Tudo sobre Marketing e Empreendedorismo

SERP: o que é e sua importância para a estratégia SEO do seu negócio

A SERP mostra os resultados das pesquisas online. Ela tem uma importância estratégica para quem tem uma presença digital. Afinal, é o principal meio de atração de novos usuários para sua página.

Para figurar entre os primeiros colocados nas buscas é essencial saber o que é SEO e como aplicar. Por isso, entenda melhor como esses dois conceitos se complementam para aumentar o alcance de um site.

O que é SERP?

Search Engine Results Page é o termo usado para designar a página que relaciona os resultados de uma pesquisa na Internet. Assim, quando alguém digita um termo de busca, o algoritmo passa a vasculhar toda a web à procura de itens que atendam a ele.

Os links que aparecem, ordenados de acordo com a relevância, são a SERP. Nesse sentido, para suprir melhor ao objetivo da pesquisa, elas podem aparecer em diferentes formatos, como:

Entender como se comporta esse mecanismo pode garantir mais destaque para uma página. Com isso, é possível ganhar mais fluxo de pessoas em seu website.

Como funciona a SERP?

A função da página de resultados das buscas online é organizar os itens que atendem aos critérios. Para isso, todas as engrenagens do algoritmo de pesquisa são colocadas em prática. 

Os itens mostrados são aqueles que possuem no título ou em algum outro elemento que remete ao que o usuário digitou. Aliás, a inteligência artificial permite que ele interprete expressões sinônimas ou que tenham o mesmo sentido.

Estrutura básica da SERP

De modo simples, na SERP constam os dez links com os principais resultados do tráfego orgânico. Na parte superior da página, em destaque, ela traz os conteúdos promovidos, ou seja, anúncios pagos.

Também pode destacar algumas das respostas mais completas em boxes que aparecem antes do primeiro colocado. Esses são os snippets, que aparecem para alguns tipos de busca.

Qual a relação da SERP com SEO?

Esses dois conceitos estão ligados de forma direta, afinal, ao conhecer como se comporta a SERP é mais fácil definir as estratégias de SEO. Isso porque, figurar entre as primeiras posições nas pesquisas online é a meta de qualquer site. 

Como personalizar o SEO com base na SERP?

A otimização do conteúdo deve se voltar para facilitar que os robôs de pesquisa encontrem a sua página. Para isso, o uso de palavras-chave com bom volume de buscas é uma boa estratégia. A seguir, confira outras práticas recomendadas para ter resultados melhores.

Otimização de URLs

A URL é o termo que aparece na barra de endereço de um site, é composta pelo domínio, seguido de barra e o destino. Na SERP, ela fica logo abaixo do título da página. Otimizar esse elemento significa deixá-lo mais curto e de forma a indicar do que se trata. 

Ter uma URL com essas condições facilita a busca feita pelo algoritmo. Assim, ao fazer a leitura ele entende que aquele endereço contém algum dos termos que procura. Já para o usuário, ele deixa em evidência o assunto, o que o leva a entrar na página.

O recomendado, portanto, é evitar o uso de códigos ou caracteres especiais na URL. Ou seja, tente deixá-la bem objetiva. Uma sugestão é incluir também a palavra-chave no endereço.

Meta descrição

Outro elemento capaz de melhorar o posicionamento nas páginas de pesquisa é a meta descrição. Trata-se de um resumo breve do que consta no site. Desse modo, serve para antecipar ao usuário o que ele vai encontrar. 

Nem sempre será esse texto que vai aparecer na SERP. Isso porque, o algoritmo pode encontrar outro trecho dentro do conteúdo que seja mais adequado. Mas, uma boa descrição é sempre válida, porque auxilia no rankeamento.

Estratégia de palavra-chave

O uso das palavras-chave ao longo do texto é essencial para indicar que contempla o assunto buscado. No entanto, não se deve utilizar em excesso, pois pode ser interpretado como uma forma de burlar o algoritmo. 

Uma outra sugestão é investir em termos mais específicos, uma vez que têm uma concorrência menor. São as chamadas palavras-chave de cauda longa ou long tail. Além de melhorar a posição nas pesquisas, podem trazer visitantes mais qualificados para o site.

