Tudo sobre Marketing e Empreendedorismo

Penalizações do Google: o que são e como elas afetam a sua estratégia de SEO?

As penalizações do Google ocorrem por diversos motivos e alguns deles você pode não conhecer. Caso isso ocorra, a sua estratégia de marketing de conteúdo será prejudicada, porque o primeiro impacto será no rankeamento.

Por essa razão e para evitar que isso ocorra com o seu domínio, é essencial conhecer as ações que não são bem vistas pelo buscador. Além disso, veja como saber se o site foi penalizado pelo Google, já que algumas vezes não há nenhum tipo de notificação.

O que são penalizações do Google?

São as medidas que o Google toma para punir sites que tentam enganar o algoritmo ou usam práticas antiéticas para ganhar uma boa posição na página de resultados. Dessa forma, o domínio pode sofrer diversas sanções, entre as principais:

  • Queda no rankeamento;
  • Dificuldade para indexar novas páginas;
  • Site banido.

Em alguns casos, talvez você nem saiba que realizou uma ação mal vista, mas notou uma queda brusca no tráfego. Esse é o principal sinal de que o seu site sofreu uma das penalizações do Google, por isso, é essencial entender quais são elas e como funcionam.

Penalidade Manual

Ocorre quando o Google identifica o uso de uma prática antiética e decide punir a página ou o site inteiro. Assim, você receberá uma notificação com a explicação dos motivos que levaram a essa penalidade.

Isso pode acontecer, principalmente, se um usuário fizer uma denúncia contra o seu domínio por alguma razão. Por isso, é essencial pensar na experiência do visitante e seguir as práticas recomendadas pelo buscador.

Penalidade Automática   

De modo geral, essas penalizações do Google ocorrem quando o Googlebot identifica algo irregular no seu site. Dessa forma, é uma punição que pode ser feita pelo uso excessivo de palavras-chaves, por exemplo.

Nesse caso, o dono do domínio sofrerá a penalidade, mas não terá explicações sobre os motivos. Então, é importante monitorar as métricas em uma plataforma, a fim de analisar mudanças bruscas no tráfego.

homem sentado, com um laptop a sua frente e uma xícara de café
As penalizações do Google manuais enviam uma notificação ao gestor do site. Imagem de Andrea Piacquadio em Pexels.

Como identificar que o seu site recebeu penalizações do Google?

O primeiro sinal é a queda de uma página ou do site inteiro no ranking de resultados. Mas, nem sempre esse indício quer dizer que sofreu uma das penalizações do Google.

Em alguns casos, talvez tenha ocorrido uma falha técnica sua ou dos rastreadores. Por exemplo, ter desindexado uma página sem querer. Então, veja o passo a passo a seguir para descobrir se o seu domínio foi punido ou não.

Passo 1- Faça uma pesquisa do seu site no Google

Como uma das punições é ter o site removido, o primeiro passo é pesquisá-lo no Google. Dessa forma, faça isso com o nome exato do domínio, a fim de obter resultados específicos. 

Depois de fazer essa busca, há a possibilidade de que ele não apareça, o que indica que, de fato, o site foi excluído do mecanismo de busca. Mas, ainda assim, é importante conferir na plataforma de CMS que você usa se ele está desindexado.

Caso ele apareça em posições mais baixas, depois de outros sites, talvez tenha sofrido uma das penalizações do Google que afetou apenas o rankeamento. Não é uma boa notícia, mas há formas de corrigir.

Passo 2- Cheque as ferramentas para webmaster

As ferramentas de webmaster podem indicar que as suas páginas estão com problemas para indexar ou serem rastreadas. Assim, identifique quais são os erros e faça os ajustes necessários.

Passo 3- Identifique suas principais palavras-chave

Outra forma de verificar se o seu site sofreu punições do Google é fazer a pesquisa das palavras-chave em que costumava rankear bem. Então, é necessário abrir uma aba de navegação anônima e realizar a busca.

