da empresa são destaque no Knowledge Graph. Basta configurar os códigos HTML com os links das redes sociais.

Contato

O contato compreende os canais que o usuário usa para interagir com a empresa. É a importação de dados como o telefone, SAC ou dados de suporte técnico. Isso pode vir do Google Meu Negócio, assim como dos dados estruturados.

Negócios locais

Essa opção atende bem aos comércios, por exemplo, as cafeterias. As informações aparecem no Knowledge Graph, mas podem vir também do Google Meu Negócio. O buscador, a seu critério, pode apresentar referências extras, como o horário de atendimento.

Artigos

Opção disponível para blogs, assim como para os sites de notícias. Ao estruturar esse tipo de dado, o site apresenta um carrossel com os “top stories”. No entanto, se a busca acontece em dispositivo móvel é necessário configurar a página em Accelerated Mobile Pages (AMP).

Produtos

As informações sobre produtos aparecem junto às avaliações. Os dados são formatados com detalhes como o preço e a disponibilidade da mercadoria. Isso oferece um resumo ao usuário e pode fazê-lo decidir de modo mais rápido em qual link vai clicar.

Eventos

Dado importante às páginas que vivem do mercado da cultura, como os shows. Ao formatar os códigos, aparecerá ao usuário as informações mais relevantes. Tais como as datas, as localizações do evento, bem como, a faixa de preço.

Receitas

As páginas de receitas, por sua vez, contam com um rich snippets específico. Ele reúne informações básicas para a culinária como o tempo de execução. Quando a busca é feita via mobile, as opções ficam dispostas em formato carrossel, desde que a configuração seja AMP.

Músicas

O Google valoriza a cultura. Para o gênero musical, as buscas apresentam links para serviços de streaming ou de vídeo. Assim como informações adicionais, por exemplo, o site do artista.

TV e filmes

Seguem a mesma proposta da categoria de músicas. As informações adicionais, no entanto, podem detalhar as produções. Além de fornecer dados sobre bilheteria, crítica e as premiações.

Qual é o benefício dos rich snippets para o SEO?

Como o próprio nome indica, os rich snippets são informações ricas. Quando uma página possui, sinaliza relevância. O que não significa que codificá-la para isso garantirá bom ranqueamento. O seu benefício é indireto, a saber:

  • Ajudam no destaque orgânico da página;
  • Diminuem a taxa de rejeição;
  • Aumentam a taxa de cliques.

Os snippets são uma fonte adicional de dados. Eles aparecem sem que o usuário necessite clicar em mais um link ou refinar ainda mais a sua busca. No entanto, são as informações valiosas que definem o clique em uma página em detrimento de outra.

Relação com o tráfego

Quando um site no buscador apresenta informações valiosas, condiciona o clique certeiro do usuário. Dessa forma, determina uma melhoria na taxa de cliques. Em virtude disso, o tráfego da página cresce e indica a crescente do CTR orgânico (Click-Through Rate).

Para os buscadores esse efeito dominó é um excelente indicador. Ele diz aos robôs que o site fornece ao usuário o que ele procura, bem como de maneira exata. O que também indica que o trabalho de SEO para as palavras-chave também é relevante.

Relação entre rich snippets e taxa de rejeição

A taxa de rejeição é o abandono do link sem qualquer interação, revertido em percentual. O desgosto do user acontece quando as informações na busca não convergem com o conteúdo do site. 

Com a implementação do rich snippets, no entanto, o usuário possui mais informações advindas do próprio site. Isso diminui a chance do abandono de clique. Dessa forma, melhora também a taxa de permanência, uma vez que navega pelo domínio, quem realmente tem interesse nele.

mulher de pé, sorrindo em uma cafeteria. Ela parece ser a dona do negócio
Os rich snippets “negócios locais” são os dados estruturados que servem diretamente aos comércios, como uma rotisserie. Imagem de FreePik.

Como usar os rich snippets para atrair audiência ao site

Use como parte da sua estratégia de SEO, mas verifique qual é o mais adequado ao seu produto ou serviço. Além disso, garanta que ele:

  • Atenda ao objetivo da marca ou produto;
  • Satisfaça a necessária ou desejo do usuário;
  • Seja informativo e atrativo.

Informativo para ser direto e atrativo, para forçar o clique na página. No entanto, não adianta atrair o clique certeiro com o uso estratégico da informação relevante, se o site não ratifica essa busca. Atrair audiência para o seu domínio implica em qualificar o seu conteúdo. 

Lembre-se de que a busca por algo na internet tem de forma consciente ou não a intenção de compra. O uso de rich snippets, a saber, precisa convergir na boa experiência do usuário. História essa que precisa começar no buscador, a fim de terminar com a aquisição.

Ao seguir essas dicas, basta planejar a estratégia de uso, codificar o dado estruturado, testar e por fim, observar os resultados. A ação não é isolada, mas como parte do universo de SEO, garante resultados expressivos convertidos em lucro.

Seja o primeiro a ser notificado, sempre que um novo artigo ser publicado

Deixe uma resposta

Usamos cookies para melhorar sua experiência neste site. Ao continuar no site, você concorda com essas condições. Sim Mais detalhes