Tudo sobre Marketing e Empreendedorismo

Remarketing no Instagram e o poder de reconquistar os seus leads em potencial 

O remarketing no Instagram é um plano de marketing que consiste em uma ação que aproxima a sua marca dos leads em potencial, ao lembrá-los de uma antiga interação com o produto ou serviço.

Trabalhar com esta rede social tem definido o sucesso de muitas campanhas patrocinadas revertidas em compras e futura fidelização de clientes. Continue a leitura e saiba tudo o que você precisa para implantar com estratégia essa ação.

O que é remarketing?

Remarketing é fazer o marketing de novo e isso não significa uma restrição de ação, uma vez que essa estratégia pode ser replicada diversas vezes. A técnica é um aparato do marketing digital, conhecido pelo baixo custo de aquisição de clientes (CAC), que costuma ser sete vezes mais barato que as demais ferramentas.

Para exemplificar, imagine a jornada de compra que começa na busca pelo produto. Desse início até a finalização da aquisição, o cliente está exposto a diversos conteúdos que são potenciais perdas, logo, o lead não conclui a compra lá no carrinho do seu site. Essas desistências podem ser:

  • Falta de tempo;
  • Ausência de convencimento de que a sua solução é a melhor;
  • Falta de dispositivo de compra, por exemplo, um cartão de crédito em mãos.

Independente do motivo pelo qual o cliente não termina o ciclo de compra, o gatilho para trabalhar com o remarketing está criado. Ele, por sua vez, deixou um rastro para que esse “match” aconteça por meio de anúncios patrocinados. Então, o remarketing no Instagram aproveita todo o potencial visual da rede social para resgatar ou estreitar laços com os leads, a fim de fechar novos negócios.

Qual a diferença entre remarketing e retargeting?

De pronto, você pode encontrar literaturas que tratam os termos como algo igual, no entanto, eles são semelhantes. De modo básico, ambos fazem o mesmo, porém, por caminhos diferentes. O remarketing tem sua história iniciada com os e-mails enviados, mesmo sem o cadastro prévio, uma vez que os cookies do site já coletavam essa informação, a fim de recuperar a venda perdida.

O retargeting, por sua vez, foi uma espécie de aprimoramento dessa técnica a partir dos próprios anúncios via Google ou Facebook Ads. Ambas as ações tem por objetivo impactar o cliente, a fim de completar a jornada de compra. 

A atuação mais evidente, hoje em dia, do remarketing em todo o tipo de rede social, com destaque em especial, para Instagram e Facebook é o motivo pelo qual o termo está associado ao uso da estratégia nas redes sociais

Como funciona o remarketing no Instagram?

Você já deve ter se deparado com alguns anúncios que parecem te perseguir após uma busca no Google ou em uma rede social. Isso, de modo básico, é o remarketing. O Facebook, como proprietário de algumas redes sociais, a saber, também do Instagram, oferece uma ferramenta para que a sua empresa trabalhe com o remarketing. 

Essa ferramenta é o Pixel, um fragmento de um código de programação, que é inserido no site da marca ou nas páginas que você entender pertinente para rastrear, como um GPS, a visitação dos usuários. Dessa forma, as visitas deixam “rastros” que são a fonte de nutrição para a criação dos anúncios patrocinados a serem dispostos aos olhos dos usuários no momento de consumo de uma rede social.

O remarketing no Instagram é comum nos anúncios patrocinados entre os stories, no entanto, depois das últimas atualizações nas redes sociais, a estratégia também aparece no feed e dentro da aba “reels”.

Quando usar o remarketing no Instagram?

Após entender o que é o remarketing e como ele funciona no Instagram, vale saber quando é adequado adotar a estratégia. O cenário digital está tão inserido no cotidiano dos clientes em potencial, de modo que a grande maioria faz tudo online, a começar pelas compras.

Trabalhar com remarketing no Instagram é uma opção para diferentes momentos. Um deles é estimular a volta do lead em seu site para finalizar aquela compra. Além disso, a ação pode aparecer por meio de conteúdos interativos, assim como em forma de consultoria ou orçamento para aqueles leads que avançaram na jornada de compras.

Outro momento para a implementação de tal ação é quando as ações de fortalecimento de marca por meio da exposição são necessárias. Isso parte da máxima de “quem não é visto, não é lembrado”. Lembre que o remarketing atua a partir do rastro de interesse do cliente e então, sua função é resgatá-lo.

mulher usando a ring light e um celular para tirar fotos
O remarketing no Instagram é uma ação que deseja atrair novamente o lead para a compra. Imagem de FreePik.