Nesse caso, se elas estão em posições mais baixas que antes é provável que você tenha sofrido uma penalização. Desse modo, é essencial conhecer as práticas que são passíveis dessa ação, a fim de evitar ter o seu site prejudicado.

Passo 4- Fique atento às atualizações do Googlebot

O buscador aprimora o seu algoritmo com muita frequência para oferecer a melhor experiência para o usuário. Por isso, criadores de conteúdo precisam ficar atentos a cada atualização com o objetivo de otimizar a sua estratégia de acordo com as diretrizes.

Quais são as penalizações do Google?

Não se sabe ao certo sobre todas as penalizações do Google que um domínio pode sofrer. Em síntese, não existe um manual com explicações profundas sobre o assunto.

O que se sabe, porém, é que a empresa indica sim as práticas de SEO consideradas boas (White Hat). Dessa forma, o que vai contra esses padrões de forma direta é o que provavelmente será penalizado.

Reclamações mais comuns dos administradores de sites sobre penalizações do Google

As principais queixas dos gestores de sites é a queda no tráfego orgânico. De fato, esse é um impacto direto ao perder posições no ranking. Mas, há variações entre as penalizações do Google, as quais você pode conferir a seguir.

30 Penalty

Como o título indica, ocorre quando um site perde 30 posições entre os resultados de busca. Por exemplo, se ele estiver em primeiro lugar, cairia para três páginas após a primeira.

Evitar penalizações do Google como essa é essencial, isso porque, já se sabe que poucas vezes o usuário vai além da primeira página da SERP. Além disso, esse tipo de punição pode afetar todo o conteúdo do seu domínio.

950 Penalty

Funciona da mesma forma que a 30 Penalty, só que suas páginas perderão 950 posições em relação a que ocupavam antes. Mas, essa punição é mais aplicada a um grupo de conteúdos com palavras-chave específicas e não ao domínio inteiro.

Exclusão do Índice

Ocorre quando o site é simplesmente banido do índice do Google. Ou seja, nenhuma página dele vai aparecer entre os resultados de busca mais. É uma punição grave para o domínio que usou alguma ação antiética.

Desindexação

Pode afetar algumas páginas ou o site inteiro. Mas, isso varia de acordo com a infração cometida e a sua gravidade. Mesmo que você não tenha explicações sobre as razões para essas penalizações do Google, há um conjunto de práticas que devem ser evitadas.

laptop mostrando um gráfico
A queda de tráfego é um dos principais indícios de que sofreu uma das penalizações do Google. Imagem de ThisIsEngineering em Pexels.

Como descobrir a razão do seu site receber penalizações do Google?

Não é possível saber o motivo exato nos casos em que a punição foi feita de forma automática pelo algoritmo. Mas, na maioria dos casos, ela tem tem a ver com o uso de ações pouco éticas para conseguir rankear no Google, como:

  • Uso de práticas não recomendadas pelo Google;
  • Backlinks duvidosos;
  • Muitos backlinks em site ativo há pouco tempo.

Uma das principais estratégias de SEO off page é o link building. Entretanto, não vale tudo para conquistar backlinks na web. Eles transferem a autoridade do site com o texto âncora para o seu domínio, mas se foram mal vistos, isso afetará a sua página também.

Google Sandbox

Para melhorar a experiência do usuário e evitar a presença de sites duvidosos na web, os domínios mais recentes estão sob supervisão mais atenta do Google. Dessa forma, para não parar no Sandbox, algumas dicas são:

  • Não use palavras-chaves comuns;
  • Crie conteúdos de qualidade;
  • Não fazer Black Hat SEO.

Tente não crescer de forma acelerada desde o início, já que alguns meios para isso causam penalizações do Google. Lembre que não vale tudo para aumentar o tráfego e a posição no ranking do seu site, em especial, se ele é novo.

