Tudo sobre Marketing e Empreendedorismo

O que é um calendário editorial e por que a sua empresa deve ter um?

O calendário editorial é um documento que organiza todas as ações futuras do setor de marketing. Por isso, ele é uma ferramenta essencial para manter a frequência e a qualidade nas postagens, seja para um site ou para as redes sociais de um negócio.

Para fazer esse planejamento de conteúdo, é preciso ter alguns pontos definidos, como a persona, por exemplo. Assim, confira os aspectos principais e o passo a passo para montar um cronograma eficiente.

O que é um calendário editorial?

Ele cria um plano com as linhas gerais que orientam a produção de conteúdo, bem como, as ações mais específicas. Desse modo, serve para orientar os vários membros da equipe sobre o que precisa ser feito, além dos prazos para as entregas. 

Principais elementos do calendário editorial

O calendário editorial deve delimitar um período, ou seja, você pode definir as ações para um mês ou até para o ano inteiro. O ideal é que não seja muito prolongado, porque engessa muito a produção e pode deixar passar novas tendências que podem surgir nesse meio tempo. Ainda, ele deve conter outros elementos básicos, como:

  • Datas para as publicações;
  • Em qual meio o conteúdo será divulgado;
  • Tipo de mídia, ou seja, fotos, vídeos ou apenas texto;
  • Volume de conteúdos voltados a topo, meio e fundo de funil;
  • Ações especiais em datas comemorativas.

Com essa definição, toda a equipe envolvida tem um roteiro sobre os temas que vai tratar, bem como, a atribuição de cada um. Desse modo, fica mais fácil a gestão do projeto como um todo.

Linha editorial do calendário

A linha editorial é um passo prévio à definição do planejamento de publicações, porque é a partir dela que se define os aspectos gerais do conteúdo. Em resumo, ela é o núcleo de onde derivam todos os assuntos menores e que vão se tornar posts ou textos. 

Fora o tema central de que vai tratar, ela ainda elenca os valores e as diretrizes essenciais da sua marca. Por exemplo, na linha editorial, você pode definir o segmento de marketing digital voltado a empreendedores. Dentro desse grande nicho, pode incluir outros assuntos relacionados, bem como, sua abordagem própria e mais voltada às redes sociais.

DNA de conteúdo

Esse aspecto diz respeito à identidade de marca e serve para guiar toda a produção do calendário editorial. Afinal, cada postagem deve estar de acordo com os princípios e a forma como o negócio se apresenta para o mercado. Isso se reflete na escolha de mídias visuais, na linguagem, por exemplo, se será mais formal ou jovial. Além disso, pode servir para definir parcerias que façam sentido para o público-alvo a qual se direciona.

Persona

Definir quem são as personas do seu negócio também é essencial para planejar as estratégias de marketing. Nesse sentido, ao saber quais são as dores e os hábitos do seu cliente ideal, é possível definir com maior grau de acerto a melhor forma de alcançá-lo. 

Esse item também vai definir qual o tipo de mídia ou canal principal para a sua estratégia. Afinal, se possui uma persona mais jovem, pode apostar em vídeos com tendências em alta. Por outro lado, um público com perfil acadêmico vai valorizar conteúdos informativos.

Quais os benefícios do uso do calendário editorial?

Um calendário editorial ajuda muito no dia a dia das equipes, porque permite antecipar os trabalhos. Ainda, torna toda a comunicação da marca mais uniforme, uma vez que todos seguem as mesmas diretrizes. Além disso, confira outras vantagens em incluir esse item no seu plano de marketing.

Melhora na frequência de publicação

Ao ter uma previsão do que irá publicar, é possível adiantar etapas e deixar as postagens programadas. No caso de redes sociais como Facebook e Instagram, por exemplo, há ferramentas que permitem incluir um post e agendar quando vai aparecer no feed. 

Isso é muito benéfico para o tráfego orgânico, uma vez que o usuário ao visitar a página encontra sempre um conteúdo atualizado. Aliás, a frequência na atualização também é um fator de rankeamento para os motores de buscas.

Alinhamento da equipe de marketing

O calendário editorial também serve para guiar a equipe responsável pela criação e execução dos trabalhos. Assim, todos sabem qual a linha editorial a seguir, os temas e os prazos de entrega de cada etapa. Isso facilita na organização individual, mas em especial aos gestores, que podem acompanhar como anda a produção.