Por que investir na estratégia de remarketing?

Como toda estratégia de marketing digital, o remarketing no Instagram deve aparecer no planejamento da área, a fim de atingir objetivos comerciais, ou seja, a venda. No entanto, isso deve acontecer de modo natural e humanizado, a fim de encantar o cliente pelo conteúdo, depois pela experiência de compra e por fim, pelos motivos que o farão voltar (fidelização). Confira alguns dos benefícios do remarketing:

Além desses benefícios, inclua nesse check-list a importância da lista dos leads em potencial, isto é, o caminho para chegar até eles a partir do 1º contato com a marca, a fim de aproximar e criar vínculos.

Como aumentar a taxa de conversão a partir de uma campanha de remarketing no Instagram?

O objetivo de uma campanha de remarketing no Instagram é justamente recuperar lead em potencial para que o funil de vendas seja executado por completo. Logo, quando se atinge a meta proposta, ele volta ao carrinho de compras e faz o fechamento da aquisição. 

A taxa de conversão também pode aumentar a partir do momento que a campanha de marketing apresenta uma atmosfera irrecusável de compra. A fim de atingir aqueles consumidores que pararam em etapas anteriores à visita no site. 

Nesse sentido, a persuasão é trabalhada para que desperte o interesse do target em saber mais e como ponto final da jornada, está o carrinho de compras cheio, pois os produtos estão a caminho da casa do cliente.

Qual a relação entre o aumento do ticket médio e uma campanha de remarketing no Instagram?

Caso o seu site venda mais é porque o ticket médio de compras alcançou índices maiores, ou seja, os leads em potencial viraram clientes a partir de uma primeira compra. No entanto, a campanha de remarketing no Instagram pode ter por objetivo novas compras, de modo que a sua empresa terá algo a mais, ou complementar, a oferecer.

Imagine que o seu site vende itens de academia e um cliente adquire uma bermuda. Você, a partir dessa informação, tem condições de estimular uma nova compra a partir do remarketing e aí, as campanhas chegam a esse consumidor de modo a oferecer um tênis, um par de meias, entre outros exemplos.

Quanto mais o cliente volta a comprar, mais fiel ele fica e por consequência, mais se vende. Esse é o impacto do remarketing no ticket médio de compras.

Relacionamento com o cliente

Outro ponto importante na estratégia por trás do remarketing no Instagram é o relacionamento com o cliente, a fim de estreitar laços. Isso significa mantê-lo por perto, a fim de escolher a sua marca para a jornada de compra, bem como repetir esses processos. 

Nesse sentido, a ação de relacionamento ganha desdobramentos a partir de ações que tem por objetivo aumentar a percepção de valor da marca, já que a oferta de conteúdos relevantes chamam a atenção do público-alvo. E também por meio da fidelização do target, uma vez que o remarketing pode ser trabalhado via cupons de desconto ou ofertas exclusivas.

Tudo que aproxima a marca do cliente, pode ser incluso com fonte de conteúdo para o remarketing. Segundo o neuromarketing, quanto mais próximo o target percebe a marca, maior é a chance de compatibilidade entre valores e necessidades. Logo, a chance da execução do funil de vendas completo pela marca ganha aumento exponencial.

pessoa trabalhando no notebook
Usar o remarketing no Instagram serve, em especial, para recapturar leads em potencial. Imagem de katemangostar no FreePik.

Como criar uma campanha de remarketing no Instagram?

Para criar uma campanha de remarketing no Instagram há um passo a passo simples, que começa a partir do acesso do Gerenciador de Anúncios, recurso embutido no Meta Business Suite no Facebook (lembre que a conta do Instagram é também gerenciada por esse caminho). 

Após o acesso, escolha a opção “Pixel” e aí, você deverá criar ou copiar um código existente a partir da campanha. O próximo passo, por sua vez, é implementar o Pixel como parte da linguagem de códigos do seu site, se a hospedagem dele estiver no WordPress a ação é mais instintiva.

O 4º passo da criação consiste em desenvolver uma nova campanha, para isso, deve elencar o público personalizado, a fim de priorizar alguns usuários, a saber:

  • Os que viram algum de seus produtos de modo específico;
  • Aqueles que não concluíram a jornada de compra, ou seja, abandonaram o carrinho;
  • Os que acessaram uma quantidade determinada de página em seu site;
  • Aqueles que já compraram alguma vez precisam ser resgatados.

A partir desse filtro, o último passo é configurar o anúncio. Por fim, aguarde os resultados da sua ação de remarketing. 