Qual o conceito de Black Hat?

É um conjunto de táticas que visam melhorar a posição no ranqueamento do Google de forma rápida. O grande problema é que elas não são éticas, porque não priorizam a qualidade de conteúdo e a experiência do usuário, além de tentar enganar o algoritmo.

Também são conhecidas como as práticas condenadas pelo Google e, por isso, estão sujeitas a punições. Elas são os fatores que mais causam, portanto, penalidades a seu site. Desse modo, é essencial conhecer todas elas, a fim de evitá-las.

White Hat SEO

Existem as práticas que o buscador incentiva e valoriza. O White Hat inclui várias táticas para crescer de forma orgânica e honesta na web. Diferente das que sofrem as penalizações do Google, elas priorizam, por exemplo:

  • Qualidade do conteúdo;
  • Experiência do usuário;
  • Site responsivo;
  • Otimização de palavras-chave.

Embora levem um pouco mais de tempo para gerar resultados, essas técnicas são as mais efetivas para empresas que desejam crescer online. Portanto, entenda quais são as táticas que deve evitar para não ter o site banido ou perder posições no ranking.

homem sentado, usando tablet
Plágio completo ou parcial também pode sofrer penalizações do Google. Imagem de Karolina Grabowska por Pixabay

Principais técnicas de Black Hat

São as técnicas que a sua equipe deve evitar a todo custo. Isso serve não só para evitar que seu site sofra penalizações do Google pelo algoritmo, mas também para manter a sua boa reputação diante dos usuários.

Duplicação de conteúdo é um motivo para penalizações do Google

A originalidade e qualidade do conteúdo são aspectos cruciais para a avaliação do Google e do seu público-alvo. Dessa forma, jamais faça plágio do material de outras marcas, isso afeta a sua imagem e sofrerá punição.

Vale destacar que isso se aplica tanto para a cópia integral quanto parcial. Por isso, “técnicas” de produção de conteúdo que usam trechos de vários artigos para formar um texto também não são válidas e sofrem penalizações do Google.

É possível usar algo como referência para a criação do seu. Mas, ele nunca deve ser copiado. A melhor maneira de evitar isso é usar mais de um material como fonte para os seus.

Palavras-chave ocultas

As palavras-chave ocultas são as que não aparecem para o usuário, mas estão na página e o algoritmo consegue fazer a leitura. Assim, elas ficam escondidas por ações como:

  • Usar a mesma cor do fundo do site na fonte;
  • Deixar a palavra escondida atrás de imagens e plugins;
  • Usar o tamanho mínimo na fonte.

Caso seu domínio tenha alguma palavra oculta, é melhor corrigir isso logo. Dessa forma, evita sofrer penalizações do Google por esse motivo. Portanto, use todos os termos-chave de forma bem visível em seu texto.

Keyword Stuffing causa penalizações do Google

Forçar o uso da palavra-chave no seu texto é outra prática que não vai trazer bons resultados. Então, o ideal é que faça uso dela de forma natural e bem distribuída em seu conteúdo, a fim de não tornar a leitura cansativa ou repetitiva e nem sofrer punições.

Cloacking e URLs não relacionadas

O Googlebot é um dos principais leitores do seu site. Assim, a técnica de Cloacking consiste em apresentar uma versão otimizada para o robô do Google e outra para os usuários comuns. Isso ocorre quando alguém programa o site para fazer isso.

Em geral, quem faz isso tem a intenção de rankear bem sem fazer as otimizações necessárias. Portanto, mesmo que funcione por um tempo, assim que o algoritmo identificar isso, o site terá penalizações do Google.

Outra ação que você não deve realizar é nomear uma URL que não faz sentido com o conteúdo da página. Isso é usado para ter uma posição melhor no ranking com o uso de uma palavra-chave, por exemplo. Mas, a sua taxa de rejeição pode aumentar. 