Estratégias de Link Building

Ter links externos que direcionem para a sua página, bem como, fazer menções a outros domínios pode melhorar o desempenho na SERP. Isso mostra ao algoritmo a autoridade e relevância do conteúdo.

tablet com página inicial do google aberta
Na SERP aparecem os resultados para as pesquisas online organizadas de acordo com a relevância. Imagem de 2H Media no Unsplash

Micro-momentos do Google

O foco do buscador é oferecer uma experiência positiva ao usuário. Por isso, se esforça em melhorar os mecanismos de busca e refinar os resultados trazidos. Nesse sentido, definiu alguns momentos-chave nas pesquisas e que se relacionam a:

  • Querer saber;
  • Buscar onde ir;
  • Ver o que comprar;
  • Ou ainda o que fazer.

Esses micro-momentos são, na verdade, o instante em que o usuário faz a pesquisa com a decisão sobre aquela ação. Ou seja, é quando os resultados têm que ser mais assertivos.

Na criação de conteúdo é essencial pensar nessas situações e aplicar à sua realidade. Assim, se uma pessoa quer comprar um carro, de fato, estará em busca dos modelos mais confortáveis ou econômicos, por exemplo.

Quais os principais recursos da SERP do Google?

A SERP pode apresentar os resultados sob diferentes formatos. Isso serve para se adequar ao tipo de pesquisa, a fim de entregar uma melhor experiência. Então, veja os principais recursos e como usá-los de forma estratégica.

Anúncios do Google Adwords

Quando o segmento é muito concorrido, figurar entre as primeiras posições no tráfego orgânico é uma tarefa difícil. Por conta disso, uma solução é recorrer a anúncios pagos. Assim, você investe um valor para aparecer com destaque nas pesquisas. 

Esse tipo de link fica sempre no topo da página e é sinalizado para o usuário que foi promovido. Para que se tenha um bom retorno, é essencial segmentar bem o público e os termos buscados. 

Com isso, é possível direcionar o conteúdo para a audiência certa, que tenha interesse no que oferece. Desse modo, evita-se gastos desnecessários em campanhas com pouco retorno.

Imagens dos termos pesquisados

As imagens também podem ganhar destaque na SERP, em especial, quando se busca um produto. Por isso, é essencial investir em mídias com boa resolução, que chamem a atenção do visitante. 

Também é bom incluir a palavra-chave na descrição das fotos e no nome do arquivo. Isso vai facilitar a localização pelos mecanismos de pesquisa para trazer os resultados mais assertivos.

Snippet de descrição

Essas são pequenas caixas que trazem um trecho do conteúdo que responde à pergunta do usuário. Nesse sentido, destacam páginas que poderiam não estar nas primeiras posições. Para figurar neste espaço, é preciso ser muito direto em relação à dúvida do lead

O uso de listas, bem como, de um passo a passo é uma boa forma de aparecer nos snippets. Portanto, veja se o seu conteúdo se adequa a esse tipo de formato.

Box de notícias

Esse tipo de destaque serve para acontecimentos recentes, que aparecem logo no início da SERP. Isso ressalta a necessidade de estar sempre atento ao que há de novo dentro do seu segmento. Afinal, pode ser uma boa oportunidade de atrair o público.

Resultados de Shopping

No caso de pesquisas relacionadas às compras, alguns itens aparecem em destaque. Eles direcionam de forma direta para a página da loja. Aqui, além da imagem, o preço também aparece para facilitar a comparação.

Painéis e cards de conhecimento

Em alguns tipos de pesquisa, esses cartões trazem alguns detalhes específicos. Podem ser estatísticas, gráficos ou a cotação de uma moeda, por exemplo. Em alguns casos, o Google traz os dados do Wikipedia ou de outro site.

Local Teaser Pack

Quando o usuário busca um lugar para ir, a SERP pode trazer informações mais detalhadas, como horário de funcionamento. Também é comum que apareçam valores, no caso de hospedagens, por exemplo.

Pesquisas relacionadas

Um recurso que consta nas páginas de resultados é a opção “As pessoas também perguntam”. Nela, o algoritmo traz termos relacionados, que podem complementar a pesquisa do usuário com base em sinônimos. 

Nesse contexto, vale fazer essa análise na hora de criar o seu conteúdo. Afinal, pode ser um bom indicativo do que é mostrado e uma forma de responder de forma direta às perguntas.

notebook com página inicial do google aberta. Ao seu lado há um drink laranja
Entender como se organiza a SERP ajuda a direcionar as estratégias de SEO. Imagem de Dung Anh no Unsplash

Como aparecer nas features da SERP?