Remarketing no Instagram x formatos de anúncios

Você viu acima como criar a campanha, assim como filtrar o tipo de lead que você deseja chamar a atenção a partir do anúncio criado. No entanto, quando o assunto é este último, saiba que o Instagram tem uma variedade de opções para se escolher aquela mais incisiva dentro do seu objetivo de marketing, a saber:

  • Vídeo;
  • Carrossel;
  • Imagem.

Já os anúncios em formato de texto não são recomendados para performar no Instagram, uma vez que essa rede social tem o apelo visual como grande chamariz. Porém, você até pode fazer uso desse tipo de anúncio, se considerar o uso de hashtags. Lembre-se também da taxa máxima de 20% de texto dentro de uma imagem. 

Outra dica importante é se atentar ao mix de anúncios, a fim de não engessar sua campanha em um formato só. Considere isso, por sua vez, ao observar os tipos de leads que você deseja impactar com sua ação de remarketing no Instagram.

O uso de anúncios de vídeo em campanhas de remarketing

De forma padrão, o Instagram convenciona o uso de vídeos em anúncios com duração mínima de 5 e no máximo, de 60 segundos. Apesar de uma certa limitação no tempo, o anúncio em vídeo pode ser criado para performar em algumas opções, a saber, nos stories e no feed. 

Ao optar por esse tipo na sua campanha de remarketing no Instagram, priorize o uso de palavras-chave que são os gatilhos que farão com que o target clique no link que o leva até o seu site, a partir de imagens potentes

Como usar o carrossel em uma campanha de remarketing?

O anúncio em carrossel no Instagram é limitado ao uso de até 4 imagens, em formato quadrado, que é exibido no feed do usuário. A partir dessa informação, a sua criação deve respeitar a regra dos 20% de texto em toda a campanha. Ou seja, você deve distribuir de modo estratégico as palavras ao longo das imagens.

Use a ideia de limitar a informação para que seja bem condizente a foto que fica na tela do usuário. E ao arrastar para ver a próxima, o texto continua com o objetivo de na última imagem, aparecer o gatilho que reiniciará a jornada de compra.

O uso de imagens na campanha de remarketing

A campanha de remarketing no Instagram, no entanto, não precisa ser apenas em formato de carrossel. E é por isso que o Gerenciador de Anúncios do Facebook permite a criação a partir de uma imagem única. Essa ação é recomendada para os casos de abandono do carrinho de compras, por exemplo.

Lembre, no entanto, que essa ação limita o seu poder de persuasão e por isso, a campanha deve ser muito estratégica. Você tem entre 5 e 10 segundos para dar o seu recado e fazer o cliente retomar o ciclo de compras. Elabore, por fim, algo em que o impacto visual seja muito atrativo. 

mulher sorrindo apontando o dedo para um checklist
Uma campanha de remarketing no Instagram tem o poder de estreitar laços com o target. Imagem de benzoix no FreePik.

Dicas para aplicar o remarketing no Instagram

O objetivo de uma campanha de remarketing é atrair os leads em potencial para que finalizem a jornada de compra, bem como voltem no futuro para mais aquisições. Para tanto é preciso entender o potencial de uma campanha nesse formato, a fim de que os objetivos de marketing e vendas sejam, de fato, atingidos.

Com as ações certas, a campanha de remarketing no Instagram aumenta a possibilidade real de vendas e a partir disso, os lucros da sua empresa. Veja, então, cinco dicas a seguir  para te ajudar nesse momento.

Abordagens diferentes de remarketing

Pensar em uma ação de remarketing nesta rede social não envolve uma receita estática, que funciona sempre com os mesmos “ingredientes”, ou seja, diversificar o recheio do bolo chamado campanha é um dos segredos das marcas que têm sucesso com a adoção desta estratégia.

Em outras palavras, teste diferentes tipos de campanhas e observe os resultados. São eles que indicaram o quão bem-sucedida foi cada ação por meio do aumento de clique e da própria taxa de conversão.

O teste A/B, por exemplo, é um recurso muito utilizado dentro de ação de remarketing, já que gera dados quantitativos de retorno de cada tipo de anúncio. Programe também a reciclagem periódica das ações, pois isso sinaliza quais são as campanhas de sucesso. De modo geral, abordar o target de forma diferente, confere o aumento de público e potencializa a margem de vendas.

O que é cross sell e upsell?

Cross sell e upsell são estratégias, que como o próprio nome diz, se referem às vendas. O objetivo de ambos é lucrar, de modo a satisfazer por completo o cliente em potencial.

O cross sell atua a partir do histórico de vendas e então, sugere ao target produtos que complementam a compra.