Linkfarm e PBN’s

A Fazenda de Links ocorre quando um grupo de sites, de alguma forma, fazem um acordo para trocar backlinks. Em tese, isso seria bom, porque funcionaria como Link Building, mas não é isso que ocorre.

O Google valoriza os backlinks que são feitos de forma espontânea, ou seja, dentro do contexto do artigo e do que o site é especialista. Desse modo, Linkfarm é uma das práticas que pode sofrer penalizações do Google.

PBN’s, por outro lado, são Redes de Blog Privadas. Na verdade, o que elas fazem é comprar links expirados, a fim de obter sua autoridade. Então, se a sua página ancorar um link delas ou vice-versa, será punida também.

Doorway Pages e Palavras-chave não relacionadas

As Doorway Pages são domínios criados para levar o usuário ao mesmo destino. Em síntese, elas buscam atrair tráfego para um endereço com o uso de páginas distintas.

Em geral, elas direcionam o usuário para outro local de forma automática e atrapalham a sua experiência. Portanto, é uma prática sem ética e sem respeito com a sua audiência.

O uso de palavras-chave não relacionadas ocorre quando se tenta enganar o algoritmo. Assim, em geral, criam um conteúdo que parece estar dentro das regras no começo e inserem termos sem conexão com o assunto para subir no ranking.

Comentários em forma de spam

Fazer comentários em fóruns, redes sociais e sites com um link para o seu domínio não é errado. Na verdade, é uma forma de aumentar o tráfego, mas deve agregar valor para a discussão e o material divulgado deve fazer sentido no contexto. Dessa forma, evite:

  • Apenas inserir links sem contexto;
  • Criar diálogos em fóruns para incluir um link;
  • Fazer comentários vagos e que não geram valor para a discussão.

Tudo isso pode sofrer penalizações do Google. Além disso, vale destacar que os links em comentários não transferem autoridade, pois possuem a tag nofollow. Então, interaja sim nesses espaços, mas de modo que gere valor.

SEO negativo

O SEO negativo ocorre quando alguém aplica as práticas de Black Hat para o seu site com o objetivo de prejudicá-lo. Assim, o seu domínio vai sofrer punições como perder o tráfego e posições no PageRank. Desse modo, as principais técnicas são:

  • Link building negativo: backlinks ruins;
  • Backlinks que não têm a ver com a sua área;
  • Menções e comentários negativos sobre a sua marca.

Em geral, quem faz isso pode comprar links de diversos países e criar backlinks para sua página. Por esse motivo, é essencial ficar atento às menções e citações que seu negócio recebe e remover as duvidosas.

Disallow Too é uma ferramenta que serve para rejeitar esses links. Então, caso não saiba como usá-la, busque um especialista para fazer essa configuração e evitar as penalizações do Google.

imagem de 3 carinhas, uma feliz de cor verde, uma apática de cor amarela e uma triste de cor vermelha
Comentários e menções negativas também podem influenciar as penalizações do Google.Imagem de Nasim Nadjafi por Pixabay

Outras técnicas que prejudicam o SEO e causam penalizações do Google

Há outros fatores que atrapalham o SEO das suas páginas e que podem ou não sofrer penalizações do Google. Em geral, elas prejudicam a experiência do usuário, por exemplo:

  • Conteúdo sem qualidade;
  • Demora para carregar suas páginas;
  • Site sem design responsivo;
  • Links externos quebrados.

Um conteúdo sem qualidade pode ter várias características. Desse modo, talvez ele seja raso ou prolixo. Caso o seu site fale sobre temas de saúde, finanças ou direito, a autoria e a profundidade dos materiais é essencial.

Compra de links, fazer backlinks para sites suspeitos ou ter muitas páginas de erros também podem prejudicar o seu domínio. Além disso, evite criar hiperlinks muitas vezes para o mesmo texto âncora.