Figurar nessas posições de destaque da SERP é um dos objetivos de um bom profissional de SEO. Para isso, é essencial focar na experiência do usuário, uma vez que esse é o grande foco do buscador.

Esteja nas primeiras posições do buscador

Muito embora possa haver algumas exceções, as páginas mais bem colocadas no Google têm maiores chances de estar nos features. Por isso, é preciso investir em um conteúdo de valor, que atenda àquilo que o usuário busca e ainda:

  • Construir autoridade digital por meio do link building;
  • Inserir imagens e conteúdos de mídia para enriquecer o material;
  • Cuidar com a velocidade de carregamento da página;
  • Seguir as diretrizes dos mecanismos de busca. 

A partir dessas medidas simples é possível tornar sua página mais popular. À medida que mais pessoas acessam, o algoritmo entende que o conteúdo é bom e passa a destacar nos resultados orgânicos.

Combata as ações da concorrência

Estar atento ao movimento dos concorrentes é uma boa forma de saber o que está em alta. Assim, o ideal é monitorar as palavras-chave, bem como, analisar quais os formatos têm maior destaque para aquele nicho.

Com isso, pode investir em outros recursos ou identificar oportunidades que ainda não estavam em sua estratégia. Essa é uma forma muito mais segura, porque se pauta em ações que já têm resultados.

Fique atento à escaneabilidade do conteúdo

Esse é um aspecto muito valorizado pelo algoritmo e que vai impactar na posição na SERP. Isso porque, um dos critérios para rankeamento é a experiência do visitante. Afinal, se uma pessoa entra em uma página e sai em seguida, indica que o conteúdo não é bom. 

Para evitar isso, é preciso cuidar da escaneabilidade, ou seja, a facilidade de leitura. Algumas medidas simples podem melhorar muito esse ponto, como:

  • Organizar tópicos bem divididos;
  • Fazer parágrafos curtos;
  • Incluir imagens e outras mídias como complemento;
  • Ser objetivo, ou seja, responder de forma clara sobre o assunto.

Tais ações são eficazes, porque retém a atenção do visitante. Com isso, o site é bem visto pelo algoritmo e tem mais chances de figurar nos destaques. Outro fator muito importante é se adequar à leitura em dispositivos móveis. 

Compatibilidade com o uso mobile

Boa parte das pessoas usam a internet pelo celular ou em tablets. Por isso, ao criar um conteúdo é preciso adequá-lo para a leitura em telas menores. Esse é um grande diferencial para obter destaque no rankeamento da página.

Como conhecer os recursos da SERP auxilia na sua estratégia de marketing?

Entender como se dá o processo de organização da SERP é um ponto essencial para o marketing. Afinal, esse é um dos principais canais de atração de novos usuários. Então, obter destaque nele, pode garantir o sucesso da sua estratégia. 

Seja no tráfego orgânico ou por meio de anúncios, o foco deve ser o mesmo, isto é, melhorar a experiência do usuário. Isso porque, essa é a premissa principal do Google. Assim, atender a ela pode significar resultados melhores. 

Isso passa pela otimização do conteúdo. Ou seja, é preciso focar em atender aquilo que o usuário busca. Algumas das formas de alcançar isso são:

  • Oferecer conteúdo de valor;
  • Alcançar maior autoridade online;
  • Ter um site responsivo;
  • Usar imagens de qualidade, que chamem a atenção;
  • Criar URLs simples para facilitar a localização.

Investir em novos formatos também pode ampliar o alcance do seu material. Por isso, vale a pena explorar os recursos em alta na SERP. Incluir vídeos, itens gráficos ou conteúdos organizados em listas são boas opções.

Na hora de criar uma estratégia, portanto, é essencial fazer essa análise. Busque pelos termos em alta no seu nicho e veja os resultados apresentados. Isso vai dar uma boa ideia de como se posicionar bem nos motores de busca.

Seja o primeiro a ser notificado, sempre que um novo artigo ser publicado

Deixe uma resposta

Usamos cookies para melhorar sua experiência neste site. Ao continuar no site, você concorda com essas condições. Sim Mais detalhes