Um exemplo disso é se o seu e-commerce vende itens de academia e o cliente compra um tênis, faz sentido complementar a aquisição ao oferecer um par de meias. Essa ação aumenta o ticket médio, bem como deixa a jornada do consumidor mais completa.

Enquanto que na ação de upsell, por outro lado, o trabalho é ofertar um produto ainda melhor ao cliente. Ao continuar o segmento do exemplo acima, pense que o usuário está atrás de um tênis adequado para um treino aeróbico, logo, a proposta do upsell é ofertar o melhor tênis possível dentro dessa categoria. 

Como combinar os públicos nas campanhas de remarketing no Instagram?

Combinar público é um tipo de ajuste potente em uma campanha de remarketing no Instagram. Isso porque, conforme for a combinação, maior será o potencial de alcance, de modo a ampliar os possíveis leads, assim como a taxa de conversão em compras.

As possibilidades de combinação de público no Gerenciador de Anúncios do Facebook é ampla, com isso, a dica é mesclar vários tipos de audiência para cada campanha diferente e acompanhar a performance.

No exemplo do e-commerce de itens para academia, você pode criar um público composto por homens entre 30 e 40 anos, que tem interesse em musculação e residem na região metropolitana de São Paulo. Essa combinação irá performar de um jeito diferente se você manter as informações trocando a apenas a localização para o interior do Estado.

É possível criar campanhas para seguidores fiéis?

Outra possibilidade de campanha de remarketing no Instagram atende aos seguidores fiéis, que na literatura de marketing são conhecidos por brand lovers. É o público que está sempre ativo na página, interagindo com todo o tipo de conteúdo postado.

Pense em uma campanha específica que pode garantir um maior número de vendas, assim como uma oportunidade de estudo de perfil desse público. Para tanto, você pode filtrar os seguidores que mais interagiram, por exemplo, no último trimestre e assim, observar as métricas alcançadas. Alguns exemplos de remarketing para esse caso:

  • Conteúdo bônus, por exemplo, um e-book;
  • Direcionamento para cadastro com descontos exclusivos;
  • Acesso a lançamentos de produto por um período exclusivo.

Esses são alguns exemplos de chamarizes que o neuromarketing explica como a satisfação a partir do sentimento de recompensa. Ela tem alto poder de conversão em vendas, uma vez que o cliente se sente estimulado a partir de uma vantagem mais seletiva.

pessoa usando o celular para acessar o instagram
A campanha de remarketing no Instagram por meio do carrossel é uma boa estratégia. Imagem de Erik Lucatero no Unsplash

Como usar o remarketing no Instagram para conquistar clientes?

Quando o tema é conquistar clientes a partir de uma campanha de remarketing no Instagram, direcione os esforços àquele público que percorreu toda a jornada de compra e no entanto, no momento de finalizar a venda, abandonou o carrinho de compra.

A estratégia então envolve os chamados benefícios “irrecusáveis”, que aparecerão no feed do target, de modo a estimular a volta ao site e a finalização da compra. Alguns exemplos a saber são:

  • Oferta de desconto exclusivo por um dado período de tempo;
  • Frete grátis;
  • Oferta de desconto de 50% na compra de um segundo produto.

Todos esses gatilhos despertam no target o sentimento de “culpa” pelo abandono do carrinho, assim como soam como uma vantagem inegociável para a compra. Logo, a resolução do problema dos carrinhos abandonados é, justamente, o aumento da taxa de conversão em compra.

Use o remarketing no Instagram de forma estratégica

A partir dos conhecimentos obtidos, em especial, com o reforço das dicas acima, você já tem uma ideia para começar a desenvolver suas campanhas de remarketing no Instagram. Vale reforçar a importância do planejamento, que envolve o estudo de público, assim como o orçamento a ser trabalhado para a execução das estratégias.

O Instagram é uma rede social de apelo visual muito forte, então, não se esqueça de priorizar a qualidade do seu conteúdo de imagens. Vale trabalhar bem a questão de design, imagem de marca, assim como, se necessário for a depender do seu segmento de mercado, contratar um fotógrafo para fotos profissionais.

Lembre também que você pode criar vários pixels e isso amplia o alcance de suas campanhas, a partir do tipo de experiência que cada público teve com o seu produto. Todo esse trabalho tem por retorno a evidenciação da sua marca, bem como a proximidade com o seu público-alvo. Por fim, o resultado disso tudo incide no aumento da sua receita, uma vez que a jornada de compra passa a ser completa e recorrente.

Usamos cookies para melhorar sua experiência neste site. Ao continuar no site, você concorda com essas condições. Sim Mais detalhes