Evita repetição de temas e palavras-chave

Na criação do cronograma, é possível já prever quais os temas e palavras-chave escolhidos para cada etapa. Além disso, esse documento serve também para consulta ao longo de todo o período, para evitar repetir o mesmo assunto. 

Diversidade no formato de conteúdos

Ao criar o calendário editorial, é possível prever no cronograma o uso de diferentes tipos de mídias, para atender outros perfis de público, tais como:

  • Vídeos;
  • Editoriais em foto;
  • Cobertura de eventos;
  • Publicação de textos;
  • Campanhas para uma data específica. 

Essa variedade pode ajudar a atingir um novo tipo de audiência, bem como, permite fazer testes sobre qual é o formato com maior aceitação. Assim, pode-se identificar novas tendências para aplicar no futuro.

homem e mulher analisando post-its presos em um vidro
Ter um calendário editorial ajuda no planejamento da equipe para evitar atrasos. Imagem de Anna Shvets no Pexels

Redução de possíveis atrasos

Com todas as publicações planejadas com antecedência é muito mais fácil acompanhar os prazos e garantir a entrega nas datas previstas. Caso ocorra algum problema, é possível solucionar a tempo para não atrapalhar o cronograma.

Produção de conteúdo equilibrada

Ter toda a previsão das postagens futuras permite distribuir melhor a frequência das postagens. Assim, não se corre o risco de ter um mês com muito conteúdo e nenhuma publicação no seguinte. Mesmo que antecipe alguns trabalhos, basta programar para que sejam postados na data prevista. 

Passo a passo de como criar o seu calendário editorial

Na hora de criar um calendário editorial, é preciso se organizar para não deixar passar nenhum ponto. Então, confira seis passos essenciais para guiar o planejamento e elaborar um guia completo para a sua equipe.

1- Escolha uma ferramenta para o calendário editorial 

A primeira etapa é definir como vai se organizar, ou seja, que tipo de ferramenta vai usar para a criação. Isso porque, esse documento ficará salvo para consultas futuras pela equipe, bem como, para fazer o acompanhamento de cada passo.

Planilhas

Uma opção simples e fácil de usar para organizar o calendário editorial é inserir as informações em planilhas. Elas podem ficar salvas na nuvem, para que todos na equipe tenham acesso em tempo real. Também é possível limitar os usuários que têm poderes para edição, a fim de evitar que modifiquem ou excluam informações.

Google Calendar

Com essa ferramenta do Google, é possível incluir cada uma das postagens como um evento e incluir os responsáveis. Assim, facilita a rotina da equipe, que consegue acompanhar as tarefas pendentes com antecedência. Outro recurso interessante é que ele permite adicionar alertas para lembrar os envolvidos dos prazos, o que reduz o risco de atrasos.

Plugin Editorial Calendar para WordPress

Quem usa o WordPress, por exemplo, tem a disposição um plugin que permite incluir rascunhos de postagens, bem como, programar datas para inclusão. Assim, tudo fica organizado em um único local para facilitar o dia a dia.

2- Determine a frequência de publicação do calendário editorial 

Definir com que frequência vai publicar vai refletir no volume de trabalho e os prazos de entrega. Embora o ideal seja fazer postagens com constância, é preciso saber dimensionar o volume de acordo com o que você ou a equipe conseguem atender. Além disso, mais do que ter um número alto de posts, é preciso se preocupar com a qualidade.

3- Crie uma estratégia de conteúdo para o blog

Outro passo essencial para criar o calendário editorial é definir uma estratégia. Isso exige um estudo prévio sobre o mercado, bem como, sobre o público-alvo que pretende atingir. Com isso, será possível definir alguns elementos que vão orientar a produção do conteúdo, tais como:

  • Palavras-chave;
  • Melhores horários para as postagens;
  • Tipo de mídia utilizado;
  • Prazos para entrega e datas de postagem;
  • Necessidade de contratação de serviços ou buscar parcerias;
  • Eventos para divulgação.

Essa é uma das etapas mais importantes em todo o processo, porque é onde ficam definidas as atribuições de cada membro. Assim, para que tudo ocorra dentro do planejado, todos devem estar cientes de suas tarefas e atuar em conjunto.