Um site responsivo para funcionar em todos os tamanhos de telas é essencial. De fato, a maioria das pessoas hoje têm um celular e o usam para acessar a internet. Portanto, é preciso que seu domínio esteja preparado para oferecer a melhor experiência.

Esses aspectos não são os mais característicos para sofrer penalizações do Google. Ainda assim, como o buscador valoriza a experiência do usuário como um todo, o ranking vai priorizar os sites otimizados.

O que fazer quando um site sofre penalizações do Google?

É possível recuperar o site após a penalização do Google. Para isso, é preciso, em primeiro lugar, descobrir qual foi o motivo da punição. Para ações manuais, isso é mais fácil, já que você vai receber uma justificativa.

Quando a punição é feita pelo algoritmo, se torna mais complicado entender o que fez de errado. Mas, se o seu site estava bem e teve uma queda de tráfego brusca, é importante conferir se houve uma atualização do Google. Em síntese, algumas ações para fazer são:

  • Revise o material;
  • Ajuste seus conteúdos às diretrizes que o Google recomenda;
  • Coloque o site em quarentena se ele tiver sido invadido até resolver o problema;
  • Remova comentários spam gerados por usuários;
  • Edite os rich snippets conforme as diretrizes;
  • Rejeite backlinks duvidosos.

Você pode usar ferramentas como o Google Search Console e o Analytics para monitorar as métricas de tráfego, bem como, os problemas de otimização. Por fim, depois de realizar todos os ajustes possíveis, faça um pedido de reconsideração pelas ações manuais.

Diretrizes para Webmasters do Google

São os fundamentos da pesquisa no Google que influenciam na indexação e exibição nos resultados de busca, por exemplo. Desse modo, elas estão divididas nas seguintes categorias:

  • Requisitos técnicos;
  • Políticas de spam;
  • Estratégias de SEO recomendadas.

Os requisitos técnicos são os que se referem à estrutura do site. Por exemplo, a página que funciona, pode ser indexada e não bloqueia o Googlebot. As políticas de spam se referem às ações que podem sofrer penalizações do Google.

Por último, as práticas recomendadas são as conhecidas como White Hat. Desse modo, se referem a criação de conteúdo útil e de qualidade, boa escolha de palavras-chave e links rastreáveis, por exemplo.

Qual a importância de um profissional de SEO?

O profissional de SEO é a pessoa que estuda como os mecanismos de busca funcionam e cria táticas para que um site possa crescer de forma orgânica. Entre as suas principais funções, pode-se citar:

  • Cria estratégias para o seu negócio crescer na web;
  • Analisa concorrentes e palavras-chave;
  • Gera relatórios de metas para a sua empresa;
  • Coordena a sua equipe de produtores de conteúdo;
  • Realiza análise de métricas;
  • Busca otimizar o SEO on page e off page.

Caso o seu domínio tenha sofrido penalizações do Google, esse é o profissional que pode orientar a como recuperar o site. Isso porque, ele domina as ferramentas de SEO, conhece um pouco de programação e é capaz de realizar otimização com base na análise de dados.

É alguém que vai contribuir para gerar resultados e evitar que o seu site seja punido de novo. Então, busque um especialista em SEO para a sua equipe.

O que fazer após corrigir as falhas que geraram as penalizações do Google?

Após corrigir todos os erros que levaram a penalizações do Google, você pode pedir a reconsideração tanto das ações manuais quanto das automáticas. Mas é bem importante ter paciência nesta etapa, porque ela pode demorar um pouco a ocorrer. 

Para evitar problemas como esses no futuro, monitore o seu site com frequência. Além disso, preste atenção às novidades de cada atualização do algoritmo. Desse modo, estude sempre as estratégias de SEO, a fim de otimizar seu domínio.

Seja o primeiro a ser notificado, sempre que um novo artigo ser publicado

Deixe uma resposta

Usamos cookies para melhorar sua experiência neste site. Ao continuar no site, você concorda com essas condições. Sim Mais detalhes