4- Selecione os canais de divulgação

No calendário editorial deve constar quais os canais de divulgação serão utilizados na estratégia, tais como blog, redes sociais e outras ferramentas de automação. Nesse sentido, o documento vai indicar os formatos e as ações a serem aplicados em cada um desses meios.

Redes Sociais

Ao incluir as redes sociais em seu planejamento, é essencial saber os padrões para publicação em cada uma delas. Isso vai ajudar no momento da criação para adequar cada mídia às dimensões corretas de cada canal. Além disso, é essencial ajustar a linguagem e apresentação de acordo com o tipo de público de cada plataforma. 

Também nesse passo é possível definir se vai usar recursos como promoção ou impulsionamento de postagens e quais as verbas de cada campanha. Desse modo, quem for responsável por executar, terá todas as diretrizes necessárias para colocar em prática.

E-mail Marketing

O uso do e-mail marketing é uma das principais estratégias de divulgação e conversão em vendas. Por isso, no calendário editorial é essencial programar as ações para essa ferramenta, com os principais pontos:

  • Segmentação de listas de envio;
  • Produção de diferentes tipos de e-mails, voltados a cada etapa do funil de vendas;
  • Realização de testes A/B;
  • Definição da frequência dos disparos;
  • Escolha da plataforma para envio e acompanhamento.

O planejamento das ações de marketing também deve prever eventos importantes ao longo do período. Assim, pode iniciar as campanhas com antecedência para divulgar um lançamento, por exemplo. Isso ressalta a importância em se pensar a médio e longo prazo para que todas as pequenas tarefas estejam integradas.

mulher ruiva escrevendo em post-its em um quadro branco
O calendário editorial deve conter quais os canais serão utilizados para divulgação. Imagem de Alena Darmel no Pexels

5- Siga o cronograma do calendário editorial 

Não basta fazer um calendário editorial detalhado se ele não for seguido pela equipe. Afinal, todo o tempo de estudo e criação de estratégias terá sido perdido e não será possível mensurar os resultados. 

É preciso destacar que o cronograma não precisa ser rígido, ou seja, caso identifique alguma campanha que não tenha o retorno esperado, é possível mudar o curso. No entanto, qualquer decisão deve se pautar com base na análise dos dados. 

6- Compartilhe o calendário editorial com o time de marketing

Para que tenha sucesso nas ações previstas é preciso que toda a equipe esteja envolvida. Portanto, o calendário editorial serve como guia para todos, ao passo que prevê as tarefas e prazos de cada um. Logo, o documento deve ser acessível para consultas, seja em meio digital ou por meio de um quadro visual com as demandas semanais. 

Isso vai auxiliar cada membro a se organizar dentro de suas atribuições. Também é uma importante ferramenta para o gestor da área identificar se há atrasos que possam comprometer as entregas. Nesse caso, pode-se entender qual a demanda e se preciso, direcionar mais pessoas para ajudar.

Como usar o calendário editorial na sua estratégia de marketing digital?

O calendário editorial é uma das bases em uma estratégia de marketing digital de sucesso. Afinal, é nele que vão constar todas as ações previstas para um determinado período. Além disso, serve como meio para definir outros pontos essenciais do planejamento, tais como:

  • Orçamento;
  • Número de colaboradores da equipe;
  • Ferramentas necessárias;
  • Eventos e promoções;
  • Parcerias com outras marcas ou influenciadores;
  • Investimentos em mídias pagas. 

Nesse contexto, esse elemento está ligado de forma direta ao modo como uma marca se posiciona no mercado. Isso porque, vai guiar a produção de conteúdo para que esteja de acordo com os valores do negócio. Ou seja, cada postagem ou anúncio que vai ao ar é pensado de forma prévia para se integrar ao plano.

Ao criar um site ou página para uma empresa é preciso analisar primeiro a quem se destina. Com essa definição clara, saberá como construir um calendário editorial que se adeque àquilo que o público busca dentro do nicho. 

Outro fator importante é manter a constância nas publicações, que é um fator primordial para manter uma audiência engajada. Quando se sabe de forma prévia o que e quando publicar, tudo fica mais fácil.

Seja o primeiro a ser notificado, sempre que um novo artigo ser publicado

Deixe uma resposta

Usamos cookies para melhorar sua experiência neste site. Ao continuar no site, você concorda com essas condições. Sim Mais detalhes